Olho D'água do Borges/RN -

Olho D'água do Borges tem 895 eleitores a mais que habitantes

 

Para as Eleições 2024, o eleitorado potiguar soma 2.649.282 pessoas aptas a ir às urnas no dia 6 de outubro. O crescimento em relação ao eleitorado das últimas eleições municipais, de 2020, foi de 8,2%, ou seja, 202.104 eleitoras e eleitores a mais. 

Os dados oficiais do eleitorado brasileiro foram divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no dia 18 de julho. As informações são públicas e mostram um pouco do perfil dos eleitores que compõem os 167 municípios do Rio Grande do Norte. Veja aqui.

O município de Olho  D’água do Borges, que segundo o senso do IBGE de 2022, tem uma população de 3.905 habitantes, cheta a um total 4.800 eleitores, de acordo com dados divulgado pelo TSE. Ou seja. 895 eleitores a mais que habitantes.

Confira a lista de eleitores por município do RN aqui

Procuradora admite que MP Eleitoral precisa de apoio para combater interferência de facções na eleição.

Problema que tem sido denunciado com frequência e noticiado vez ou outra, a atuação de facções criminosas na eleição de políticos no interior do Rio Grande do Norte e na região metropolitana de Natal, foi um dos temas abordados no programa Eleições em Debate, desta terça-feira (16). Entrevistada, a procuradora regional eleitoral, Clarisier Azevedo, defendeu uma maior integração do MP Eleitoral com o Grupo de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do próprio MP.

Assista o vídeo aqui.

Blog do Gustavo Negreiro.

Teste do bafômetro pode dar positivo após motorista consumir pão de forma

 

O Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran) realizou um teste onde duas pessoas eram submetidas a realizarem o bafômetro após o pão de forma. No primeiro teste, uma mulher comeu duas fatias do pão de forma da marca Visconti. Nele, foi constatado que ingerir pelo menos duas fatias pode fazer com que o bafômetro dê positivo para embriaguez. No segundo teste, um homem comeu apenas uma fatia e de outra marca, a Pullman. O resultado foi negativo.

O índice apurado no equipamento do Detran no primeiro teste foi de 0,12 miligramas por litro de ar expelido (mg/litro de ar). De acordo com a examinadora do teste, a margem de erro é de até 0,04 mg/litro de ar. Na sequência, quando o homem ingere outra marca do pão de forma e sopra o bafômetro, o resultado é 0,0 mg/litro de ar.

Os profissionais do Detran orientam os motoristas a terem atenção com os alimentos que ingerem antes de dirigir.
A ideia da postagem veio após um teste da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste) abordar o tema.

No teste da Proteste, foi verificado que algumas marcas do produto têm alto teor de álcool. O produto é utilizado no processo de fabricação para conservação do alimento. O processo de digestão do pão faz com que o teor de álcool possa ser verificado em testes de alcoolemia.

Uma das marcas apresentou índice 1,17% a 0,66%. A instituição elevou o alerta especialmente para grávidas e crianças. A proteste apresenta o resultado para 10 marcas, sendo que seis delas podem ser consideradas alcoólicas por apresentarem teor superior a 0,5%. A multa por embriaguez parte de R$ 2.934,70 e, dependendo do teor alcoólico, pode resultar em crime de trânsito e suspensão do direito de dirigir.

 Tribuna do Norte

Ex-prefeito Carlos Eduardo se diz surpreso com condenação do TCU

 

O ex-prefeito Carlos Eduardo Alves recebeu com surpresa a decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) determinado-o a pagar multa em processo no qual não era ordenador das despesas e, portanto, não pagou valor algum a qualquer construtora.

No caso específico, que ocorreu há mais de 15 anos, o ex-prefeito Carlos Eduardo alega que “reteve verbas e não realizou pagamentos”. Segundo o ex-prefeito, o próprio juiz Artur Cortez Bonifácio, na sua sentença, reconheceu que ele não pagou nada. O Ministério Público, por sua vez, sugeriu o arquivamento do caso, que já teria prescrito.

Em respeito aos fatos, o ex-prefeito Carlos Eduardo informou que vai recorrer da decisão “e espera que a verdade seja restabelecida e a Justiça seja feita”.

