Olho D'água do Borges/RN -

Candidato a governador Brenno Queiroga responde a duas ações de improbidade administrativa e duas ação penal. Dados constam na certidão emitida pela justiça federal

O Candidato a governador, ex-prefeito de Olho D’água do Borges, Brenno Queiroga, responde a quatro processos que estão em tramitação na Justiça Federal. São duas ações de improbidade administrativas e duas ação penal.

A comprovação da tramitação dos processos constam na certidão requerida pelo ex-gestor na justiça federal e juntadas no pedido de registro de candidatura Brenno, confira AQUI.
Essas são apenas quatro, de uma enxurrada de ações de improbidade administrativas  que vêm por ai, que foram praticadas pelo ex-prefeito quando administrou o município de Olho D’água do Borges, e que poderá torna-lo um ficha suja.

Cuidado eleitor, ele enganou o povo de Olho D’água do Borges e agora que enganar o eleitor Potiguar, com essa onde de candidato da “Politica Nova”.

Quem de nós nunca ouviu esta frase dos nossos pais: “Diga-me com quem andas ou andou e te direi quem és!”





Patrimônio do candidato Brenno Queiroga evolui 660,7% em seis anos

O ex-prefeito de Olho D’Água do Borges e candidato a governador do Rio Grande do Norte, pelo Solidariedade, Brenno Queiroga, teve seu patrimônio aumentado quase 7 vezes entre 2012 e 2018.

Há seis anos atras, quando disputou as eleições de prefeito do município de Olho D’água do Borges, Brenno Queiroga declarou R$ 147.570,97 mil em bens. Confira AQUI.


Hoje, para eleição que se avizinha, sua fortuna quase milionária declarada à justiça eleitoral no valor de R$ 975.000,00. Veja AQUI.


Vale ressaltar, que o patrimônio do ex-prefeito teve um crescimento ainda maior no período de 2012 a 2016, quando disputou a reeleição e declarou junto à justiça eleitoral um patrimônio avaliado em R$ 1.224.000,00. Confira AQUI.


Assembleia Legislativa da Paraíba devolverá recursos para Poder Executivo no final do exercício, 'está sobrando dinheiro'. Porque a ALERN não toma a mesma atitude?

Organização, planejamento e eficiência. Essa foi a receita adotada pelo presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Gervásio Maia (PSB) para, em pouco menos de dois anos de mandato, conseguir fazer as reformas que a sede do legislativo necessitava e ainda economizar dinheiro.

Por conta do resultado exitoso, a expectativa é que o final do exercício o saldo positivo que ficou nas contas da Casa seja devolvido ao executivo da Paraíba. Segundo Gervásio, há sim dinheiro sobrando, sobretudo porque agora os servidores vão trocar de Banco para receberem seus proventos.

Uma competição entre Santander e Bradesco acabou dando vitória ao segundo, que já creditou pouco mais de R$ 4 mi nos cofres do legislativo.

“Tá sobrando dinheiro. Nós vendemos a folha, foi feito um leilão. Houve uma briga muito forte do Bradesco com o Santander. O valor ajustado foi de R$ 4,8 mi e esse valor deverá estar sendo creditado nas contas da Casa brevemente, mas que tinha que se fazer na sede nós já fizemos, ou seja, os investimentos de modernização nós já fizemos. Então é bem possível que nós cheguemos no final do exercício com uma boa quantia para devolver para o executivo”, disse o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Gervásio Maia (PSB)

Fonte: Pb agora.

Do Blog: Bem que a ALERN, TCE, MPE e TJRN deveria seguir o belo exemplo da ALPB, seria uma maneira do governo do RN atualizar o pagamento dos salários dos Servidores.


Com vergonha do povo, Candidato a governador Carlos Eduardo, Esconde o sobrenome “Alves” e o vice Kadu, esconde o sobrenome “Rosado”

O candidato a governador Carlos Eduardo Alves e seu vice-governador Kadu Rosado retiraram seus sobrenomes da propaganda eleitoral.

