Olho D'água do Borges/RN -

Entenda como fazer cálculo para obter ‘coeficiente Eleitoral’


A regra do coeficiente O primeiro passo é dividir o número de votos válidos (excluindo nulos e em branco), pelo número de vagas existentes. No caso da campanha presente para vereador, dividiremos o total de votos válidos por 21 (Mossoró), chegando assim ao chamado quociente eleitoral.

O segundo passo é dividir o coeficiente Assim, se a coligação ou partido tiver obtido 43.000 votos e o quociente eleitoral for 5.000, ela já garante 8 vagas (os oito mais votados).

Vamos colocar de forma exemplificiativa, supondo a existência de quatro coligações, com as votações abaixo:
Coligação A – 43.000 votos
Coligação B – 35.000 votos
Coligação C – 23.000 votos
Coligação D – 4.000 votos.

Num primeiro cálculo, onde se divide o coeficiente partidário pelo quociente eleitoral, as coligações conquistarão as seguintes vagas, respectivamente: 8, 7, 4 e 0.

A soma chega a 19, mas são 21 as vagas existentes. Vamos então explicar o cálculo para a escolha destas duas “sobras”, o que poucos fazem.

No segundo momento, divide-se o coeficiente partidário pelo número de vagas obtidas + 1. (OBS. A coligação D não entra, pois não alcançou o quociente eleitoral).

Assim:
Coligação A – 43.000 / 9 (8+1) = 4.700
Coligação B – 35.000 / 8 (7 + 1) = 4.370
Coligação C – 23.000 / 5 (4+1) = 4.600.
A coligação A fica então com a primeira sobra. O cálculo segue com uma única diferença, a coligação A terá que somar 9 + 1, em razão da nova vaga conquistada.
Coligação A – 43.000 / 10 (9+1) = 4.300
Coligação B – 35.000 / 8 (7 + 1) = 4.370
Coligação C – 23.000 / 5 (4+1) = 4.600.
Assim, a coligação C fica com a segunda e última sobra.
Ao final teremos a seguinte composição na Câmara:
Coligação A – 9 vereadores
Coligação B – 7 vereadores
Coligação C – 5 vereadores
Coligação D – nenhum vereador.


Silveirinha e Tião, tranquilos. Rosalba ainda não!

Francisco José Junior (PSD) e Tião Couto (PSDB) já podem respirar aliviados. O pedido de registro de candidatura deles já foi julgado e deferido (confirmado) pelo juiz da 34ª zona eleitoral, do TRE (Tribunal Regional Eleitoral), Cláudio Mendes Júnior.

Todos os pedidos de candidatos a prefeito e vereador em Mossoró estão sendo constantemente avaliados e atualizados pela Justiça Eleitoral.

Dificuldades
Os demais candidatos ainda não tiveram seus pedidos de registros de candidaturas julgados porque alguns obstáculos demandam um maior tempo para o julgamento.

O candidato Gutemberg Dias (PCdoB) ainda não atingiu a proporcionalidade mínima de 30% de mulheres em sua coligação.

O candidato Josué Moreira (PSDC) precisa, primeiro, ter julgado ação de Executiva Nacional do PSOL contra sua coligação.

Já a candidata Rosalba Ciarlini (PP) precisa ter impugnação julgada para ter avaliado seu pedido de registro de candidatura.

Por Carol Ribeiro


FARRA? Bastidores do impeachment têm “banquete e cachaça” no Senado


O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO), opositor do PT e favorável ao impeachment de Dilma, atendeu o advogado da presidente, José Eduardo Cardozo, que torceu o pé.

O senador Paulo Rocha (PT-PA) convidou os colegas para beber e “desanuviar” depois da sessão no plenário.

O gabinete de Renan Calheiros sediou um banquete com tutu à mineira e leitão à pururuca.
O julgamento do impeachment deve durar até quarta (31) e tem aspectos que vão além do debate político e da discussão sobre a existência dos crimes de responsabilidade.