Carlos Eduardo Alves alegou, ainda, que a decisão do TCU partiu de duas premissas equivocadas: 1) O ex-prefeito de Natal não era ordenador das despesas na época e 2) o valor não foi pago à Construtora

A defesa do ex-prefeito esclareceu, ainda, que o ordenador era o Secretário de Esporte e Lazer e que em 2008 Carlos Eduardo reteve as verbas e comunicou à construtora que não iria realizar os pagamentos e, assim, não o fez. Após essa comunicação a construtora responsável pela obra judicializou a cobrança e o juiz Artur Cortez Bonifácio, na sua sentença, reconheceu que Carlos Eduardo não pagou.

E, por fim, expôs o ex-prefeito, o Ministério Público opinou pelo arquivamento da tomada de contas pela ocorrência da prescrição intercorrente.

Todas essas questões serão discutidas no recurso, explicou Carlos Eduardo, “a ser interposto para afastar os erros materiais com o novamente da causa”.

O “No Diário Oficial da União” desta quinta-feira (18) trouxe a condenação do ex-prefeito e pré-candidato de Natal pelo PSD, Carlos Eduardo Alves, por conta de irregularidades na execução de recursos públicos nas obras de reforma estádio Machadão, que depois foi demolido para dar lugar à à Arena das Dunas, construída para jogos da Copa do Mundo de 2014. Carlos Eduardo foi condenado a R$ 200 mil de multa pelo superfaturamento no valor de mais de R$ 812 mil.

 Veja matéria completa aqui.

RN fica atrás da Paraíba em ranking de qualidade de vida; Natal perde para João Pessoa

 

O Rio Grande do Norte alcançou a 15ª posição no Índice de Progresso Social (IPS Brasil 2024), que avalia a qualidade de vida nos estados brasileiros e no Distrito Federal, abrangendo todos os 5.570 municípios do país. Em relação às capitais, incluindo Brasília no levantamento, Natal ficou em 17º lugar, uma posição atrás de João Pessoa. No quesito estado, a Paraíba surge duas posições à frente do RN.

O IPS é uma ferramenta desenvolvida por cientistas da Universidade de Harvard e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, que analisa mais de 50 indicadores sociais e ambientais para atribuir uma nota média a cada localidade. O IPS Brasil avalia três dimensões principais: Necessidades Humanas Básicas, Fundamentos do Bem-estar e Oportunidades, cobrindo 12 componentes como moradia, saúde, educação, segurança e liberdades individuais.

O Rio Grande do Norte se destacou especialmente em moradia (92,04), qualidade do meio ambiente (66,82), nutrição e cuidados médicos básicos (73,96) e água e saneamento (71,02). Por outro lado, apresentou desempenho mais fraco em segurança pessoal (47,36), liberdades individuais (46,76), acesso à educação superior (38,77) e direitos individuais (32,45), resultando numa pontuação geral de 59,52, a quarta melhor entre os estados do Nordeste.

Natal teve melhores resultados em moradia (89,63), acesso à informação e comunicação (78,65), água e saneamento (75,71) e nutrição e cuidados médicos básicos (75,12), enquanto enfrenta desafios significativos em saúde e bem-estar (57,13), inclusão social (50,86), segurança pessoal (48,67) e direitos individuais (34,45). A cidade obteve uma pontuação total de 64,45, o quinto melhor desempenho na região Nordeste.

No cenário nacional em 2024, o Brasil registrou pontuações variadas nos diferentes componentes do IPS, destacando-se 77,79 em moradia, 70,51 em água e saneamento, e 61,83 em nutrição e cuidados médicos básicos. A análise detalhada revela tanto os pontos fortes quanto as áreas que necessitam de maior atenção em cada região e capital brasileira, refletindo a complexidade da qualidade de vida em diferentes localidades do país.

Com informações do Portal da 96 FM

Novo ensino médio terá mais aulas de português, matemática e ciências

 

Os alunos do ensino médio terão disciplinas novas e maior carga horária obrigatória a partir do ano que vem, de acordo com a reforma aprovada pelo Senado, na semana passada. O texto, que agora segue para sanção presidencial, diminui o número de disciplinas optativas e reforça a presença das disciplinas clássicas, como língua portuguesa, matemática e ciências da natureza. A medida vai atingir cerca de 8 milhões de estudantes. O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) só sofrerá mudanças em 2027.

A nova legislação define uma carga horária de 2.400 horas para a formação geral básica, dentro do total de 3.000 horas do ensino médio. Desde a reforma de 2017, realizada no governo Michel Temer, a formação básica conta com 1.800 horas. O relator, deputado Mendonça Filho (União-PE), estabeleceu que, no caso de ensino médio integrado com curso técnico, a formação básica poderá ser reduzida para um mínimo de 2.100 horas, com 300 horas destinadas à integração entre a base curricular e a formação técnica profissional, podendo efetivamente diminuir a carga mínima para 1.800 horas.

