Olho D'água do Borges/RN -

Desespero: Ex-prefeito de Olho D’água do Borges publicou ofensas pessoais ao Blogueiro Gilberto Dias

Jose Gilberto Dias on Twitter: "Blog do Gilberto Dias: Semana ...
Blogueiro Gilberto Dias

O ex-prefeito Jackson Queiroga, ofendeu de forma covarde e sorrateira, através das redes sociais, a honra e a dignidade desse blogueiro e cidadão integro, Jose Gilberto Dias. Isso comprova o estado de descontrole emocional e desespero que esse indivíduo está vivendo. Para se ter o tamanho da insanidade, até meu pai, falecido há mais de três anos, ele o ofendeu.

Quero aqui agradecer as centenas de ligações e mensagens de apoio e solidariedade recebidas  dos amigos, desde a hora da publicidade desse atentado, quero informa-los que estou tomando todas as providencias cabíveis para, em breve, dar uma resposta à altura a esse elemento que tem um histórico de condenações por desvio de recursos público, seja em ações criminais, cíveis e administrativas.

Estou com a consciência tranquila, podem puxar minha ficha criminal em todos os tribunais do planeta, que só vai aparecer NADA CONSTA! Já com relação a esse elemento, não posso dizer o mesmo.

Me aguardem!!! 

Com queda de 25,62%, primeiro FPM de agosto será pago na segunda-feira (10)

 02032016 FPMdiminuindo GovGO

Com uma queda de 25,62%, o primeiro repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) no mês de agosto chega aos cofres na próxima segunda-feira, 10 de agosto. O repasse total será de R$ 3.693.287.001,43, mas, com o desconto do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), será de R$ 2.954.629.601,14.

A área de Estudos Técnicos da Confederação Nacional de Municípios (CNM) analisou os dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e, ao comparar o 1º decêndio de agosto de 2020, ao mesmo decêndio do ano anterior, chegou à queda de 25,62%. Essa fica ainda maior quando se avalia o valor deflacionado, ou seja, levando em com a inflação do período, chegando a uma queda de 26,76%.

A entidade explica que o primeiro decêndio sofre influência da arrecadação do mês anterior, uma vez que a base de cálculo para o repasse é dos dias 20 a 30 do mês anterior. O 1º decêndio, geralmente, é o maior do mês e representa quase metade do valor esperado para o mês inteiro.

Pelos cálculos dos Estudos Técnicos da CNM, o FPM acumulado em 2020 já representa uma queda de 9,61% em relação ao mesmo período do ano anterior, isso levando em conta os eleitos da inflação.

Recomposição
A CNM lembra que, com a aprovação da Medida Provisória (MP) 938/2020, o FPM esteve garantido até o mês de julho. Agora, a entidade aguarda a sanção o Projeto de Lei de Conversão (PLV) 26/2020, para que as perdas no Fundo seja recompostas até novembro deste ano, na expectativa de que os efeitos negativos na arrecadação sejam os menores possíveis.

Secretário de Educação Getúlio Marques, descarta cancelar ano letivo de 2020

 

O Secretário de Educação do RN, Getúlio Marques, disse em entrevista ao Jornal das Seis, da 96 FM, na noite desta sexta-feira (7) que é possível que as escolas privadas voltem às aulas antes das públicas no Estado.

Por telefone, Getúlio disse que “a volta presencial de forma gradual é possível em qualquer entidade, seja pública ou privada, desde que a escola esteja preparada e que naquele local, naquela região, cidade, as condições sanitárias estejam controladas. Esse é o critério”. O secretário complementou dizendo que o Governo do Estado vai acompanhar aquilo que o comitê científico indicar.

Sobre o ano letivo de 2020, Getúlio disse que “apesar de comprometido, o ano não pode ser perdido”.

Ensaiando a mudança que já era esperada

  mudar é foda - vinícius novaes - Medium

Circulou nas redes de WhatsApp dessa quinta-feira 06, uma foto insinuando a já esperada mudança de nome na chapa majoritária da oposição.

Mudança que o blog já havia previsto anteriormente em função das condenações, por órgãos colegiados, do pertenço candidato Jackson Queiroga, todas com o trânsito em julgados. Veja aqui.

Até o momento nada de oficial sobre a possível mudança – Apenas uma "estratégia" da fragilizada oposição, para medir a reação da “base”, que diga-se de passagem, não foi nada boa. O silencio foi generalizado. 