Maria e Antonimar tem candidaturas deferidas pela Justiça Eleitoral


O Juiz da 39ª  Zona Eleitoral, Dr. Breno Valério, deferiu os pedidos de registro dos candidatos a prefeito e vice-prefeito, Maria Helena e Antonimar e os vereadores da Coligação União e Confiança, Veja (AQUI), como também da coligação dos candidatos da Coligação Avançando com Trabalho e Cidadania(AQUI). As sentenças foram publicadas no Mural  da Justiça Eleitoral desta quinta feira, 25.

refeito de Apodi é afastado pela Câmara por crime de improbidade administrativa



Em conclusão ao processo de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), o poder legislativo apodiense votou nesta quinta-feira 25, o relatório final da (CPI) que pede o afastamento do prefeito Flaviano Monteiro (PC do B) durante sessão ordinária.

O primeiro secretário da Casa e relator do processo, vereador Ângelo de Dagmar (SDD), leu o relatório na Tribuna que pede o afastamento do prefeito por não apresentar informações pedidas pela Casa Legislativa, no total de oito requerimentos não atendidos.
A denúncia foi apresentada pelo cidadão Igor Bandeira, por entender que o chefe do Executivo não cumpriu com as leis que regem a casa legislativa.

Os vereadores governistas contestaram o fato de o prefeito ter sido convocado para um julgamento, quando na verdade a CPI que foi para pauta era outra, do ano de 2014, que está paralisada por força de um mandato judicial.

Seguindo o regimento interno da Câmara a votação se deu de forma nominal com cada vereador apresentou seu voto, a favor ou contra o afastamento do gestor.

Primeiro foi votado a questão o cometimento ou não de ato de improbidade administrativa, que foi aprovado por 9 votos favoráveis e 4 abstenções.

Em seguida em votação o processo de afastamento do prefeito Flaviano Monteiro obteve o mesmo placar da votação anterior, ou seja, 9 votos favoráveis e 4 abstenções.

Os vereadores da situação, se abstiveram da votação afirmando ilegalidade do processo,  ressaltando através da assessoria jurídica que entrariam ainda ontem na justiça com o pedido de nulidade da sessão, em detrimento de irregularidades.

Após aprovado o afastamento, o decreto legislativo foi lido pelo vereador presidente da casa Filho Neto (PPS), convocando o vice prefeito José Maria Silva (PSD), a tomar posse amanhã 26, na sede do legislativo.

A comissão foi composta pelo relator Ângelo de Dagmar (SDD), Genivan Varela (PCdoB) membro e Laete Oliveira (PTN) presidente.


Ministério Público Eleitoral registra mais de 5 mil candidatos fichas-sujas

O Ministério Público Eleitoral (MPE) identificou 5.179 candidatos "fichas-sujas" às eleições de outubro, quando serão disputados os cargos de vereador e de prefeito. O balanço parcial engloba todos os estados e foi feito com base no sistema do MPE, que cruza informações dos tribunais de contas, conselhos profissionais e do Judiciário para embasar as ações de impugnação dos candidatos.

O estado de São Paulo registrou 1.420 mil candidatos com irregularidades nos registros, seguido por Minas Gerais (640) e Paraná (476).  Os dados levam em conta os 488.276 registros de candidaturas recebidos pela Justiça Eleitoral.

Com o registro, caberá aos juízes eleitorais julgar os pedidos de candidatura, que poderão ser indeferidos caso os candidatos não cumpram os requisitos legais, entre eles estar elegível pela Lei da Ficha Limpa. Entre as causas de inelegibilidades, a norma impede que pessoas condenadas por órgãos colegiados possam disputar eleições pelo prazo de oito anos.


Alerta geral: Não venda e nem troque seu voto


O voto, é a arma mais importante que você tem. Com ele você pode se livrar de políticos corruptos que só aparecem em ano de eleição e permitir que os que têm compromisso com o povo, possam governar.

E é pensando no futuro, já que estamos vivendo às sensações de uma eleição para prefeito e vereadores, é que estamos aqui, para alertar a você eleitor, para não vender ou trocar o seu voto. Ao vender o seu voto, você terá que ficar quatro anos sem poder reclamar de nada.