A coordenadora pedagógica do ensino médio no CEI Romualdo Galvão/Roberto Freire, Ailse Carla, vê o aumento da carga horária obrigatória como um ponto positivo da reforma. “A ampliação da lista de disciplinas obrigatórias ocorre de forma positiva para permitir maior interdisciplinaridade entre as áreas do conhecimento. Com relação aos Itinerários Formativos, a mudança proporciona o aprofundamento do conhecimento em áreas de interesse dos alunos, alinhadas ao projeto de vida de cada um. Favorece um instrumento único para todas as escolas”, argumenta.

Rute Régis, professora do Centro de Educação da UFRN e coordenadora do Fórum Estadual de Educação do Rio Grande do Norte, vê as mudanças como positivas. “Essas disciplinas retornam para a base e isso é muito positivo. A carga horária também porque a gente tem o retorno das 3.000 horas. Como aspecto negativo eu destaco a língua espanhola que ficou de fora da base obrigatória. Ficou apenas a língua inglesa. O espanhol tem uma importância muito grande, até geopoliticamente falando, porque estamos em um continente que fala majoritariamente o espanhol”, destaca.

Foram mantidas como obrigatórias as disciplinas de português, matemática, inglês, artes, educação física, biologia, física, química, filosofia, geografia, história e sociologia. Agora, os Estados terão que adaptar as grades curriculares às novas diretrizes a partir de 2025. A reportagem da TN procurou a Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer do Rio Grande do Norte (SEEC) para detalhar como será o processo de implementação das novas regras, mas a pasta informou que irá aguardar a sanção do presidente Lula.

Veja mais aqui.

José Agripino garante apoio a futura candidatura de Styvenson ao Governo em 2026

 

O ex-senador José Agripino, presidente estadual do União Brasil-RN, vai caminhar juntos ao senador Styvenson Valentim (PODEMOS-RN), caso ele seja candidato ao Governo do RN em 2024. A informação foi trazida em primeira mão no Eleições em Debate, programa exclusivo do canal de Youtube da 96 FM - veja no link aqui:  

"Styvenson é um homem de bem, que tem coragem, virtudes e defeitos, mas é um homem de bem", garanitu José Agripino, "olhando no olho" de Styvenson Valentim.  

Blog do Gustavo Negreiros. 

Improbidade administrativa e nepotismo: Leonardo Rêgo é condenado em segunda instância a pagar multa de R$ 50 mil

 

A maré realmente não está boa para a família Rêgo em Pau dos Ferros. O ex-prefeito Leonardo Nunes Rêgo acaba de sofrer mais uma derrota judicial em virtude de uma comprovada prática de nepotismo em seus primeiros governos à frente do Executivo Municipal da Princesinha do Oeste.

De acordo com a decisão do Desembargador João Rebouças, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), três vínculos familiares do ex-prefeito assumiram cargos de forma indevida: Érica Carolina Cavalcante de Paula, ex-primeira-dama, que assumiu o cargo comissionado de Diretora de Unidade de Maior Complexidade na Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento; Maria do Socorro Lopes Cavalcante de Paula, mãe da ex-primeira-dama e sogra do ex-prefeito Leonardo, ocupou a vaga de Coordenadora do Programa Sentinela da Secretaria Municipal de Assistência Social; e Ricardo Luiz Lopes Cavalcante, tio da ex-primeira-dama (parente por afinidade de 3º grau do ex-prefeito), que foi lotado em mais de uma função, dentre elas Assessor Técnico da Secretaria de Finanças.

A sentença foi julgada em segunda instância, e pode ser conferida através do processo 0102969-38.2017.8.20.0108, e teve como consequências uma multa civil pelo ato de improbidade administrativa no valor de R$ 50.000,00 a Leonardo Nunes Rêgo e outra de R$ 10.000,00 para cada um dos três familiares mencionados no processo.

Blog do BG 

Marca: 28,2% dos Natalenses dão ‘nota zero’ para Lula

 

Enquanto 39% dos eleitores de Natal (RN) avaliam o governo Lula (PT) como “ruim ou péssimo” e 40,1% acreditam que a administração petista é “ótima ou boa”, segundo levantamento Marca Pesquisas divulgado nesta segunda-feira (15), 28,2% dos eleitores de Natal (RN) dão nota zero para o trabalho do presidente até agora. Outros 17,7% disseram que o terceiro governo do petista é “regular” e 2,7% não souberam avaliar.