É aquilo que falei anteriormente - Será que o povo de Olho D'água do Borges vai querer votar numa candidata laranja? 

O silencio em relação a nova chapa da oposição não seria para menos: “Uma traiu seus aliados na eleição municipal de 2016, a outra, detesta os novos aliados”.

Moral da historia: A viola está desafinada e o que já estava ruim poderá ficar ainda pior.

Cultura: Estados e municípios devem cadastrar planos de ação na Plataforma + Brasil

Plataforma + Brasil está aberta para que os estados, Distrito Federal e municípios façam cadastramento para recebimento dos recursos do auxílio emergencial da cultura, previstos na Lei 14.017/ 2020, mais conhecida como Lei Aldir Blanc, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro em 29 de junho. A informação foi divulgada pelo Secretário Especial de Cultura, Mário Frias, em suas redes sociais.

“Você que é secretário municipal de cultura ou secretário estadual não esqueça de orientar sua equipe para inserir os dados do seu estado e do seu município na Plataforma + Brasil”, disse.

O Governo Federal destinará R$ 3 bilhões para ações emergenciais de apoio ao setor cultural e seus trabalhadores durante a pandemia de coronavírus. O valor poderá ser destinado a:

1) Renda emergencial mensal aos trabalhadores da cultura no valor de R$ 600,00 por três meses. Os trabalhadores não podem ser beneficiários do auxílio emergencial pago pelo governo.

2) Subsídio mensal para manutenção de espaços artísticos e culturais, microempresas e pequenas empresas culturais, cooperativas, instituições e organizações culturais comunitárias que tiveram as suas atividades interrompidas por força das medidas de isolamento social. O valor mínimo será de R$ 3 mil e o máximo de R$ 10 mil a ser definido pelo gestor local.

3) Iniciativas de fomento cultural como editais, chamadas públicas, prêmios, aquisição de bens e serviços vinculados ao setor cultural e outros instrumentos destinados à manutenção de agentes, de espaços, de iniciativas, de cursos e de produções, de desenvolvimento de atividades de economia criativa e de economia solidária, de produções audiovisuais, de manifestações culturais, bem como à realização de atividades artísticas e culturais que possam ser transmitidas pela internet ou disponibilizadas por meio de redes sociais e outras plataformas digitais.

Toda a operacionalização dos repasses será feita por meio da Plataforma + Brasil. O gestor deve cadastrar o plano de ação e indicar a agência de relacionamento no Banco do Brasil para onde será feita a transferência. O estado ou município deverá enviar um relatório de gestão e recolher os recursos não aplicados em um prazo de até 180 dias.

“A gestão e distribuição dos recursos é de responsabilidade dos entes locais e a verba deverá ajudar os artistas, trabalhadores da cultura, espaços e empresas culturais durante o período da pandemia”, lembrou o secretário Mário Frias.

Um dos locais atendidos é São Paulo com cerca de R$ 566 milhões. Segundo o secretário de Cultura e Economia Criativa do Estado, Sérgio Sá Leitão, a maior parte dos recursos irá para o pagamento de renda mensal aos trabalhadores e subsídio para manutenção de espaços artísticos e culturais. Sérgio Sá Leitão ressaltou a importância do apoio ao setor, que segundo ele, emprega 1,5 milhão de pessoas no estado. “É uma excelente iniciativa no sentido de mitigar o impacto da crise gerada pela pandemia do coronavírus e também criar as condições para uma retomada mais acelerada dessas atividades”, afirmou.

“Estamos falando de um setor chave da economia brasileira que tem uma imensa capacidade de contribuição para o desenvolvimento na forma de geração de emprego, geração de renda, geração de oportunidades e de inclusão. Um setor estratégico que merece a devida atenção e está recebendo por meio da Lei 14.017”, destacou.

Valores

De acordo com o Ministério do Turismo, metade dos R$ 3 bilhões é destinada aos estados e Distrito Federal. A outra parte para os municípios. A divisão dos recursos por região ficou assim:

Centro-Oeste: R$ 229.056.593

Nordeste: R$ 908.407.979

Norte: R$ 327.265.525

Sul: R$ 410.035.297

Sudeste: R$ 1.133.404.449

Deputado Sandro Pimentel propõe emendas que podem viabilizar acordo entre Governo e oposição para reforma da previdência estadual

 

O deputado estadual Sandro Pimentel (PSOL) sugeriu duas emendas que podem facilitar um acordo entre Governo e oposição viabilizando a reforma da previdência estadual.