Alguns políticos já têm na mente que, comprando e pagando o seu voto, ele passa a não ter nenhum compromisso com você ou com a sua comunidade. A compra ou a troca de votos não se faz só com pagamento em dinheiro. Os oportunistas da política, principalmente ao aproximar-se as eleições, viram verdadeiros politico, compram ou trocam o seu voto com material de construção, feiras, oferta de empregos e tantos outros favores. São poucos os que agem a seu favor durante os quatro anos.

É bom que fiquem alertos a respeito de um crime que acontece frequentemente. Alguns governantes, podem ser os piores possíveis, durante três anos e meio de governo, faltando seis meses para as eleições, começam a articular maneiras de comprar ou trocar o seu voto. 


É por isso que no linguajar político todos alertam “A MÁQUINA TEM QUE SER RESPEITADA" ou "O PODER DA MÁQUINA É MUITO FORTE" sabe por quê? Porque alguns governantes abusam do poder e usam o dinheiro que era para comprar remédios, merenda escolar, pagar salários dignos e em dia aos funcionários, construir e reformar escolas, construir e equipar hospitais e postos de saúde, ambulâncias e tantas outras coisas, que trariam dignidade para você, e com ele compram o seu voto. 

Outra estratégia, esta é mortal. Alguns governantes, que se consideram “donos do poder”, usam para comprar o seu voto e até da sua família, é a oferta de “emprego com a promessa de lhe garantir uma vaga após as eleições. Aí você acredita e acaba caindo no conto.

Depois das eleições, caso ele ganhe, você ver tudo ao contrário. Você que vendeu ou trocou o seu voto e até induziu a pessoas da sua família a fazer o mesmo por aquele emprego, vai para a rua. É o que mais se vê. Sem querermos induzi-lo à desonestidade, se algum desses políticos desonestos vier querendo comprar ou trocar o seu voto, aceite e vote em quem achar melhor”.

“O BOM SERIA SE VOCÊ NÃO VENDESSE E NEM TROCASSE O SEU VOTO”



Atenção Justiça Eleitoral: Oferta de emprego, bolsas e outras vantagens esta rolando escancarada na cidade de Olho D’água do Borges


Em poucos dias de campanha eleitoral, o município de Olho D’água do Borges se depara como a mesmice de todas as eleições. Ou seja, a oferta escancarada de emprego, bolsas, serviços das maquinas do PAC, entre outras ofertas em troca do voto para reeleição do prefeito Brenno Queiroga.

O alerta está sendo  feito pela população que o prefeito e as equipes de funcionários da prefeitura estão chegando nas residências oferecendo emprego, bolsas e outros tipos de promessas para  obter o voto das famílias beneficiadas com tais promessas. Todo dia está  chegando ao nosso conhecimento varias tipos de denuncia de oferta de emprego em troca do voto. 

Mas o mais absurdo, é que as pessoas ainda caem no conto do vigário. Esses empregos tem prazo de validade. Só valem até o dia da eleição, após a eleição, todos estão no olho da rua, será uma demissão em massa de "empregados" que na realidade só existiu para subtrair o voto dessas pessoas desinformadas.

Comprar voto é um crime previsto na Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97 – artigo 41-A) e pode levar à cassação do registro ou do diploma do candidato. De acordo com a lei, o candidato não pode doar, oferecer, prometer ou entregar ao eleitor nenhuma vantagem pessoal de qualquer natureza com o fim de obter seu voto. Esse pedido não precisa nem mesmo ser explícito para caracterizar a compra de votos, ou seja, se houver evidência do crime já é suficiente para ensejar a punição.

Nova lei poderá punir, no âmbito eleitor que vende voto.
O próximo passo para acabar com a troca e compra de votos, será uma lei que está sendo elaborada para punir o eleitor que for flagrado vendendo ou trocando  voto. A proposta inicial é que fique impedido, por um período de tempo, de assumir cargos públicos, entre outros tipos de,punição.