Fátima é ainda pior 

A avaliação da governadora Fátima Bezerra (PT) é ainda pior: 50,1% acham o trabalho da petista ruim ou péssimo. Só 4,15% dão “nota 10”.

Corrida em Natal 

O ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) é o preferido para assumir a Prefeitura de Natal (RN), em 2025. Segundo o Marca: soma 38,4%.

Coadjuvantes 

Carlos Eduardo é seguido pelos deputados Paulinho Freire (União), com 14,9%, Natália Bonavides (PT), 13,7% e Rafael Motta (PSB), 6,2%.

Dados da pesquisa 

A pesquisa ouviu 820 eleitores em Natal (RN), entre 28 de junho e 4 de julho e foi registrada na Justiça Eleitoral sob o nº RN-07322/2024

 

Com apoio de Styvenson, Brenno lança pré-candidatura a vereador de Natal

 

Com o apoio declarado pelo senador Styvenson Valentim, Brenno lançou sua pré-candidatura a vereador em Natal e também apresentou um grande plano para fomentar o desenvolvimento da capital, intitulado "Natal Livre para crescer". 

Afinados nas pautas que defendem na política, Brenno e Styvenson atuam juntos em benefício do povo potiguar e, especialmente, do natalense. Tanto assim  que o senador é categórico em endossar o nome de Brenno como pré-candidato: “Ele é essa pessoa que foi escolhida por mim, não só para ser vice-presidente do podemos, mas também para buscar este cargo (vereador em Natal) e, desse modo, poder contribuir para o desenvolvimento social justo da nossa capital".

Gustavo Negreiros 


Planos de Allyson podem levar Mossoró a votar em um prefeito e “eleger” outro

 

O prefeito de Mossoró Allyson Bezerra (União) tem uma rota traçada em seu caminho político: ser reeleito com uma votação consagradora este ano e no início de 2026 renunciar ao cargo para se candidatar ao Governo do Estado.

Tudo trabalhado com régua e compasso sob as bençãos oligárquicas do ex-senador José Agripino, presidente estadual do União Brasil.

Aí que surge um dilema que a oposição amadoramente abre mão de explorar: Mossoró corre o risco de votar em Allyson para prefeito e, na verdade, eleger um desconhecido para governar a cidade por quase três anos.

Sim, a tendência é que Allyson puxe um nome de sua “cozinha”, que possa controlar até chegar ao Governo em 2026. Os cotados são anônimos, sem qualquer relação de confiança com o eleitorado.

Em São Paulo em 2012, Fernando Haddad (PT) soube explorar o fato de José Serra (PSDB) ter abdicado ao cargo de prefeito da capital paulista em 2004 para se eleger governador em 2006 e ao enfrentá-lo conseguir conter o favoritismo tucano e ser vitorioso.

O exemplo está aí: a oposição acuada com a popularidade do prefeito nem brios para fazer o enfrentamento demonstra possuir.

O fato é: Allyson tem planos claros e 2024 na sua cabeça é só um trampolim para 2026. Mossoró pode viver o maior estelionato eleitoral de sua história.

 Blog do Barreto

Gás de cozinha deve ficar até R$ 10 mais caro no Rio Grande do Norte

 

Quem utiliza o Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) no RN, o gás de cozinha, deve sentir um aumento de até R$ 10 no bolso, de acordo com o presidente do Sindicato dos Revendedores Autorizados de Gás LP do RN (Singás-RN), Ivo Lopes. “Esse aumento deve ocorrer até esta quinta-feira, uma vez que alguns locais de venda podem ter estoque”, explica. Segundo ele, há uma preocupação em relação ao consumo por causa da elevação dos preços, uma vez que o gás de cozinha é amplamente consumido pelas famílias de renda menor.

“Tivemos um repasse do salário mínimo em torno de 7% e uma inflação de 3,8% no acumulado de 12 meses. Ao mesmo tempo, agora a gente tem esse repasse do GLP, que é um produto totalmente utilizado pela classe mais baixa, com impacto de 10%. Isso pode trazer algum impacto para o consumo, sem dúvida”, afirma o presidente do Singás. O GLP estava sem aumento desde março de 2022. O preço de venda para as distribuidoras passará a ser, em média, equivalente a R$ 34,70 por botijão de 13kg, um aumento equivalente a R$ 3,10.