Na primeira ele sugere que alíquotas iniciem em 7,5% para quem recebe até um salário mínimo (na proposta do governo há uma taxação inicial de 12% para quem recebe até R$ 2.500) chegando a 18% para quem ganha mais de R$ 20 mil. A proposta do Governo tem como limite 16% para tem salário acima de R$ 15 mil.

A segunda proposta eleva a isenção dos inativos para a o limite salarial de R$ 6.101,06 e, a partir daí, descontos que começariam em 15% seguindo a mesma taxação prevista para os servidores da ativa. A proposta do Governo propõe isenção apenas até R$ 2.500.

Mesmo fazendo oposição à esquerda da governadora Fátima Bezerra (PT), Sandro Pimentel reconhece que a reforma é inevitável. “Após a derrota que sofremos em nível nacional, a Reforma aqui no RN é inevitável e precisa ser feita. Mas, como discordo do texto como está, todo o meu esforço foi na intenção de reduzir a dor, o impacto sobre os trabalhadores e trabalhadoras. Esse é objetivo dessas quatro emendas que espero conseguir apresentar: contribuir e enriquecer esse debate tão importante, além de garantir equidade e mais justiça. Conto com os meus colegas deputados para conseguir as 8 assinaturas necessárias para o debate seja verdadeiramente democrático e todas as posições possam se manifestar”, analisou.

Além da assinatura do autor, as emendas contam com os endossos dos deputados Gustavo Carvalho (PSDB), Hermano Morais (PSB), Cristiane Dantas (SD), Galeno Torquato (PSD) e Coronel Azevedo (PSC). Faltam duas assinaturas para que ela possa ser proposta em plenário.

Um acordo em torno dessa emenda é bem possível porque garante a reforma e aumenta a margem de pessoas não prejudicadas pela reforma.

Bolsonaro assina MP que destina R$ 1,99 bi para vacina contra covid no Brasil

 

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta quinta(6), no Palácio do Planalto, uma medida provisória destinando crédito extraordinário de R$ 1,99 bilhão para viabilizar a fabricação de vacina contra o novo coranavírus (covid-19) no país.

A vacina contra a covid-19 foi desenvolvida pela Universidade de Oxford (Inglaterra) e está sendo testada no Brasil por meio de uma parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

As primeiras 30,4 milhões de doses vão chegar em dois lotes: metade, 15,2 milhões, em dezembro e a mesma quantidade em janeiro. “Com o avanço da ciência, acreditamos que, em dezembro, talvez, já passemos o ano novo de 2021 com pelo menos 15,2 milhões brasileiros vacinados para covid-19 e possamos juntos construir essa nova história da saúde pública do nosso país”, disse o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Correia.

Além desses dois lotes, mais 70 milhões de unidades da vacina serão disponibilizadas gradativamente, a partir de março de 2021. O medicamento está sendo desenvolvido pela farmacêutica britânica AstraZeneca, em conjunto com a Universidade de Oxford, e já se encontra em fase de testes clínicos em vários países, incluindo o Brasil.

A vacina contra o covid-19, desenvolvida pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, com testes no Brasil, poderá ficar disponível à população ainda este ano. A afirmação foi feita por Maria Augusta Bernardini, diretora-médica do grupo farmacêutico Astrazeneca. O grupo anglo-sueco participa das pesquisas da universidade inglesa em parceria com Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

“Esperamos ter dados preliminares quanto a eficácia real já disponíveis em torno de outubro, novembro”, disse Bernardini. Segundo ela, apesar de os voluntários serem acompanhados por um ano, existe a possibilidade de distribuir a vacina à população antes desse período.

“Vamos sim analisar, em conjunto com as entidades regulatórias mundiais, se podemos ter uma autorização de registro em caráter de exceção, um registro condicionado, para que a gente possa disponibilizar à população antes de ter uma finalização completa dos estudos”, acrescentou, destacando que os prazos podem mudar de acordo com a evolução dos estudos.

Fonte: Agência Brasil

Ranking dos Políticos: Pré-candidato do PT em Natal é o pior parlamentar do RN

O pré-candidato a prefeito de Natal pelo PT, senador Jean Paul Prates, é o pior entre os deputados federais e senadores pelo Rio Grande do Norte, de acordo com o Ranking dos Políticos, site que avalia o desempenho dos mandatários de cada estado da federação.

