Olho D'água do Borges/RN -

Associação de Psiquiatria do RN emite nota de repúdio contra o Governo do Estado por diminuição de leitos psiquiátricos do Hospital João Machado

 

A Associação Norte-rio-grandense de Psiquiatria (ANP) emitiu uma nota de repúdio contra o Governo do Estado criticando e manifestando preocupação pela redução de leitos psiquiátricos do Hospital João Machado.

“Inoportunamente, em plena campanha do setembro amarelo, o Governo do Estado demonstra não está (sic) preocupado com a saúde mental dos potiguares”, diz a nota.

A associação cobra ainda providências no sentido da reabertura dos leitos que foram fechados.

 
Fonte: Blog do BG

Em greve, servidores do DETRAN realizam piquete em frente à Governadoria


Em greve desde o último dia 02, trabalhadores do DETRAN-RN realizam atos diários no Centro Administrativo, em Natal, desde a segunda-feira (20).

Os atos têm início às 08h e foram deliberados durante Assembleia dos trabalhadores realizada no dia 17 de setembro, levando em consideração os desdobramentos da greve no Departamento Estadual de Trânsito.

Com a transferência dos piquetes que vinham ocorrendo na sede do DETRAN para o Centro Administrativo (em frente à Governadoria), a categoria objetiva pressionar o Governo a fim de que o Executivo apresente uma contraproposta financeira para a atualização do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos servidores. 

JMT esclarece que atraso de pagamentos aos prestadores de serviço do Hospital Walfredo Gurgel é culpa da Secretaria Estadual de Saúde

 

Nota de Esclarecimento

O atraso do salário do mês de agosto decorre de atrasos mensais que a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte tem atualmente com diversos prestadores de serviços. No caso da JMT Service, os atrasos chegam a cerca de um ano.

A empresa, preocupada com os colaboradores, alertou por todo esse tempo a Secretaria e informou a questão ao Ministério do Trabalho, pontuando a possibilidade de ocorrer atraso aos colaboradores da JMT Service.

Foram feitas audiências de mediações e conciliações com o Ministério do Trabalho, nos meses de junho e julho, mas a Secretaria não pagou a dívida.

A empresa lamenta o ocorrido, de atrasar dias do pagamento dos seus colaboradores, mas a cada mês torna-se mais difícil manter os salários dos colaboradores em dia, diante da grande dívida não paga pela secretaria.

JMT Service 

Em discurso na ONU, regado de mentiras, Bolsonaro envergonha o Brasil

 

O presidente Jair Bolsonaro fez nesta terça (21) o discurso de abertura da 76ª Assembleia-Geral da ONU, em Nova York. Desde 1947, o representante do Brasil é o primeiro a discursar.

Apesar de Nova York exigir comprovante de vacinação para entrar na cidade e circular em espaços públicos fechados, as comitivas de líderes mundiais foram informadas pela ONU de que haveria exceção diplomática e atestados de vacinação não seriam cobrados. Isso ocorreu pois Bolsonaro é o único dos presidentes do G20 que não se vacinou contra Covid, que já matou mais de 4,7 milhões no mundo inteiro.

Abrindo o discurso na ONU, Bolsonaro afirmou: “Venho aqui mostrar um Brasil diferente daquilo publicado em jornais ou visto em televisões”. E o que se sucedeu após isso foram inúmeras falas provando que o presidente vive em sua própria realidade, sendo questionável sua sanidade mental.

Ignorando as investigações sobre o caso da Covaxin, Rachadinhas e o Pix do Voto Impresso, Bolsonaro afirmou: “Estamos há 2 anos e 8 meses sem qualquer caso de corrupção”.

Bolsonaro mentiu na ONU e demonstrou estar preso no século passado: “Estávamos à beira do socialismo. Apresento agora um novo Brasil, com credibilidade reconhecida em todo o mundo” e acrescentou: "Recuperamos a credibilidade internacional do Brasil", porém, o que se viu foram os líderes e representantes abandonando a sala durante o seu discurso.

Em mais uma fala, o presidente disse: “Nenhum país do mundo possui uma legislação ambiental tão completa quanto a nossa. Nossa agricultura é sustentável e de baixo carbono”. O que não condiz com a realidade visto que, em dois anos, Bolsonaro se desfez dos órgãos que cuidam de questões ambientais, indígenas e agrícolas.

