Olho D'água do Borges/RN -

Professores do Estado rejeitam proposta do governo para piso salarial e ameaçam greve

Os professores da rede estadual de ensino rejeitaram nesta quarta-feira (19) a proposta apresentada pelo Governo do Rio Grande do Norte para o cumprimento do novo piso salarial da categoria, reajustado em janeiro pelo presidente Jair Bolsonaro e que precisa ser seguido por estados e municípios.

A gestão estadual sugeriu dar um aumento de 4,28% em maio deste ano, mais 4,28% em janeiro do ano que vem e outros 4,28% em abril de 2021, totalizando os 12,84% definidos pelo governo federal. Não há, por enquanto, proposta para quitar o retroativo a janeiro de 2020. A informação foi confirmada ao Agora RN pela Secretaria Estadual de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Seec).

A decisão dos professores aconteceu durante assembleia na Escola Estadual Winston Churchill, na Cidade Alta. Na ocasião, os educadores definiram que vão esperar uma nova proposta do governo até o dia 28 de fevereiro. Nesta data, deve acontecer uma assembleia para discutir a eventual contraproposta ou, no caso de o governo não fazê-la, decidir pela deflagração de uma greve.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (Sinte), é possível que a greve comece no dia 4 de março, caso o governo insista na proposta já rechaçada.

A Seec ainda não se manifestou a respeito da decisão da assembleia dos professores.

Fonte: Agora RN.

Do Blog: Quem te viu quem te vê. A Fátima pobre e boazinha, "Defensora dos trabalhadores" hoje, defensora das elites, quer descumprir  a Lei nº 11.738, de 16 de julho de 2008, Lei do piso dos professores. Logo ela, que tanto "lutou" pela aprovação e cumprimento dessa  lei , que diz no seu artigo 5º que o piso salarial profissional nacional do magistério público da educação básica será atualizado, anualmente, no mês de janeiro, a partir do ano de 2009.  Isso sem falar ainda, que o STF reconheceu sua constitucionalidade. A decisão da corte tem efeito erga omnes,   isto é, obriga a todos os entes federativos ao cumprimento da Lei.


Nem os governos de Geraldo Melo e Rosalba Ciarline foram tão perversos com os servidores, como o governo da Golpista Fátima Bezerra. Uma proposta desse tipo só poder ser gozação com os professores! 

Governadora, isso é traição, é gopeeeee!




Emparn confirma chuvas em todas as regiões do Estado para março, abril e maio, com até 533 milímetros

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn) confirmou nesta quarta-feira (19) a previsão de chuvas acima da média histórica para o trimestre de março, abril e maio de 2020.

De acordo com o meteorologista Gilmar Bistrot, os padrões climáticos indicam a ocorrência de chuvas distribuídas em todas as regiões do Estado, sendo 479 milímetros na região Oeste, 376 na região Central, 342 na região Agreste e 533 milímetros na região Leste. Em todo o ano de 2019 a média de chuvas foi de 840 milímetros.

“A previsão climática, a partir das condições observadas desde janeiro deste ano indicam chuvas normais ou acima da média histórica para o Rio Grande do Norte”, afirma o meteorologista.

Segundo Bistrot há aquecimento no Atlântico Sul e temperatura baixa no Pacífico e isto favorece ocorrências de chuvas no Nordeste brasileiro nos próximos três meses. “Hoje há essa tendência”, reforçou.

A conclusão apresentada pela Emparn resulta das análises também de meteorologistas dos principais centros de previsão climática da região Nordeste que promoveram em Parnamirim, nesta terça-feira (18), a III Reunião de Análise Climática para o Semiárido Nordestino – Etapa Rio Grande do Norte.

Carnaval no RN será debaixo de chuva da Capital ao Interior até terça-feira (25); confira a previsão da Emparn

O guarda-chuva será um útil adereço para o folião que for aproveitar o Carnaval 2020, já que a previsão é de pancadas de chuvas em todo o estado até terça-feira (25), segundo a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn).

De acordo com o chefe da unidade, Gilmar Bristot, o litoral vai registrar o maior índice pluviométrico, principalmente nos horários da manhã e da noite. Nas demais regiões do Rio Grande do Norte, como Seridó e Oeste, o alto volume de chuvas deve ser pela tarde. “É uma previsão. Possa ser que oscile um pouco, mas as condições estão favoráveis para fortes precipitações”, comenta.