Só existe o politico corrupto que compra o voto para se eleger, porque existe o eleitor corrompido que vende e troca o voto por algum tipo de vantagem, e ai vai passa quatro anos sofrendo, sem poder reclamar e cobrar seus direitos, pois seu voto foi transformado em mercadoria , sem falar, que aquele eleitor que vende seu voto,  também prejudica os cidadãos que votaram livres e conscientes.

Mural Eletrônico é instituído no âmbito da Justiça Eleitoral potiguar.


A partir desta segunda-feira (22), conforme previsto na Resolução TRE-RN nº 12, de 18/8/2016, o Mural Eletrônico foi instituído como meio oficial de publicação, em Secretaria ou em Cartório Eleitoral, dos atos judiciais e ordinatórios proferidos no âmbito da Justiça Eleitoral do Rio Grande do Norte, no período de 22 de agosto a 16 de dezembro de 2016. 

Com a publicação das decisões e despachos no Mural Eletrônico, os candidatos, partidos e coligações, bem como seus advogados, poderão consultar o inteiro teor dos atos processuais pela internet, evitando o deslocamento até a Secretaria ou ao Cartório para ter ciência desses atos. 

A Secretaria Judiciária do TRE-RN ressalta que o benefício maior trazido pelo Mural Eletrônico é a praticidade e a rapidez na publicação das decisões, aspectos fundamentais a serem observados durante o período eleitoral, em razão da necessidade de ser conferida a máxima celeridade aos prazos processuais. 

Na página do Mural na internet, os interessados poderão utilizar um ou mais critérios de pesquisa para localizar as decisões publicadas, como, por exemplo, a zona eleitoral, o nome da parte, o nome do advogado ou a data da publicação.

O Mural Eletrônico pode ser acessado no seguinte endereço: http://www.tre-rn.jus.br/jurisprudencia/mural-eletronico/mural_eletronico.

Municípios brasileiros fora da lei, mas vereadores não usam ferramentas disponíveis para investigar.

São 4.638 prefeituras com ficha suja no Cadastro Único de Convênios (Cauc) – sistema da União que recebe as informações administrativas, fiscais e contábeis dos Estados e municípios.

Muitos prefeitos nunca ouviram falar em Relatório Resumido da Execução Orçamentária.

Também não conseguem incluir os dados no Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi).

E os candidatos a ocupar a moita, conhecem? — é a vez de perguntar.

O tumulto não é maior porque os vereadores também não sabem que há diversas ferramentas para investigar os prefeitos. Ou têm horror a fazer oposição.

As entidades municipalistas e as Escolas de Contas dos Tribunais de Contas das unidades federativas auxiliam quem realmente quer ser um bom gestor.


Com um pé em Curitiba: PGR pede desmembramento de caso de Henrique Alves para que Curitiba apure crime financeiro


O negócio está ficando complicando para Henrique Alves, alguns advogados da terrinha dizem que ele caindo no colo do Sergio Moro a desgraça está feita. Ontem , a Coluna Painel da Folha de São Paulo informou que Janot quer empurrar Henrique para os cuidados de Moro em Curitiba.

Veja o que diz a Coluna Painel:
A Procuradoria-Geral da República pediu ao Supremo o desmembramento do caso de Henrique Alves para que o Ministério Público em Curitiba investigue se o ex-ministro Henrique Alves cometeu crime financeiro. Ele já foi denunciado ao STF por corrupção e lavagem de dinheiro.


MPE impugna 11 registros de candidaturas à Câmara de Mossoró

O Ministério Público Eleitoral (MPE-RN) impugnou o registro de candidatura de 11 postulantes à Câmara Municipal de Mossoró, entre eles os vereadores Jório Nogueira (PSD), presidente do Legislativo, e Flávio Tácito (PPL), que cumpre o segundo mandato.

Veja a lista:
Flávio Tácito (PPL)
Paulo Frutuoso (PDT)
Gildivan Alves (PSDB)
Erivaldo Pereira Tomaz (PRP)
Aloisio Soares (PTN)
Gidlaf Macario de Morais (PTN)
Josivan Alberto da Costa (PTN)
Francione Bezerra de Oliveira (PRP)
Francisco Carlos Pereira (PRP)
Betinho Rosado (PP)

Além das impugnações apresentadas pelo MPE, também foram registrados as ações de impugnação de registro de candidatura (AIRC) contra Rosalba Ciarlini (PP), candidata à Prefeitura pela coligação Força do Povo, impetradas pelos adversários Silveira Júnior (PSD) e Tião da Prest (PSDB). Leia AQUI.