A decisão de retirar o Alves e Rosado é para disfarçar que não pertencem as oligarquias que acabaram com o RN, levando nosso Estado ao caos que passamos nos últimos 8 anos.

A repercussão é muito ruim, uma pessoa que rejeita sua própria família ou omite seus laços para obter votos não merece a confiança de ninguém, é o que estão falando nas rodas políticas do RN.

Uma pessoa jamais deve negar sua família, muito menos para obter votos..

Comissão externa apresenta projetos para renegociar dívidas de produtores rurais

A comissão externa da Câmara que analisou o endividamento dos produtores rurais brasileiros apresentou quatro projetos de lei voltados à renegociação de dívidas agropecuárias. As propostas levam a assinatura dos deputados Jerônimo Goergen (PP-RS), coordenador do colegiado, e Carlos Melles (DEM-MG).

A Comissão Externa sobre Endividamento do Setor Agrícola encerrou seus trabalhos em julho. As propostas foram elaboradas após reuniões com produtores, especialistas e o governo.

Pronaf
O Projeto de Lei 10622/18 concede desconto de 40% para liquidação, até 30 de junho de 2019, das operações de crédito rural contratadas até 31 de dezembro de 2017 no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). A proposta altera a Lei 13.606/18, que instituiu o Programa de Regularização Tributária Rural (PRR).

Veja mais AQUI



Ministério Público Eleitoral pede impugnação de candidatura de Kelps Lima

A Procuradora Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, Cibele Benavides, ingressou pedido de impugnação de registro de candidatura do deputado estadual Kelps Lima (Solidariedade), que é candidato à reeleição. No pedido, ela alega que o parlamentar não está quite com a Justiça Eleitoral em razão de multa não paga.

A multa a qual se refere Cibele Benevides é resultado de condenação por propaganda extemporânea no ano de 2014, em evento promovido por apoiadores de Kelps Lima no interior do Estado.


Luto: movimento municipalista lamenta morte do filho de Benes Leocádio


É com grande pesar que a Confederação Nacional de Municípios (CNM) comunica a morte do filho do ex-vice-presidente da entidade e ex-presidente da Federação de Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), Benes Leocádio, um grande representante do movimento municipalista. Luiz Benes Leocádio de Araújo Júnior, de 16 anos, faleceu na tarde desta quarta-feira, 15 de agosto, em Natal.

O movimento municipalista lamenta o falecimento e se solidariza com a família neste momento de tamanho sofrimento. “Todos nós compartilhamos a dor do amigo Benes e de sua família. É inimaginável a dor de se perder um filho. Esperamos que ele tenha força para seguir em frente. O movimento municipalista está de luto”, lamentou o presidente da Confederação, Glademir Aroldi.


Governo do RN paga nesta sexta (17) o 13º para quem ganha entre R$ 3 a 4 mil e atinge 75% do total

O Governo do Estado paga nesta sexta-feira (17) o décimo-terceiro de 2017 para quem recebe entre R$ 3 mil e R$ 4 mil, atingindo o número de 84 mil servidores ativos e inativos com décimo pago, equivalente a 75% do total de 111 mil servidores.

Com o pagamento de amanhã, 81% dos policiais militares do RN terão recebido o décimo. Os salários estão 100% em dia e sobre os 25% restantes do décimo, para salários acima de R$ 4 mil, o Governo informa que segue acompanhando as receitas, para anunciar em breve a finalização do pagamento.

No último dia 10 de julho receberam antecipação de 40% do décimo terceiro de 2018 os servidores da Educação e dos órgãos da Administração Indireta com arrecadação própria.

Campanha eleitoral começa hoje com 13 candidatos à presidência

A campanha eleitoral começa oficialmente nesta quinta-feira (16), com 13 candidatos à presidência da República e o menor tempo de propaganda da história recente na política brasileira.