Seguindo a linha de mentiras, Bolsonaro inventou dados sobre o desmatamento na Amazônia em agosto. Ele fala em 32% de redução em relação ao mesmo mês de 2020. Segundo o Imazon, houve aumento de 7%, um recorde desde 2012.

Além disso, o Brasil é o 4º país que mais mata defensores ambientais no mundo. Foram 20 ativistas assassinados em 2020. O país está atrás apenas da Colômbia (65), México (30) e Filipinas (29), segundo o blog Ambiênica.

Entre todas as mentiras contadas, a mais vergonhosa foi a: “Concedemos um auxílio emergencial de 800 dólares para 68 milhões de pessoas em 2020”. Na cotação desta terça, (21) do dólar, o governo Bolsonaro teria pago R$ 4.256,00 em auxílio emergencial. Porém, isso não condiz com a realidade, visto que em 2020 o valor pago foi de R$ 600,00. Em 2021, os valores do benefício são de R$150 para solteiros, R$ 250 para famílias e R$ 375 para mães solteiras.

Seguindo seu roteiro fictício, Bolsonaro valorizou em seu discurso os números da vacinação no Brasil. Porém, ele nunca fez um pronunciamento incentivando os cidadãos a se vacinarem. Muito pelo contrário disse que fez tratamento precoce contra a Covid: “Nosso governo é contra a vacinação obrigatória”. Ele também disse não entender por que líderes de outros países não defenderam o tratamento precoce. “Não entendemos por que muitos países, juntamente com grande parte da mídia, se colocaram contra o tratamento inicial. A história e a ciência saberão responsabilizar a todos”, afirmou.

Em suma, Bolsonaro ignora crise energética, infla números de manifestação bolsonarista com falas golpistas e inconstitucionais, diz que desmatamento ilegal da Amazônia teve queda de mais de 30% e ataca governadores, prefeitos e imprensa brasileira em defesa de tratamento precoce contra Covid-19 na ONU.

Vale lembrar que o Brasil é um dos países com mais mortos por Covid-19 no mundo, com quase 590 mil vítimas. E em seu discurso, além de desdenhar da realidade de todos os brasileiros, Bolsonaro vive seu próprio mundinho e mente que nem sente.

No entanto, o presidente esquece que quem tem fome sente, quem está desempregado sente e quem perdeu alguém para a Covid também sente, e não há mentira nesse mundo que cure isso. 

Projeto AUDITA do MP (RN) identifica 795 servidores do Estado, com 3 cargos ou mais

 

A Promotora de Justiça Luciana Queiroz Lopes de Melo Martins da Comarca de Natal (RN), determinou a abertura de Inquérito Civil, encaminhando a Secretaria de Administração do Estado do RN, para as devidas providências legais, uma relação, contendo os nomes de 795 servidores públicos, que foram identificados pela equipe do projeto AUDITA do Ministério Público do Rio Grande do Norte (RN), em situação de acúmulo ilegal de três ou mais vínculos funcionais.

Fonte: Robinson Pires

Jornal denuncia que ministro Rogério Marinho usou “orçamento secreto” para bancar obra no RN

 

O ministro Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, foi acusado de destinar R$ 1,4 milhão de emendas parlamentares para uma obra que beneficiaria um empreendimento particular dele, segundo reportagem do Jornal “O Estado de S. Paulo.

A verba teria sido destinada para a construção de um mirante turístico perto do terreno em que o ministro planeja construir um condomínio de 100 casas, em Monte das Gameleiras, no interior do Rio Grande do Norte.

Em nota, Rogério Marinho disse que quem indicou a obra foi o deputado federal Beto Rosado (Podemos-RN), do mesmo estado do ministro. Marinho afirmou ainda, que a demanda foi apresentada pelo parlamentar no dia 4 de dezembro de 2020, durante um evento, ocasião em que ele teria esclarecido que o assunto deveria ser tratado com o Ministério do Turismo.

Um servidor do Ministério de Desenvolvimento Regional ficou responsável por encaminhar a demanda, que segundo marinho, é um procedimento de rotina. Por fim, afirmou que a decisão de liberar o dinheiro foi do Ministério do Turismo.