O MPE questiona que esses candidatos estão irregulares na prestação de contas das eleições de 2012, além de outros problemas na documentação.

As ações do MPE tramitam na 34ª Zona Eleitoral, responsável pelo registro de candidaturas. O juiz titular Cláudio Mendes tem até o dia 12 de setembro para julgar todos os pedidos de registro de candidaturas e as impugnações.


IBOPE/INTERTV: Carlos Eduardo lidera com 40%. Em 2º vêm empatados Márcia, Kelps, Mineiro e Robério

O Ibope divulgou, nesta terça-feira (23), a primeira pesquisa de intenção de voto na corrida para a Prefeitura de Natal (RN):

– Carlos Eduardo (PDT) – 40%
– Fernando Mineiro (PT) – 7%
– Kelps Lima (SD) – 7%
– Márcia Maia (PSDB) – 7%
– Professor Robério (PSOL) – 7%
– Freitas Júnior (Rede) – 1%
– Rosália Fernandes (PSTU) – 1%
– Branco/Nulo – 25%
– Não sabe/Não responderam – 5%

A pesquisa foi encomendada pela Inter TV Cabugi, afiliada da TV Globo. O Ibope ouviu 602 eleitores entre os dias 19 e 22 de agosto. A margem de erro é de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de quatro pontos, a probabilidade do resultado retratar a realidade é de 95%. Ela está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN), sob o número 03933/2016.

Emparn registra chuvas em 27 postos pluviométricos do RN no fim de semana


Da manhã de sexta-feira (19) até a manhã desta segunda-feira (22), a Gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN) registrou chuvas acumuladas em 27 postos pluviométricos monitorados pelo estado. As chuvas mais fortes ocorreram nas mesorregiões Leste e Agreste.

Na mesorregião Leste, choveu mais forte em Nísia Floresta, 72,3mm, seguida por Goianinha, 61,0mm; Parnamirim (Base Física da EMPARN), 55,7mm; Senador Georgino Avelino, 44,2mm; Canguaretama, 43,2mm; Natal, 40,4mm; Pureza, 31,9mm; Baía Formosa (Destilaria Vale Verde), 25,8mm; São Gonçalo do Amarante (Base Física da EMPARN), 21,7mm; Montanhas, 11,2mm e Ceará-Mirim, 4,0mm.

Na mesorregião Agreste, foram registradas chuvas em Monte Alegre, 58,0mm; Lagoa de Pedras, 34,6mm; São Pedro, 31,0mm; Santo Antonio, 27,0mm; Tangará, 26,5mm; Ielmo Marinho, 25,5mm;  Bom Jesus, 24,3mm; Rui Barbosa, 22,0mm; Serrinha, 21,4mm; Boa Saúde, 15,6mm; São Paulo do Potengi, 15,0mm; João Câmara, 11,4mm; Sitio Novo, 11,0mm e  Passa e Fica,  7,5mm.

Na mesorregião Central, choveu apenas em Jardim de Angicos: 16,0 milímetros (mm). Já na mesorregião Oeste do RN não foram registradas precipitações durante o período. Para o restante desta segunda-feira, a previsão é de predominância de céu parcialmente nublado a claro. As temperaturas variam entre 23ºC e 29ºC.



O secretário estadual da Segurança Pública do Rio Grande do Norte, Ronaldo Lundgren, recebeu a imprensa nesta segunda-feira (22), na sede da Sesed, em Natal, e explicou quais serão os próximos passos a serem tomados pelas forças de segurança do Estado após o fim da operação que contou com a participação das tropas federais na região Metropolitana.

Nesta terça (23), o Exército, a Marinha e Aeronáutica encerram suas ações, iniciada no dia 4 de agosto, a fim de coibir os atos de vandalismo iniciados com a instalação de bloqueadores de celulares no Presídio Estadual de Parnamirim (PEP) em apoio ao Governo do Estado.