Solicitaram os registros Alvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (PMDB), Jair Bolsonaro (PSL), João Amoêdo (Novo), Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Marina Silva (Rede), Vera Lúcia (PSTU), João Vicente Goulart (PPL) e José Maria Eymael (DC).

A partir de agora, os candidatos estão autorizados a realizar carreatas e comícios, distribuir material gráfico e fazer propaganda na mídia e na internet (nesse último caso, só se os posts não forem pagos).

Enquanto a campanha acontece, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve publicar em edital todos os pedidos de registro de candidatura, e os partidos, coligações e o Ministério Público Eleitoral (MPE) podem entrar com pedidos de impugnação de candidaturas específicas.

É o que se espera que aconteça com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde abril, mas registrado no TSE no fim da tarde de ontem, ocasião celebrada por um ato em Brasília.

O TSE terá, então, até o dia 17 de setembro para analisar os pedidos de impugnação. A Corte mudou de presidência antes de ontem: Rosa Weber assumiu a liderança do órgão, no lugar de Luiz Fux.

Na quarta-feira, Weber afirmou que o TSE pode indeferir candidaturas mesmo sem um pedido do Ministério Público Eleitoral, se houver “causa de inelegibilidade”.

Como o ex-presidente Lula foi condenado em segunda instância, já se enquadraria na Lei da Ficha Limpa e estaria inelegível.

Calendário eleitoral
fim da campanha eleitoral terá duas datas diferentes. O dia 5 de outubro é o limite para a circulação de campanhas pagas na mídia impressa. O dia 6 é o prazo final para distribuição de material gráfico, passeatas, carreatas, carros de som e propagandas com alto-falante.

O horário eleitoral gratuito no rádio e na TV começa no dia 31 de agosto e vai até o dia 4 de outubro, três dias antes das eleições.

O primeiro turno será realizado em 7 de outubro; o segundo, no dia 24 de outubro.
Debates

Confira AQUI o que pode e o que não pode na campanha eleitoral de 2018.

Governador Robinson quer incluir saques do Funfir no orçamento

O governador Robinson Faria (PSD) se prepara para ir, mais uma vez, ao Fundo Previdenciário do Rio Grande do Norte (FUNFIRN), na tentativa de pagar a folha salarial de agosto. A intenção é pegar mais R$ 263,7 milhões.

Para isso, vai precisar do aval da Assembleia Legislativa. Como passou a ter o apoio dos deputados do PSDB, PSB, Pros, PR, além de outras siglas governistas, Robinson não terá dificuldade na Casa Legislativa.

Na segunda-feira (13), o governador enviou à ALRN um projeto de lei que define um crédito orçamentário no orçamento, visando justamente usar os recursos do Funfir.

Os saques já havia sido autorizados pela própria Assembleia Legislativa, em projeto questionado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN), porém, faltava mudança na legislação para justificar a movimentação de recursos, com inclusão de valores do orçamento do Estado.

Essa dotação só tornou-se possível porque a máquina arrecadadora bateu recordes no primeiro semestre do ano, segundo o Fisco estadual. Só no mês do julho o Estado arrecadou mais de meio bilhão de reais.

Se a Assembleia Legislativa aprovar a mensagem do Executivo, o governo socorrerá a folha de agosto de aposentados e pensionistas e, por gravidade, terá recursos na rubrica para pagamento dos salários dos servidores públicos.

Robinson Faria pediu que o projeto seja apreciado e votado com urgência.

O governo Robinson Faria vem pagando salários com atraso há quase 900 dias. Os servidores públicos ainda sequer receberam o décimo terceiro de 2017.

Os servidores da saúde marcaram nova paralisação para o dia 30 deste mês, caso o governo não honre a obrigação. A Polícia Militar vai paralisar as atividades no dia 7 de setembro.