Com -98 pontos, o senador pelo PT-RN é o último colocado da bancada do RN e está em 569º na classificação geral.

O PT decidiu no último sábado (1º) escolher Jean Paul como o pré-candidato do partido à Prefeitura de Natal. A escolha acabou isolando o grupo da deputada federal Natália Bonavides, que após desistir da possibilidade de ser a candidata do partido teria passado a apoiar nos bastidores o nome do médico Alexandre Motta.

O nome de Jean Paul, por sua vez, contou com o apoio dos grupos da governadora Fátima Bezerra e do ex-deputado estadual Fernando Mineiro.

O portal Grande Ponto pediu um posicionamento do senador em relação à sua avaliação pelo site Ranking dos Políticos, mas a assessoria de imprensa informou que ele não irá comentar.

 Fonte: Portal Grande Ponto.

Festa do Boi 2020 não será realizada presencialmente, comunica Anorc

Potiguar Notícias

A Associação Norte-Riograndense de Criadores (Anorc) descartou a realização presencial da Festa do Boi, como medida de segurança no combate à pandemia do novo coronavírus. Em nota, a Anorc afirmou que há a possibilidade de o evento acontecer virtualmente.

Segundo a Anorc, a realização neste ano, nos moldes tradicionais, não seria possível sem uma vacina para a Covid-19. A associação considera um “genocídio” o ato de promover eventos durante a pandemia.

As medidas tomadas pela Associação irão ser apresentadas à governadora Fátima Bezerra (PT). O modelo virtual de evento deve ser estudado e pode ser adotado para que a Festa do Boi não deixe de acontecer em 2020.

Evento agropecuário mais tradicional do RN, a Festa deve seguir os moldes da Agrishow (SP), Expozebu (MG), Expogenética (MG) e Expointer (RS).

CONFIRA A NOTA:

“Reunida da noite desta terça-feira, 4, na sua casa (o Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim), a diretoria da Associação Norteriograndense de Criadores (Anorc) debateu as possibilidades relativas à Festa do Boi 2020 diante do cenário de pandemia em virtude da Covid-19. Além disso, os diretores analisaram as recentes notícias veiculadas pela imprensa do estado sobre o assunto. Para evitar distorção de fatos ou ruídos de comunicação, a entidade vem a público esclarecer os seguintes pontos:

Há mais de 30 anos tem sido única e exclusivamente da Anorc a coordenação e execução efetiva da Festa do Boi, sempre em parceria com o Governo do Estado que é apoiador e incentivador da mesma;

No entendimento da diretoria da Anorc, a realização do evento este ano, nos moldes tradicionais, está totalmente descartada visto que, sem a existência de uma vacina para a Covid-19, tal atitude poderia ser comparada a um genocídio, que colocaria em risco as vidas de milhares de pessoas e, ainda, se traduziria em uma severa ameaça às curvas de redução dos números de infectados e de mortos que felizmente começamos a registrar em nosso estado.

Fica claro, portanto, que uma eventual realização presencial da Festa do Boi 2020 iria de encontro, inclusive, à essência do “Pacto Pela Vida” defendido pelo Governo do Estado e que merece o nosso aplauso e respeito.

O posicionamento de não realizar o evento presencial é, também, uma atitude de profundo respeito por cada uma das mais de 52 mil pessoas já contaminadas oficialmente pela Covid-19 no estado e, principalmente, por todos os quase 1.900 potiguares que já perderam a vida em consequência da doença. Vale registrar que entre este enorme contingente estão grandes nomes da agropecuária deste estado, aí incluídos diretores, ex-diretores e um ex-presidente da Anorc, que felizmente se recuperou da doença depois de uma duríssima batalha que, por vários dias, o manteve preso a um leito de UTI, em uma comovente luta pela vida que marcou fortemente a todos os que fazem o segmento agropecuário potiguar.

A opção de não realizar presencialmente a Festa do Boi 2020 é um posicionamento corroborado pelas entidades parceiras da Anorc na realização do evento todos os anos, como a Ancoc, ANQM e todos os Núcleos de Criadores. Além disso, trata-se de uma decisão responsável, sensata e equilibrada, que se alinha ao que já foi feito em relação aos grandes eventos agropecuários do Brasil este ano como Agrishow (SP), Expozebu (MG), Expogenética (MG) e Expointer (RS). Uma possível realização da Festa do Boi 2020 em formato virtual não está descartada, estando o modelo e seus detalhes ainda em estudo.