Agora, a Polícia Militar reassumirá o controle de pontos que estão sendo ocupados pelos militares federais. “Existe um Plano de Substituição já elaborado onde a PM começa a reassumir esses locais já no início desta terça, como os corredores turísticos e de transportes públicos, áreas comerciais e bancárias e no aeroporto de São Gonçalo do Amarante”, explicou Ronaldo Lundgren.

O secretário também fez um balanço positivo da "Operação Guardião", desencadeada para um maior controle do sistema prisional. “Consideramos a operação um sucesso. Com a vinda das Forças Armadas, conseguimos retomar a normalidade em nossa cidade e permitir que as nossas polícias realizassem diversas prisões de pessoas envolvidas com esses atos. Mostramos que o Estado é mais forte”, afirmou.

Por fim, Ronaldo Lundgren disse que já existe um planejamento para a instalação de bloqueadores em outras unidades prisionais do RN e ainda frisou que pode pedir o apoio da Força Nacional. “No momento oportuno, se houver necessidade, o governador Robinson Faria irá solicitar o apoio da Força Nacional, que irá fazer um trabalho tão bom quanto o que foi feito pelas Forças Armadas”.

Das 112 pessoas conduzidas às delegacias do estado do RN por suspeita de envolvimento em atos de vandalismo, 83 permanecem detidas. Outras 29 pessoas tiveram prisões relaxadas pela Justiça ou foram liberadas por falta de materialidade ou continuam sendo investigadas. Ao todo 91 procedimentos foram instaurados durante a operação



Carlos Augusto na ‘dianteira’ em Parnamirim

A pesquisa do Blog do BG, 98FM e do Meio Dia RN, realizada pelo Instituto Consult, avaliou o percentual de votos cristalizados de cada um dos candidatos a prefeito de Parnamirim. E entre os todos os nomes, o deputado estadual Carlos Augusto é o que apresenta o maior percentual.
Na análise dos perfis do eleitorado de cada um dos candidatos, 26,8% com certeza votará em Carlos Augusto, 24% com certeza votará no vereador Rosano Taveira, 9% votará com certeza no presidente da Câmara Ricardo Gurgel e 4,6% com certeza votará no professor Tito Holanda.
A pesquisa foi realizada no dia 13 de agosto com 500 entrevistas. Ela foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número 08110/2016 e possui margem de erro de 4% com grau de confiabilidade de 95%.
AgoraRN

CONTRA FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS: Enquanto prefeito discursava dizendo que temos a melhor saúde do estado mãe leva filho com febre ao hospital e não tem medico para atender

As pessoas que procuram o hospital do município para atendimento medico sempre são surpreendido com a informação de que não existe medico na maioria das vezes. E ontem a noite não foi diferente. 

Enquanto o prefeito da cidade discursava num comício em prol de sua candidatura a reeleição, dizendo que aqui tem a melhor saúde do estado, uma mãe de família do Conjunto Alfredo Xavier procurou o hospital para consultar uma criança que estava com 40 grau de febre, e infelizmente como sempre, não tinha medico, desesperada,  ela teve que se deslocar ate a cidade de Umarizal, para consultar seu filho.

E ai prefeito, vendendo gato por lebre? De quem é mesmo a culpa pela falta de medico no hospital? É da oposição? É do governador?

Que vergonha!!!!!!!! 

RN estuda viabilidade econômica de transformar água do mar em potável


A estiagem prolongada pelo quinto ano consecutivo preocupa todo o Nordeste brasileiro. No Rio Grande do Norte não é diferente. Mas, é em meio a esse cenário que surge a esperança. Os dessalinizadores de água do mar podem ser a solução para transformar a água salgada (do oceano) em potável, e assim abastecer grande parte dos municípios potiguares – que são castigados pela seca. 

A medida já está sendo estudada desde o ano passado pela Secretaria do Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), pelo Instituto de Gestão de Águas do Estado do Rio Grande do Norte (Igarn) e outros órgãos. De acordo com o titular da Semarh, Mairton França, o projeto é viável tecnicamente e já tem uma concepção pronta, mas é preciso avaliar a viabilidade econômica para o Estado. 