Filho do ex-prefeito de Lajes é morto a tiros em sequestro relâmpago na capital potiguar


O filho do ex-prefeito de Lajes Benes Leocádio foi morto a tiros na tarde desta quarta-feira (15) em um sequestro relâmpago na capital potiguar. Benes Júnior tinha 16 anos.

De acordo com informações da Polícia Militar, o adolescente foi abordado por criminosos quando foi buscar documentos dentro do carro que estava estacionado na Avenida Romualdo Galvão, no Tirol. Os criminosos roubaram o carro e levaram o adolescente como refém.

Ainda segundo informações da PM, os dois criminosos circularam por quase uma hora com o adolescente até que se depararam com uma viatura na Avenida Moema Tinoco, na Zona Norte de Natal. Houve perseguição e troca de tiros com a polícia.

Um criminoso e o adolescente foram baleados. O jovem foi levado para UPA do Pajuçara, na Zona Norte de Natal, mas chegou morto ao local. Um criminoso também morreu. O outro bandido foi preso e levado para a Central de Flagrantes.


Vereadores de Caicó pedem proteção à PGJ após denúncias contra Batata

Na manhã desta quarta-feira, 15, a Procuradoria-Geral de Justiça recebeu três vereadores de Caicó, que buscaram o órgão para pedir proteção pessoal. Zaqueu Fernandes Gomes (PHS), Rosângela Maria da Silva (PR) e Frankslâneo Diogo da Silva (PP).

Os parlamentares fizeram a solicitação diretamente ao procurador-geral de Justiça, Eudo Rodrigues Leite, e a medida foi concedida.

A partir de agora, será disponibilizada escolta armada para garantir a segurança dos edis. O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) do MPRN está tomando as providências para tal segurança.

O pedido de proteção dos parlamentares se dá um dia após a prisão do prefeito de Caicó Robson Batata (PSDB). Zaqueu, inclusive, foi responsável por entregar ao Ministério Público uma gravação entre ele e o vereador Raimundo Inácio Filho, o “Lobão”, em que Lobão oferece, em nome de Batata, até cinco cargos na administração municipal e uma propina de R$ 30 mil, para que Zaqueu votasse a favor do prefeito na Comissão Especial de Inquérito (CEI) que foi instalada para apurar a responsabilidade de todas as gestões públicas municipais desde a criação da Contribuição para Custeio dos Serviços de Iluminação Pública (Cosip). Escute o áudio ao final da matéria.

Veja áudio AQUI 

Cidade de Caicó amanhece com novo prefeito

Hoje, 15 de agosto, quem subirá as escadas da prefeitura municipal de Caicó será o prefeito Marcos do Manhoso, vice-prefeito do prefeito afastado e preso ontem, 14, Robson Batata Araújo, durante a Operação Tubérculo.

O novo prefeito foi empossado na noite de ontem pela Câmara de Vereadores, ele é um empresário  de 39 anos de idade. Conhecido como Marcos do Manhoso, foi eleito junto com Batata em 2016 pela Coligação Coragem pra Mudar, que reuniu partidos como o PSDB, PP, PRB, PRP, PTC, PSL, PSDC, REDE e Solidariedade.

A boa convivência de campanha entre Batata e Marcos não resistiu ao primeiro ano de Gestão, tanto que Marcos ensaiou alguns rompimentos com o prefeito, ao criticar inclusive em entrevista ao Panorama 95 na época, algumas quebras de compromissos administrativos de Batata com ele. O rompimento não demorou muito, e foi sacramentado com a chegada do MDB para a base aliada de Batata.

Na mesma sessão de ontem a noite, também foi empossada como nova vereadora da Câmara Municipal, a funcionária pública Ana Edna Santiago, filiada ao Avante, antigo PT do B que integrou a coligação com o MDB em 2016, e ficou na primeira suplência da coligação. Edna assume a vaga deixada por Lobão Filho, também preso e afastado pela Operação Tubérculo.