Fonte: Portal Band

Eventos de Turismo movimentam setor e traz novas perspectivas para segmento

 

Chegando para movimentar o setor de turismo no Rio Grande do Norte, os eventos ocorridos no final de semana no Centro de Convenções de Natal mostraram que a retomada com segurança é possível. Na última sexta (17) e sábado (18), a 7ª Feira de Municípios e Produtos Turísticos do RN – Femptur e o 12º Fórum de Turismo do RN, organizados pela Argus Eventos,reuniram autoridades, patrocinadores, expositores e visitantes para troca de experiências e novas propostas para o segmento.

Seguindo protocolos de biossegurança, o evento atraiu, de forma rotativa, 1.757 pessoas na sexta e 2.266 no sábado. A circulação é reflexo do crescimento e das novas perspectivas da atividade turística no Estado e a aposta dos municípios nesse âmbito. “Os segmentos do turismo se reencontraram, interagiram e fizeram negócios. É muito importante para os municípios estarem próximos as agências, porque são elas que criam os passeios. O estreitamento com a Fecomércio RN idem, pois tem mão de obra qualificada e capacitada para atender restaurantes e hotéis, por exemplo. Já com o Sebrae, outro parceiro, eles têm todo o suporte e orientações necessárias para pequenos e médios empreendedores”, explica Antônio Roberto Rocha, diretor da Argus Eventos.

Foram mais de 90 estandesao longo da Femptur. A Feira, além de expor os municípios, trouxe gastronomia, artesanato, agricultura familiar e apresentações culturais. “Somando tudo isso, oportuniza muitos negócios e promove networking que são tão necessários à rede de turismo, tanto para momentos futuros quanto para o ‘agora’”, complementa Antônio Roberto Rocha.

“Com o advento da pandemia, as pessoas têm procurado viajar para lugares onde possam realizar atividades recreativas ao ar livre, sejam lugares de serra ou litorâneos. E o nosso evento tem esse propósito também, de incentivar as viagens dentro do próprio Estado; uma demanda que só cresce”, comenta o diretor da Argus Eventos, Gustavo Porpino.

 Fonte: Robison Pires

Municípios já podem preencher o Censo Suas 2021

 

O Censo do Sistema Único de Assistência Social (Suas) de 2021 já está disponível para preenchimento. Apesar de a data final para atender a demanda seja 10 de dezembro, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) recomenda que os gestores municipais cumpram com os prazos estipulados para não sofrerem sanções, como interrupção do repasse dos recursos federais.

A área de Assistência Social explica que o envio das informações vai até o dia 10, e o período de retificação é de 13 a 17 de dezembro. O processo de aprimoramento tanto de gestão quanto da operacionalização das políticas públicas depende de investimento em ferramentas e estratégias que proporcionem aos gestores uma leitura ampla sobre sua realidade.

O Censo Suas é uma ferramenta fundamental para que o órgão gestor federal acompanhe os serviços, programas e projetos de assistência social realizados no âmbito das unidades públicas de assistência social e das entidades e organizações. Ele permite um monitoramento quantitativo, pode auxiliar na atuação dos Conselhos de Assistência Social e subsidiar a construção e manutenção de indicadores de monitoramento e avaliação.

Promovido anualmente, o Censo fornece dados para melhor análise da estrutura de funcionamento do Suas, especialmente sobre demandas apresentadas, articulações com outras políticas setoriais, perfil dos recursos humanos e capacidades de ofertas da rede socioassistencial em âmbito nacional. Também monitora a execução e os resultados dos programas sociais e serviços oferecidos à população.

A CNM defende a utilização da ferramenta pelo próprio território, ou seja, o protagonista tanto no preenchimento quanto na utilização dos dados deve ser o Município. É oportuna a utilização dos dados para elaboração dos instrumentos de planejamento, tais como o Plano Plurianual, Plano Municipal de Assistência Social, Plano de Ação de Assistência Social, diante da necessidade de se planejar com base em diagnóstico socioterritorial.

Por fim, a Confederação destaca que, para preencher os questionários, é preciso ter cadastro na conta gov.br e, para preencher o Censo SUAS 2021, Estados e Municípios devem acessar os questionários eletrônicos disponíveis no site do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). O descumprimento da obrigatoriedade pode acarretar penalidades para os Entes que impactem na continuidade da execução dos serviços socioassistenciais do Município.