Por fim, a diretoria esclarece que irá levar seu posicionamento à governadora do Estado, Fátima Bezerra, esperando encontrar na chefe do Executivo potiguar o devido, necessário e desejado apoio.“

Secretário dá a entender que não haverá mais negociação com deputados da oposição

Carlos Eduardo Xavier: "Não há concorrência leal com sonegação ...

Durante entrevista no Jornal Na Hora 95, nesta terça-feira (03), o secretário de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, disse acreditar que a reforma previdência será votada no final de agosto ou início de setembro na Assembleia Legislativa. Além disso, o secretário afirmou que já atendeu reinvindicações dos deputados, que era a votação presencial, e que agora os parlamentares não têm mais desculpas para não votar a PEC.

Para um bom entendedor, o secretário está afirmando que não vai ter negociações com os deputados da oposição.

Existem duas propostas que são de extrema relevância para os servidores: A alíquota progressiva começando em 8%, e a taxação dos inativos a partir de R$ 3.500,00. Os deputados de oposição querem abrir o debate entre a Assembleia Legislativa e os servidores para melhorar a PEC da Morte, secretário.

Lembrando que a bancada do governo conta com 13 deputados, mas precisa de 15 para aprovar a PEC. Então, secretário, tem que ter diálogo e negociação, sim! Mais que isso, não pode tirar o dinheiro dos servidores mais humildes. Essa PEC da Morte não será aprovada!

 

PT do RN entrega os pontos

Blog do Gilberto Dias: PT do RN fará contra-ataque com impeachment ...

As eleições municipais na capital do Rio Grande do Norte mostrou o fracasso da atual gestão estadual e isso foi comprovado em pesquisa, onde o candidato que tivesse o apoio do governo já entraria com 63% de rejeição entre os natalenses. Feito isso a deputada federal Natalia Bonavides, a mais votada do pleito passado, decidiu abrir mão de sua pré-candidatura e, sem nome o PT optou por ter o senador Jean Paul Prates. 

Ele não é norte-rio-grandense mesmo sendo senador da república. E, diga-se de passagem, é preparado, mas o povo potiguar não o conhece e vão usar a eleição em Natal como vitrine para tentar torná-lo conhecido. Ele que terá de enfrentar um nome de peso no pleito de 2022, que é o atual presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira já se apresentando com muita forca. E da forma como vai o governo do RN, Ezequiel terá uma campanha talvez a mais fácil de sua história. Aguardemos, pois.

Fonte: Coluna RN em Tópicos por Gomes Sobrinho.

Números de mortos por covid voltam a crescer e RN entra para o mapa Vermelho

O Jornal Nacional revelou que o Rio Grande do Norte vermelhou.

Os números de mortes por covid, que estavam em queda, colocando o RN no Azul, passou para o Amarelo, revelando estabilidade, e agora entra no Vermelho, com crescimento nos números de mortes.

Fonte: Thaisa Galvão.

Globo vai exibir estreia do Flamengo no Brasileirão 2020

A Globo resolveu quais jogos irá transmitir no próximo domingo (9) em TV aberta para inaugurar a temporada de transmissões do Campeonato Brasileiro em 2020. Além de Flamengo e Atlético Mineiro para o Rio de Janeiro e parte do país, a emissora carioca definiu passar Goiás e São Paulo para São Paulo e outra parte do Brasil.

A mudança aconteceu por causa da final do Campeonato Paulista entre Palmeiras e Corinthians, que causou o adiamento da partida dos clubes.

A mudança foi definida pela emissora na tarde desta terça (4), segundo apurou o UOL Esporte. O jogo do São Paulo será transmitido com narração de Gustavo Villani, com comentários de Ricardinho e Casagrande. Sálvio Spínola estará na "Central do Apito". A reportagem será de Rafael Sebba.

Tal decisão demorou mais do que o previsto pelo dilema do pay-per-view. Goiás x São Paulo era um jogo previsto exclusivamente para o Premiere, mas com o adiamento de Corinthians x Athletico Paranaense, o jogo inicialmente escolhido pela Globo, o mercado paulista ficou com poucas opções.

Santos x Red Bull Bragantino está marcado para domingo às 16h, mas o clube de Bragança Paulista ainda não fechou acordo com a Globo pelos direitos de transmissão em qualquer mídia. A Globo também pensou em exibir Flamengo x Atlético-MG também para São Paulo, mas avaliou que seria muito arriscado a atitude, por se tratar de uma rodada inicial de Campeonato Brasileiro.