Terremoto estilhaça ‘lâmpadas’ sobre prefeito de Caicó e joga campanha de Carlos Eduardo na incerteza

Embora tenha epicentro a 300 quilômetros da capital, o terremoto que levou à cadeia o prefeito de Caicó, Batata, nesta terça-feira, repercutiu fortemente em Natal na campanha do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves.

Além de ser coordenador da campanha de Carlos Eduardo no Seridó, Batata foi preso dentro do desdobramento de uma ação que já chegou à porta de Carlos Eduardo, pois se trata de uma ramificação de fraudes no setor público de contratos de iluminação.

As causas que levaram Batata à prisão tem origens na Secretaria Municipal de Serviços Urbanos de Natal (Semsur), de onde, afirmaram os delatores que contribuíram para a queda de Batata, saíram recursos que custearam a campanha do prefeito em 2016.

A queda de Batata, portanto, colocou a campanha do ex-prefeito em alerta. A incerteza sobre os avanços da investigação derrubou a bússola pela qual se guiava o palanque do PDT.

Contribui para o cenário de dúvida a perda do foro privilegiado de Carlos Eduardo Alves. Se um desembargador teve coragem suficiente para mandar um prefeito para prisão, do que não poderá ser capaz um juiz ao julgar atos contra um ex-mandatário que diz ter ascendência sobre o Judiciário?

Essas são algumas das questões que assombram a campanha do ex-prefeito.

Contra Batata, o vereador Lobão e o assessor parlamentar Edvaldo Pessoa Farias, todos presos, pesam provas robustas, coletadas pelo Ministério Público. A delação premiada dos empresários Alan Emanuel e Felipe Gonçalves Castro permitiu, inclusive, a revelação de conversas via whatsApp em que o prefeito agora afastado acertava o recebimento de “lâmpadas”.

Era o código da propina que Robson Araújo teria acertado antes mesmo de tomar posse no cargo de prefeito de uma das maiores cidades do Rio Grande do Norte.

A Câmara Municipal dará posse ao vice-prefeito Marcos do Manhoso e a uma vereadora que substituirá Lobão, também afastado das funções.

Batata não caiu só. O vereador Lobão, conhecido pela truculência e pelo fato de já haver agredido um promotor de Justiça, é acusado de tentar comprar o apoio de colegas vereadores com dinheiro e cargos na prefeitura.

Tudo isso para tentar evitar a investigação sobre o desvio de recursos obtidos com a iluminação pública que fatalmente levaria ao afastamento do prefeito, que tem minoria do Poder Legislativo caicoense.

Um detalhe importante: Lobão é expoente do MDB de Caicó, liderado pelo ex-deputado Álvaro Dias, hoje prefeito de Natal após a renúncia de Carlos Eduardo Alves, que deixou o cargo para ser candidato a governador. Batata e Álvaro Dias e seu MDB não se bicavam em Caicó, mas tudo mudou há pouco.

Os vereadores emedebistas passaram a apoiar o prefeito, que anunciou o apoio à candidatura de Adjuto Dias, filho de Álvaro, a deputado estadual.

E para completar a ciranda, Robson Araújo, o Batata, virou locutor na convenção que lançou a candidatura de Carlos Eduardo a governador, sendo anunciado pelo ex-prefeito de Natal como coordenador de sua campanha no Seridó.

As investigações do Ministério Público na área da iluminação pública de Natal e Caicó prometem fazer estragos ainda maiores nas duas cidades. E o que é pior: vai ser tanta luz que prometer cegar alguns.

Fonte: Blog do BG


STF nega recurso e Agripino continua réu em ação que investiga a Arena das Dunas

O Supremo Tribunal Federal (STF), por meio de sua Primeira Turma, indeferiu recursos da defesa do senador José Agripino Maia (DEM) para derrubar uma denúncia recebida na Corte acerca de uma suposta acusação contra o parlamentar por corrupção e lavagem de dinheiro nas obras da Arena das Dunas.