Desde dezembro de 2022, a Petrobras reduziu os preços de venda para as distribuidoras em valor equivalente a R$ 7,34/13kg. Nos locais de venda da capital potiguar, o botijão de 13 kg ainda era vendido a R$ 100 até esta terça-feira. Em um dos pontos de venda, nas Rocas, zona Leste de Natal, Luciana Castro, proprietária do local, disse que a partir desta quarta-feira (10), o botijão passará a ser vendido a R$ um novo valor, algo em torno de R$ 105 ou R$ 110.

“Acho um pouco abusivo, mas como o aumento vem da Petrobras, a gente não tem como segurar e precisa repassar o valor para os clientes”, fala. Em outro ponto da cidade, em Candelária, o valor do botijão também não tinha passado ainda por alteração, e era vendido a R$ 100. “Não sabemos quando haverá o aumento”, disse uma das funcionárias do ponto de venda.

 Tribuna do Norte

ESCANDALO: Prefeitura de Olho D’água do Borges registra ata de preços que faz inveja ao HRTM. Vai comprar 142 mil seringas.

 

A prefeitura municipal de Olho D’Água do Borges publicou no diário oficial da FEMURN do dia 02 de julho, uma ata de registro de preços para compra de material hospitalar. A publicação do documento tem a ‘finalidade” de aquisição de insumos para as unidades de saúde municipal e traz peculiaridades. 

O que chama atenção no documento e a quantidade de alguns itens. Segundo dados do senso de 2022, do IBGE- (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a população do município de Olho D’água do Borges é 3.905 habitantes. 

Segundo os itens constantes da ata, a prefeitura municipal de Olho D’água do Borges, “pretende comprar” 142 mil seringas descartáveis, 14 mil lâminas de bisturi e mil unidades de fio para intubação. Nossa! que absurdo.

Outro fato estranho, e que chama a atenção, é que no Hospital Municipal Rita Elvira da Silva não são realizadas intubações e nem pequenas cirurgias. 

A lista faz inveja até mesmo ao Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró. Só falta ter a mesma quantidade de atendimentos por dia.

O Ministério Público tem que tomar conhecimento desse escândalo e tomar as providencias urgente.

Fio

Seringas
Laminas





Dorgival Dantas é escolhido Doutor Honoris Causa pela UERN

 

O Conselho Universitário da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Consuni/Uern), presidido pela reitora Cicília Maia, aprovou nesta terça-feira, 9, as indicações de títulos honoríficos e mérito administrativo que serão outorgados pela Universidade neste ano. A reunião ocorreu de forma virtual, com transmissão pelo canal do YouTube Uern Oficial.

Na ocasião, foram escolhidos os títulos de Doutor Honoris Causa, Professor Honoris Causa, Professor Emérito e do Diploma de Mérito Administrativo. As homenagens serão concedidas na tradicional Assembleia Universitária, em 28 de setembro, que celebra o aniversário de 56 anos da Uern.

O tema escolhido para as homenagens alusivas ao aniversário de 56 anos da Uern é “Saber que Acolhe”, que representa a ideia de uma Universidade plural, inclusiva e transformadora.

A reitoria Cicília Maia parabenizou os homenageados indicados aos títulos honoríficos. “É com grande alegria e orgulho que celebramos a trajetória e os feitos dos homenageados e homenageadas. Todos que foram indicados merecem o nosso reconhecimento”, declarou.

Durante a Assembleia Universitária, também será entregue a Medalha da Abolição de 2024. Como homenageados foram escolhidos,  Irmã Zelândia (do Colégio Sagrado Coração de Maria), de Laplace Rosado Coelho, in memoriam, (ex-presidente da Fundação Universidade Regional do Rio Grande do Norte – FURRN e ex-reitor da Uern), e de Pedro Fernandes Ribeiro Neto, ex-reitor da Uern.

Os membros do Consuni acolheram os pareceres das câmaras que indicaram os seguintes nomes para concessão das homenagens:

Doutor Honoris Causa

O título de Doutor Honoris Causa será concedido ao músico Dorgival Dantas. Nascido em 1971, no município potiguar de Olho D’água do Borges, Dorgival Dantas é, atualmente, um dos principais expoentes da cultura nordestina e do tradicional forró brasileiro – ao lado de nomes como Flávio José, Chambinho do Acordeon, Mestrinho, entre outros.

O compositor, poeta e músico potiguar coloca o Rio Grande do Norte em relevância pela qualidade do seu trabalho e pela referência que, ao longo do tempo, tem se tornado para uma nova geração de músicos.