Falando no jogo do Rubro-Negro, a partida que marcará a estreia do técnico espanhol Domènec Torrent em confronto contra o Galo de Jorge Sampaolli será transmitida por Luís Roberto. Curiosamente, ambos os jogos em TV aberta da Globo serão feitos dos estúdios da Globo no Rio de Janeiro, porque Luís e Villani moram na cidade maravilhosa.

Causador da mudança, a Globo vai exibir as finais do Campeonato Paulista entre Corinthians e Palmeiras, marcados para amanhã (5) e sábado (9) para quase todo o Brasil - exatos 21 estados, além do Distrito Federal. A partida terá narração de Cléber Machado, com comentários de Casagrande e Paulo Nunes.

No Sportv e no Premiere, as finais terão Odinei Ribeiro no primeiro jogo e Gustavo Villani no segundo e decisivo. A expectativa da emissora carioca é liderar a audiência na TV aberta e na TV paga.

Gasolina com novo padrão passa a valer a partir desta segunda-feira no País

A partir desta segunda-feira (3), a gasolina vendida no Brasil deverá seguir novas especificações. Com as novidades, especialistas afirmam que o combustível ganhou em qualidade, e está mais próximo do padrão europeu, ainda que isso possa pesar mais no bolso na hora de abastecer.

As mudanças valem para a gasolina do tipo C (comum) e premium, aquela indicada pelas fabricantes de carros esportivos. A Petrobras, responsável pela produção de cerca de 90% da gasolina vendida no Brasil, diz que já segue os novos parâmetros, inclusive no padrão que só entrará em vigor em 2022.

G1 entrevistou especialistas e profissionais da Agência Nacional do Petróleo (ANP) e da Petrobras e traz uma série de perguntas e respostas sobre o tema:

1. O que mudou na gasolina?

Há 3 novidades nos parâmetros da gasolina. Um deles é a exigência de uma massa específica mínima.

A massa específica, ou densidade, é a quantidade de uma substância em um determinado volume. Para a gasolina, o padrão mínimo é 715 kg/m³. Isso significa que cada litro de gasolina deve pesar, no mínimo, 715 gramas. Antes, não havia um indicador.

De acordo com Everton Lopes, mentor de tecnologia em energia da SAE Brasil (Sociedade de Engenheiros da Mobilidade), "quando a massa específica é muito baixa, há menor conteúdo energético por litro, então o consumo aumenta".

A segunda novidade é a mudança no método de contagem da octanagem da gasolina.

A octanagem é o nível de resistência da gasolina à compressão no motor. Quando a mistura de gasolina com ar entra na câmara de combustão, o pistão faz um movimento de compressão, até que a vela solta uma faísca que promove a explosão.

“Tínhamos um padrão parecido com o dos EUA. Medíamos o IAD (índice antidetonante), que é a média entre MON e RON”, disse Alex Rodrigues Medeiros, especialista em regulação da ANP.

O IAD exigido para a gasolina brasileira era de 87 octanos. Agora, segundo as novas regras, a gasolina deve ter 92 octanos, de acordo com a metodologia RON. A partir de 2022, o RON exigido sobe mais um pouco, chegando a 93 octanos.

O padrão RON é mais usado na Europa, mais adequado para motores modernos.

"Quanto maior a quantidade de octanos, mais resistente o combustível é à queima, e mais próximo do melhor nível de eficiência ele vai estar", diz Lopes.

Por fim, a ANP também introduziu a temperatura mínima de 77 °C para a destilação de 50% da gasolina. Antes, havia apenas um teto para a destilação, de 80 °C.

“A destilação garante a boa dirigibilidade, que o combustível vai ser volátil o suficiente na partida a frio para fazer a combustão”, disse Medeiros.

2. Como sei se estou abastecendo com a nova gasolina?

“Hoje, há a resolução que diz que o consumidor pode pedir ensaios de qualidade aos postos. Um deles é o de massa específica. Se, por acaso ele pedir, pode ver se está acima de 715 kg/m³”, disse Alex Medeiros, da ANP.

Com o teste, o consumidor pode ver se um dos critérios está sendo atendido.

A Petrobras, porém, afirma que já entrega o novo combustível nos postos do país. A empresa é responsável por cerca de 90% da produção de gasolina no Brasil.