Após a decisão do Supremo, Agripino continuará como réu da ação – um desdobramento da Operação Lava Jato. De acordo com a Procuradoria-Geral da República, o senador teria recebido mais de R$ 654 mil entre 2012 e 2014 da construtora OAS em troca de favores.

A pedido do próprio Agripino, a empreiteira teria doado, ainda, mais R$ 250 mil ao seu partido, o Democratas. Agripino, por sua vez, rechaçou as acusações.

O caso já estava em pauta do STF desde junho. Na ocasião, o ministro Alexandre de Moraes solicitou ao ministro - relator Luís Roberto Barroso, mais tempo para avaliar o pedido de Agripino.

Nesta terça-feira, Moraes votou contra o recurso e foi acompanhado pelos ministros Luiz Fux e Marco Aurélio Mello.


Caso o Governo do Estado não pague o 13º de 2017, militares pretendem paralisar atividades no RN em setembro.

Reunidos em Assembleia Geral, policiais e bombeiros militares estaduais, oficiais e praças, decidiram interromper as atividades no dia 7 de setembro caso o Governo do Estado não pague o décimo terceiro salário de 2017 até o dia anterior, 6 de setembro. 

A reunião aconteceu na tarde desta segunda-feira (13), em Natal, no Clube Tiradentes, sede da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), localizada no Alecrim. 

"Ainda esta semana iremos enviar um documento oficial comunicando os comandos e Governo sobre a decisão desta Assembleia, e, se o pagamento não for efetivado, os policiais e bombeiros militares vão parar, e isso inclui a nossa participação no desfile cívico", anuncia a subtenente Célia Melo, diretora da ASSPMBMRN. 

A batalha pelo 13° salário é longa. Ainda em janeiro deste ano o Governo do Estado garantiu, por meio do Termo de Compromisso e Acordo Extrajudicial, a efetivação do pagamento ainda no início do ano. Posteriormente, anunciou que pagaria escalonado por faixa salarial até o mês de junho. Porém, os pagamentos não foram cumpridos na totalidade e não alcançaram os militares estaduais. 

"Os policiais e bombeiros militares são os responsáveis diretos pela segurança do estado, são os que estão mais expostos, com suas vidas em risco todos os dias. No entanto, também são desvalorizados com os piores salários e piores condições de trabalho entre os servidores estaduais. O pagamento do salário em dia e a efetivação do décimo terceiro são ações mínimas para a categoria diante de todo o nosso contexto", ressalta a subtenente.


Candidatos colocam os blocos na rua na próxima quinta-feira

Respaldadas pela Justiça Eleitoral, os candidatos vão colocar os blocos na rua na próxima quinta-feira (16). A partir desta data, eles estarão livres para pedir os votos e divulgar a propaganda permitida pela legislação.

Para este ano, algumas mudanças devem ser sentidas mais pela população. Não podem mais “baratinhas” sem a presença do candidato e o impulsionamento nas redes sociais estão liberados.

Os candidatos inicialmente apostarão em reuniões, visitas a lugares públicos, debates de entidades e ferramentas oferecidas pela internet. 

Prefeito e vereador de Caicó são pressos em operação realizada pelo Ministério Público

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) realizou uma ação na manhã dessa terça-feira,14, que resultou na prisão do prefeito de Caicó, um vereador da cidade e ainda um lobista suspeitos de corrupção ativa e passiva, associação criminosa, tráfico de influência, lavagem de dinheiro e dispensa indevida de licitação.
A operação Tubérculo cumpriu três mandados de prisão, e outros seis mandados de busca e apreensão na cidade seridoense e em Natal. Além de presos preventivamente, o prefeito Robson de Araújo e o vereador Raimundo Inácio Filho foram afastados dos cargos. O lobista Edvaldo Pessoa de Farias teve prisão temporária decretada.
A operação Tubérculo é desdobramento das operações Cidade Luz e Blackout. Ao todo, 12 promotores de Justiça, 22 servidores do MPRN e 28 policiais militares participaram da operação Tubérculo. Os gabinetes do prefeito e do vereador foram alvos dos mandados de busca e apreensão.