Agenda livre pode indicar isolamento de Bolsonaro

 

Apesar de ter sido recebido amistosamente pelo premiê britânico Boris Johnson, que até se desculpou por ainda não haver visitado o Brasil, o presidente Jair Bolsonaro percebeu em Nova York que precisa polir sua imagem no exterior. Porque reflete um certo isolamento sua agenda vazia de encontros com outros chefes de Estado e de Governo, que, às dezenas em Nova York, preenchem as agendas com reuniões bilaterais.

Encontros bilaterais 

Bolsonaro manterá encontros rápidos, nesta terça (21), com o presidente polonês Andrzej Duda e o secretário-geral da ONU, António Gutérres.

Recepção brasileira

Além dos encontros bilaterais com direito a pose para fotos, Bolsonaro esteve na recepção oferecida pelo embaixador brasileiro na ONU.

Presença menor

A agenda vazia tem a ver, também, com um número menor que os habituais 150 chefes de Estado e de Governo, em razão da pandemia.

Carona na limusine

Nos anos 1990, George Bush não apenas recebeu o brasileiro Fernando Collor no hotel Waldorf Astoria, como seguiram juntos para a ONU. 

Município de Olho D’água do Borges comemora hoje 92 de sua fundação, Parabéns!!


 

O Município de Olho D’água do Borges comemora hoje 92 Anos de sua fundação. Logo após as Capitanias hereditárias, as nossas terras foram divididas e distribuídas em porções, as quais se chamavam datas, e a cada data era dada o nome de acordo com um marco que nela se destacasse.

No século XVIII tomou posse em uma data de terra no Riacho da Pedra Branca um cidadão português cujo nome era Joaquim Borges da Siqueira, o qual organizou uma fazenda no centro da data que tomara posse. A fazenda em virtude de ter sido encravada nas proximidades de um Olho D'água, lugar onde sempre teve água permanente, recebeu o nome de Fazenda Olho D'água.

Este velho português Joaquim Borges de Siqueira, se desfez da Fazenda deslocando-se para Fortaleza-CE. O Sr. Joaquim Borges, vendeu a propriedade ao tenente João Francisco Lopes, e seu irmão Joaquim Manoel de Barros, no fim de 1.700.

Os herdeiros dos respectivos proprietários, com a ajuda de outros moradores vizinhos, sentiram a necessidade de professar sua religião e procuraram imediatamente construir uma capela a qual deram como Padroeira N. S. da Conceição, ainda hoje existente numa nova igreja edificada pelos moradores subsequentes, e no dia 20 de setembro de 1929, houve a missa solene, celebrada pelo Padre Francisco Sohl, e inaugurada a primeira feira de Olho D'água do Borges, dando origem ao nome desta recente cidade de Olho D'água do Borges, que em 30 de outubro de 1938 foi elevada a categoria de vila.

O dia 20 de setembro era conhecido na cidade e região como a data mais importante do ano para nós, vinha gente das cidades vizinhas e da capital, para assistir o desfile das escolas e a festa à noite. 

Devido a pandemia do Covid-19 que aflige o planeta, pelo segundo ano consecutivo, o cenário apresenta-se impróprio para a realização de festas e outros tipos de aglomerações, o município de Olho D’água do Borges está comemorando hoje 92 anos de sua fundação, sem festa ou qualquer outro tipo de manifestação popular, devido às recomendações de isolamento e distanciamento social, propostos pelos órgãos de saúde, com o objetivo de conter o risco do contágio do novo coronavírus, causador da covid-19.

Parabéns Olho D'água do Borges pelos seus 92 anos de fundação.

Boletim do Tesouro Nacional aponta que RN está entre os estados que gastam mais de 57% com folha

 

Apesar de registrado um ligeira redução no gasto com pessoal, o Estado do Rio Grande do Norte está entre os que apresentam alto comprometimento  de suas receitas correntes líquidas nas despesas com pessoal. De acordo com o Boletim de Finanças dos Entes Subnacionais, publicado pelo Tesouro Nacional, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Acre, Paraíba, Rio Grande do Sul, Amapá, Paraná e Sergipe apresentam alto comprometimento de suas receitas correntes líquidas (superior a 57%) com despesas com pessoal.

A melhoria nas contas de alguns estados se reflete também no resultado da análise da capacidade de pagamento (Capag), classificação feita pelo Tesouro Nacional a partir da verificação de indicadores econômico-financeiros que refletem o grau de solvência e a saúde fiscal dos entes que querem contratar empréstimos com garantia da União.