Gilmar explica que a partir do sábado, o volume de chuvas devem reduzir de forma gradativa, deixando o céu parcialmente nublado e com algumas neblinas. “Segunda e terça devem aliviar um pouco. Se chover, será menos que nos dias anteriores”, ressalta.


Femurn terá atendimento diferenciado durante o carnaval

A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte - Femurn - informa que não haverá atendimento presencial entre os dias 24 e 28 de fevereiro. Além do feriado de carnaval - que acontece entre os dias 24 e 26 de fevereiro - a Federação permanecerá fechada nos dias 27 e 28, para que seja realizada a dedetização da sede. Assim, as atividades da Femurn retornam no dia 02 de março de 2020.

Durante a semana sem o expediente, o atendimento do Diário Oficial dos Municípios será feito pela Vox Tecnologia, empresa operadora da ferramenta. Os administradores e publicadores que necessitem de atendimento do Diário deverão entrar em contato com o telefone (83) 3031-0123.

A Femurn agradece a compreensão e deseja a todos um excelente feriado de Carnaval.


PRF inicia 'Operação Carnaval' nas rodovias do RN

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou a Operação Carnaval 2020 nas rodovias do Rio Grande do Norte. Até a quarta-feira (26) de cinzas, as equipes estarão mobilizadas nos pontos de maior fluxo de veículos. A ação acontece dentro da Operação Rodovida, que se encerrará em 1º de março deste ano.

Segundo os agentes, o carnaval é um dos períodos mais críticos do calendário nacional de operações da PRF por contar com grande fluxo de veículos nas rodovias federais. O objetivo é coibir ultrapassagens proibidas, uso do celular na direção, embriaguez ao volante e falta de equipamentos de segurança como capacete, cinto de segurança e cadeirinha para criança, além de outras condutas perigosas.

A fiscalização será intensificada em todas as rodovias federais do estado: BR-101 Norte; BR-110 (entre Areia Branca e Mossoró); BR-226 (entre Natal e região Seridó); BR-304 (entre Natal e Mossoró); BR-405 (entre Mossoró e Apodi); BR-406 (entre Natal e Macau); e BR-427 (entre Currais Novos e Caicó).

Durante o carnaval de 2019, a PRF contabilizou dez acidentes com 13 pessoas feridas nas rodovias federais do RN. Nenhuma morte foi registrada. Foram fiscalizadas 5.677 pessoas em 5.437 veículos. Os agentes multaram 451 pessoas e prenderam 46 motoristas.

Francisco do PT é mais rápido que o Flash em retirar direitos de aposentados e pensionistas

Em reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Redação, o Deputado Francisco do PT, relator do projeto de reforma da Previdência do governo estadual, disse que precisaria de mais tempo para conhecer a matéria da PEC da morte e propôs uma sessão extraordinária na quinta-feira, dia 20. No entanto, foi obrigado a mudar de opinião depois que Raimundo Fernandes e George Soares, líder do governo, interferiu na fala do parlamentar. Por causa da interferência, Francisco voltou atrás como um cachorro arrependido.

Ou seja, cedendo aos colegas, Francisco apresentou um relatório favorável ao governo e contrário aos servidores públicos, a qual admitiu não conhecer e ignorando o fato de que ela vai prejudicar a vida dos servidores ativos, aposentados e pensionistas do Rio Grande do Norte. O parlamentar, com isso, não apresentou o relatório, apenas cumpriu uma ordem. 

O projeto tem 24 páginas, além de 60 páginas do cálculo atualizado. São quase 2 mil linhas. Em 30 minutos, ele leu 84 páginas e escreveu um relatório de 03 páginas. O deputado gastou cerca de 23 segundos por página na leitura. Antes, ele já tinha declarado que não tinha conhecimento do projeto.  A cena lembrou o relator da Lava Jato no caso do ex-presidente Lula, no TRF-4. 

No quesito rapidez, Francisco foi rápido em se juntar ao Governo do RN na tentativa de penalizar ainda mais os trabalhadores estaduais. 

Fonte: SINSP/RN

Do Blog: Coisas da Petralhada!!!!



Raimundo Fernandes vai votar pra confiscar os salários dos aposentados em 14%

O Deputado Estadual Raimundo Fernandes vai votar para que os servidores aposentados e pensionistas sejam taxados na reforma da Previdência estadual. A afirmação foi feita nesta terça-feira, dia 18, em uma reunião da Comissão de Justiça e Redação na Assembleia Legislativa, na qual representantes do SINSP etavam presentes.