ALRN terá disputa acirrada

De pronto, um aviso: vamos apenas conjecturar sobre a disputa pelas 24 vagas na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, baseado no cenário que se formou a partir das convenções que definiram candidatos e coligações.

A coligação do governador Robinson Faria (PSD) deve fazer a maioria dos futuros deputados estaduais. Pode chegar a até 12, mas os mais animados acreditam em 14. A coligação conta com 14 dos atuais inquilinos do Palácio José Augusto. O PSDB: Larissa Rosado, Ezequiel Ferreira, Tomba Faria, Raimundo Fernandes, Gustavo Fernandes, Gustavo Carvalho, Márcia Maia e Zé Dias; PSD: Galeno Torquato e Jacó Jácome. Dison não será candidato; Pros: Vivaldo Costa e Albert Dickson; PR: George Soares; PSB: Ricardo Motta.

A coligação tem ainda candidaturas fortes como as de Jorge do Rosário, Ivan Júnior e Terezinha Maia, todos do PR.

Já a coligação do candidato a governador Carlos Eduardo, que conta com PDT, PP, MDB, DEM, Podemos e PMN, pode fazer pelo menos 4 deputados. Essa coligação tem os atuais deputados Nélter Queiroz e Hermano Morais, do MDB; e Getúlio Rêgo, do DEM. Conta ainda com a postulação forte de Adjuto Dias, filho do prefeito de Natal Álvaro Dias, do MDB.

A coligação da senadora e candidata ao governo Fátima Bezerra, com PT, PC do B e PHS, pode fazer 3 deputados. A chapa tem dois dos atuais deputados: Souza, do PHS e Carlos Augusto, do PC do B. Fernando Mineiro, do PT, será candidato a deputado federal. O PT tem pelo menos três nomes fortes para a Assembleia Legislativa: Mada Maia, filha da deputada federal e candidata ao Senado Zenaide Maia, que é do PHS; Chico do PT – ex-prefeito de Parelhas, e a vereadora de Mossoró Isolda Dantas. Sargento Regina pode surpreender.

O Solidariedade, que vai à luta com nominata própria, deve renovar o mandato do deputado Kelps Lima e eleger pelo menos mais um deputado. Seriam dois eleitos por esse partido.

A coligação formada por seis partidos pequenos, os chamados nanicos, trabalha para renovar o mandato da deputada estadual Cristiane Dantas, do PPL.

Avante e PRB que se juntaram em coligação para deputado estadual, devem eleger pelo menos 2 representantes, que seriam o ex-prefeito de Almino Afonso/RN Dr. Bernardo e Kléber Rodrigues, ambos do Avante. Tem ainda a forte candidatura do Bispo Francisco, do PRB.

A exemplo do RN, RJ antecipou royalties com autorização da justiça para pagar décimo terceiro dos servidores

O Tribunal de Contas do Estado, através do conselheiro Poti Jr, ordenou que o governo não fizesse nenhuma antecipação de crédito dos royalties a que tem direito em 2019 para pagar servidores ou inativos, que ainda estão com parte do décimo terceiro de 2017 aberto.

A operação de crédito foi levantada pelo governo federal como uma forma de trazer recursos especiais em momento de crise, até para ela não se agravar, e já foi utilizada por outros estados. Cito o exemplo do Rio de Janeiro em matéria abaixo do jornal O Globo.

Estranhamente, porém, o Tribunal de Contas vetou a medida, mesmo que exista uma autorização expressa da Assembleia Legislativa do RN. O TCE é órgão auxiliar da Assembleia, mas não é a primeira vez que inverte o papel para deliberar contra o poder que é seu ente principal.

Veja mateira AQUI.


 
Copyright © 2010-2013 Blog do Gilberto Dias | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento » RONNYdesing | ronnykliver@live.com - (84)9666-7179