De acordo com a publicação, o resultado positivo deve ser observado com cautela, já que foi fortemente impactado por fatores conjunturais, como as transferências temporárias feitas pela União para o combate à pandemia e a inflação, responsável por grande parte do aumento verificado na arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS, principal fonte de receita dos Estados. Pelo lado das despesas, contribuiu para o resultado a vedação ao aumento de gastos com pessoal estabelecida pela LC 173/2020, vigente até o final de 2021.

Fonte: Tribuna do Norte

FPM: segundo decêndio será creditado nesta segunda-feira (20); repasse é o menor do mês

 

Os Municípios partilham na próxima segunda-feira, 20 de setembro, R$ 886,3 milhões referentes ao segundo repasse do mês do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O valor já considera o desconto da retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A Confederação Nacional de Municípios (CNM) ressalta que o repasse é geralmente o menor do mês e representa cerca de 20% do acumulado de setembro.

No entanto, segundo as informações divulgadas pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN), o segundo repasse de setembro deste ano, quando comparado com o mesmo decêndio do ano anterior, apresentou tendência de crescimento de 32,74% em termos nominais (valores sem considerar os efeitos da inflação). A base de cálculo para esse repasse é feita entre os dias 1º e 10 do mês corrente.

Acumulado
Ao contabilizar o acumulado do mês em comparação com o ano anterior, o segundo repasse do FPM apresentou crescimento de 85,26%. Se esse valor for deflacionado, ou seja, levando em conta a inflação do período, a tendência também é positiva, com aumento de 22,86%. A soma do primeiro e segundo decêndios mostra que o fundo cresceu 71,47% dentro do mês, também levando em conta os dados divulgados em 2020 e incluindo a inflação do período.

Alerta
Mesmo que as projeções e os indicadores indiquem cenário econômico de retomada, a CNM reforça que o país ainda vivencia um momento delicado, com discussões de reformas, como Tributária, Administrativa e a revisão do Pacto Federativo. Nesse contexto, a entidade alerta aos prefeitos que tenham prudência na gestão dos recursos, pois o país passa por um momento de instabilidade em decorrência da Covid-19.

Fonte: CNM.

Número de casos da covid-19 no RN cresce 37%; estado tem o terceiro maior aumento do Brasil

 

As vidas perdidas para a covid-19 caíram 27% no Brasil, na Semana Epidemiológica (SE), de 5 a 11 de setembro, em comparação com a semana anterior. As informações estão no mais recente Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde sobre a covid-19. Já com relação ao aumento de casos, o Rio Grande do Norte está entre os estados com crescimento mais forte (37%) e acima da média nacional. 

Na semana de 5 a 11 de setembro, cinco estados experimentaram incremento de casos, um ficou estável e 20 mais o DF tiveram queda. Os crescimentos mais fortes ocorreram no Rio de Janeiro (86%), Rio Grande do Sul (47%) e Rio Grande do Norte (37%). As reduções mais efetivas se deram em Roraima (-70%) e Mato Grosso do Sul (-59%).

 Veja matéria completa aqui.

Petrobras lucra mais que maiores petroleiras do mundo

 

A política de aumento sucessivo nos preços dos combustíveis não atrapalha a Petrobras, que registrou receita líquida de US$8,3 bilhões (R$43 bilhões) no 2º trimestre de 2021. O resultado é o segundo maior do planeta, à frente até da maior petroleira do mundo, a PetroChina (US$8,2 bi). A estatal brasileira ganha da russa Gazprom (US$ 7 bi), da holandesa Shell (US$3,4 bilhões) e da inglesa BP (US$2,8 bi). Acionistas do mercado agradecem, já o cidadão brasileiro, o “maior acionista”…

A única petroleira que lucrou mais que a Petrobras no 2º trimestre de 2021 foi a Saudi Aramco: US$ 25,5 bilhões.

A Aramco só conseguiu lucrar tanto após receber do governo saudita um presentaço: pacote de isenções e privilégios tributários.

O lucro bilionário da Petrobras entre os meses de abril e junho foi o melhor resultado da estatal em mais de 15 anos.

A receita líquida representa toda a renda da empresa, descontando-se todos os custos operacionais, de pessoal etc.

Fonte: Claudio Humberto

 
Copyright © 2010-2013 Blog do Gilberto Dias | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento » RONNYdesing | ronnykliver@live.com - (84)9666-7179