A tecnologia já é aplicada em Israel. “A concepção está pronta. Mas, é preciso a regulamentação da lei que prevê o uso do percentual de 3% de energia eólica e solar para a dessalinização. Temos que definir procedimentos. Sabemos que é viável tecnicamente, só estamos avaliando se é viável economicamente”, afirmou Mairton. 

Mairton conta que o Estado vem analisando o projeto desde o ano passado. Macau seria o município por onde se deve começar o trabalho. A cidade, que possui aproximadamente 25 mil habitantes, está localizada numa ilha, banhada pelo desaguar do rio Piranhas/Açu e o oceano Atlântico. Apesar de ser banhada por água, embora salgada, é uma das várias que sofrem com a estiagem.


“Esse projeto é de máxima importância para o Estado, no entanto não é a principal prioridade hoje porque estamos em calamidade e pela questão financeira – porque precisamos de recursos e o Governo Federal está um pouco fechado”, ressaltou o secretário. 

Em contraponto a isso, por conta da reutilização da água salgada, Israel tem se destacado. O país sofria severa seca quando, em meados de 2007, através de incentivo do governo, quatro usinas dessalinizadoras foram instaladas. O país recicla 86% de seu esgoto doméstico e 55% deste é aplicado na agricultura. De fato, um exemplo, tanto é que em novembro de 2015 representantes da Semarh e Igarn foram a Israel conhecer de perto o que pode salvar os potiguares da seca. 

Diante da atual situação hídrica não só do RN, mas do Nordeste, e as previsões climáticas negativas ao excesso de chuvas, o projeto de dessalinização da água salgada torna­se uma das principais alternativas para combater a seca. 

Em conversa com o jornal MOSSORÓ HOJE, o secretário Mairton afirmou que os níveis dos reservatórios continuam em situação preocupante. A barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves, a maior do Estado, chega pela primeira vez na história a marcar 17% de sua capacidade total, que é de 2,4 bilhões de metros cúbicos de água. Já o açude Itans, em Caicó, só terá água para abastecimento até fevereiro de 2017. O reservatório está com apenas 5% de sua capacidade total, que é de 81,7 milhões de metros cúbicos. As regiões Seridó e Alto Oeste são as que mais estão sofrendo com a seca.

Campanha para Robinson, só fora do expediente administrativo


Tem repercutido bem a decisão do governador Robinson Faria em manter-se discreto na eleição deste ano e dedicado exclusivamente a administração estadual.

Em Natal o governador tem observado já que ele prefere a eleição de um candidato que tenha dialogo e desenvolva uma parceria administrativa.

Robinson tem como prioridades para Natal a construção da terceira ponte sobre o rio Potengi com a avenida norte-sul ligando o município de Macaíba até a praia de Pirangi do Norte, e a modernização da avenida Roberto Freire.

Um prefeito em desacordo com o governador pode atrapalhar e atrasar essas obras.

O governador está fazendo obra de esgotamento sanitário para deixar Natal 100% com coleta, mas o prefeito de Natal diz que não vai fazer estação de tratamento que é de responsabilidade da prefeitura.

Durante o expediente nenhum candidato convide Robinson para fazer campanha, se convidar levará um não como resposta.

Campanha breve e inédita

Sob as regras da minirreforma política aprovada pelo Congresso no ano passado, as eleições municipais ainda não despertaram a atenção do eleitorado, que reage friamente aos primeiros eventos.
É bom lembrar que a campanha, diferente das anteriores, foi reduzida à metade o financiamento ficou limitado a uma fração dos gastos correspondentes a 2012.
Também estão vetadas doações de empresas, o que, a pretexto de combater a corrupção, poderá resultar em mais, e não menos, caixa dois. Teremos uma campanha breve e inédita.
Fonte: Robson Pires

 
Copyright © 2010-2013 Blog do Gilberto Dias | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento » RONNYdesing | ronnykliver@live.com - (84)9666-7179