“Essa gasolina já está sendo disponibilizada há muitos meses. Desde o início do ano a Petrobras já vem adequando suas refinarias e distribuidoras”, disse Rogério Gonçalves, especialista em novos produtos da Petrobras.

A companhia afirmou inclusive que já atende ao requisito de 93 octanos no padrão RON, que só vai entrar em vigor em 2022.

3. Meu carro vai ficar mais econômico?

“No consumo, todos vão sentir, em maior ou menor proporção”, disse Gonçalves, da Petrobras.

No entanto, o índice de economia de combustível não é consenso entre os especialistas, e varia de 3% a 6%.

O novo padrão da gasolina brasileira deixa os carros mais econômicos porque otimiza a queima do combustível. “Devemos observar uma menor ocorrência de batida de pino ou ignição precoce”, disse Medeiros.

“Antes, existiam gasolinas leves, voláteis. Quando adicionava o etanol, se tinha um produto com pouca energia, com poucas substâncias que proporcionam a energia necessária no motor”. Nesse caso, era necessário mais combustível para que o carro funcionasse bem.

4. Vou gastar mais para abastecer o carro?

Sim. No fim de junho, a diretora de refino e gás natural da Petrobras, Anelise Lara, disse que o litro da gasolina teria uma tendência a ficar mais caro com as novas especificações do derivado.

No entanto, a empresa não disse qual deve ser a diferença nos preços. Nesse caso, também é preciso considerar que a Petrobras já está fornecendo a nova gasolina para as distribuidoras.

No fim das contas, apesar de o motorista pagar mais pelo combustível, o veículo rodará mais quilômetros com um litro de gasolina.

Em nota, a Petrobras disse que “o ganho de rendimento de 5%, em média, proporcionado pela nova gasolina compensará uma eventual diferença no preço da gasolina”, e que “o preço do combustível é definido pela cotação no mercado internacional e outras variáveis”.

A petroleira também afirmou que “é responsável por apenas 30% do preço final da gasolina nos postos”.

5. Carros mais antigos também serão beneficiados?

Sim. Apesar de a nova gasolina ter sido pensada para motores modernos, que contam com injeção direta, por exemplo, os propulsores mais antigos também serão beneficiados com o combustível de melhor qualidade.

“Fizemos testes com veículos com injeção direta e injeção multiponto. No consumo, todos vão sentir, em maior ou menor proporção”, disse o engenheiro da Petrobras.

6. Vai ficar mais difícil adulterar a gasolina?

De acordo com os especialistas, sim.

“A nova especificação dificulta a adulteração. Normalmente, são colocados solventes leves, com baixa massa específica. Agora, como há um padrão mínimo, você evita que esses produtos leves sejam colocados”, disse Medeiros.

O especialista da ANP ainda afirma que, conforme os solventes ficam mais densos, o preço também sobe, tornando a adulteração menos rentável.

A própria ANP afirma que menos de 2% das amostras que coleta são de combustíveis adulterados. Nesses casos, a maior parte das irregularidades está na quantidade de etanol, com 57%.

Além disso, a fiscalização ficará mais fácil. “Com o parâmetro de massa específica, a ANP consegue aferir a densidade no próprio posto”, conclui Medeiros.

7. Até quando os postos poderão vender a “velha” gasolina?

Segundo a resolução da ANP, a gasolina com as antigas especificações ainda pode ser entregue nas distribuidoras até 3 de outubro, e nos postos até 3 de novembro.

Ainda assim, a Petrobras afirma já estar produzindo e entregando a nova gasolina.

8. Haverá mudanças na porcentagem de etanol?

Não. A proporção de etanol anidro (sem água) na gasolina seguirá sem alterações, em 27% na gasolina C (comum e aditivada).

9. Como fica a gasolina premium?

A gasolina comum ainda ficará abaixo do combustível premium, que passará de 91 octanos, no padrão RON, para 97. Esse tipo de combustível especial, além de ser mais caro, normalmente é recomendado pelas fabricantes de carros esportivos, que desenvolvem seus motores para essa octanagem mais alta.

Além do maior número de octanos, a gasolina premium também possui menor índice de etanol anidro de 25%.

A gasolina aditivada, como o nome já diz, um combustível comum, acrescido de aditivos, seguirá o mesmo padrão de mudanças da gasolina do tipo C. 

 
Copyright © 2010-2013 Blog do Gilberto Dias | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento » RONNYdesing | ronnykliver@live.com - (84)9666-7179