Intérprete, compositor, arranjador, produtor musical, sanfoneiro, o legado de Dorgival Dantas vai além do deixado pela música.

Em abril de 2024, Dorgival foi nomeado embaixador do turismo potiguar, em reconhecimento pelo seu papel de promover a cultura e as belezas naturais do estado.

Professor Honoris Causa

Já o título de Professor Honoris Causa foi para Luiz Katu. Esta é a primeira vez que a Uern irá homenagear com um título honorífico uma personalidade indígena. Luiz Katu possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (2003). Atualmente é professor da Escola Municipal Indígena João Lino da Silva e Escola Municipal Indígena Alfredo Lima na aldeia Katu nos Municípios de Goianinha/Canguaretama. Luiz Katu é uma liderança indígena potiguar de forte atuação, e encabeçou a luta pela implantação de uma escola indígena na comunidade de Canguaretama.

A Escola Municipal João Lino da Silva, localizada em Canguaretama, tornou-se a primeira escola indígena do Rio Grande do Norte, tendo Luiz como o primeiro diretor da instituição, além de ser professor de etno-história. Reconhecida pelo Ministério da Educação e pelas secretarias municipal e estadual de educação, a escola tornou-se referência estadual no debate sobre implantação de escolas indígenas em outros territórios. Na Uern, por exemplo, o cacique Luiz Katu tem atuado em forte parceria com o Núcleo de Estudos Afrobrasileiros e Indígenas (NEABI) e com a Diretoria de Ações Afirmativas e Diversidade (DIAAD).

Diploma do Mérito Administrativo

O Diploma de Mérito Administrativo foi para a servidora Myrths Flávia Vidal da Costa Wanderley. Natural de Marcelino Vieira, ela iniciou sua jornada na Uern em 1987, quando ingressou como aluna de graduação no curso de Ciências/Matemática, graduando-se em 1993. Cinco anos depois, retornou à Uern como servidor, não mais deixando a instituição desde então, completando mais de 25 anos de serviços prestados a Universidade.

Myrths Flávia Vidal desempenhou funções como secretária da Pró-Reitoria de Administração (Proad), cerimonialista em eventos institucionais; secretária da vice-reitoria e da Comissão Permanente de Pessoal Docente (CPPD); e secretária da Assessoria de Avaliação Institucional (AAI).

Sua competência e comprometimento não passaram despercebidos, e em 2013 foi convidada para ser secretária dos Conselhos Superiores, posição que ocupa até os dias atuais.

Professora Emérita

Para o título de Professor Emérito, a escolhida foi a professora Marlucia Barros Lopes Cabral. Graduada em Pedagogia pela Uern, e doutora em Educação, pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN),atualmente é professora aposentada da Uern. Atuou no Curso de Graduação em Letras Língua Portuguesa; e no Curso de Pedagogia, no PROFORMAÇÃO, no PARFOR, no PROFLETRAS e em cursos de Especializações. Foi chefe do Departamento de Letras, a época Língua Portuguesa e Língua Inglesa (2007-2011) e Diretora do CAA/UERN, por dois mandatos consecutivos (2014-2021).

Mesmo após sua aposentadoria, permanece membro do grupo de pesquisa PRADILE (Uern) e docente do Profletras, unidade de Assú. Também continua membro do Conselho Administrativo da Association Francophone Internationale de Recherche Scientifique en Education e membro do comitê científico da Associação Francofone Internacional de Pesquisa Científica em Educação – AFIRSE – secção brasileira.

Marca comemorativa

Durante o Consuni, foi apresentada a marca comemorativa do aniversário de 56 anos da Uern, que tem como tema “Saber que Acolhe”. A identidade visual foi apresentada pela publicitária Priscila Kruger.

A arte é inspirada no Juazeiro, que assim como Uern representa resiliência, sabedoria e acolhimento. Assim como a árvore resistente no semiárido, que precisa de pouca água para encantar o sertão nordestino, basta uma única gota de Uern para transformar vidas em toda a região.

A Uern é ensino, pesquisa, extensão, acolhimento, diversidade e inclusão. Com caráter multicampi, a Universidade nasceu no interior do Rio Grande do Norte, está presente em seis cidades – Assú, Caicó, Mossoró, Natal, Patu e Pau dos Ferros – e já formou mais de 55 mil profissionais ao longo de sua jornada.

 Blog do Barreto

 
Copyright © 2010-2013 Blog do Gilberto Dias | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento » RONNYdesing | ronnykliver@live.com - (84)9666-7179