O parlamentar disse que, embora ainda não conheça a proposta, vai votar em defesa do Governo do RN. 

A PEC da morte de Fátima Bezerra chegou na Casa Legislativa na semana passada, sem diálogo com o Fórum dos Servidores, e faz um ataque frontal aos aposentados e pensionistas, retirando direitos e aumento do tempo de contribuição. 


CCJ da Assembleia aprova reforma da Previdência; deputado diz que vai à Justiça

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte aprovou na manhã desta terça-feira (18) a admissibilidade da reforma da Previdência Estadual. Por unanimidade, os deputados decidiram que a proposta é constitucional e que pode continuar tramitando na Casa.

Agora, a proposta será encaminhada para uma comissão especial, que ainda será formada pelo presidente da Assembleia, o deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB). O colegiado, assim que começar a se reunir, deverá ter 30 dias para analisar o mérito do projeto e apresentar emendas (sugestões de mudanças no texto).

O que foi aprovado pela CCJ nesta terça-feira foi um relatório do deputado Francisco do PT à proposta. Em seu voto, o parlamentar argumentou que “inexistem na proposição quaisquer dos obstáculos à admissibilidade”. Ele ressaltou que é prerrogativa do Poder Executivo propor mudanças no regime previdenciário.

A reunião da comissão foi marcada por uma polêmica. O deputado Coronel Azevedo (PSC) havia solicitado, antes de Francisco do PT ler seu relatório, que gostaria de pedir “vistas” do projeto, ou seja, mais tempo para análise. Contudo, quando foi provocado a se manifestar na reunião, acabou proferindo voto favorável à proposta antes de reiterar que gostaria de solicitar vistas.

Na avaliação do presidente da CCJ, deputado Kléber Rodrigues (PL), o deputado Coronel Azevedo não poderia mais solicitar vistas depois de votar. Por isso, ele declarou como aprovado o relatório e deu por encerrada a sessão.

Ao fim da reunião, o parlamentar do PSC disse que vai ingressar com um mandado de segurança na Justiça para anular o que foi decidido pela comissão. Segundo ele, o regimento interno da Assembleia Legislativa foi desrespeitado pelo presidente da CCJ. “Essa comissão não pode ser uma extensão do gabinete da governadora Fátima Bezerra”, criticou.

Participaram da reunião da CCJ os deputados Kléber Rodrigues (PL), Coronel Azevedo (PSC), Francisco do PT, George Soares (PL), Hermano Morais (PSB) e Raimundo Fernandes (PSDB).

Entenda a reforma
A proposta de emenda constitucional (PEC) que trata da reforma da Previdência chegou à Assembleia na última quinta-feira (13). A proposta do Governo do Estado, finalizada após uma série de reuniões com os servidores públicos, tem 16 artigos e prevê mudanças em várias regras de aposentadorias e pensões para servidores dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e demais órgãos do Estado.

Pelos cálculos da equipe econômica, o projeto, caso não seja desidratado na Assembleia, vai gerar uma economia de R$ 40 milhões por mês para os cofres públicos, reduzindo o déficit financeiro do regime previdenciário em cerca de 26%, já no primeiro ano.

Em mensagem à Assembleia, a governadora Fátima Bezerra destacou que, se nada for feito, o déficit da Previdência Estadual pode chegar a R$ 2,2 bilhões em 2022, verba que teria de ser retirada do Tesouro Estadual para garantir o pagamento de benefícios. Em 2019, o déficit foi de R$ 1,57 bilhão.

Além de atenuar o déficit, Fátima aponta que a reforma é necessária para que o Rio Grande do Norte se enquadre nas regras trazidas pela Emenda Constitucional nº 103 (reforma da Previdência geral, promulgada pelo Congresso Nacional no fim de 2019). A chefe do Executivo argumenta que, se a reforma local não for aprovada até 31 de julho de 2020, o Estado poderá ficar impedido de receber transferência de verbas federais e de contratar empréstimos com aval da União, por exemplo.

Na mensagem, a governadora frisa, contudo, que os impactos para os servidores foram mitigados.Entre os pontos suavizados com relação à reforma geral, ressalta Fátima, estão as alíquotas de contribuição previdenciária, as idades mínimas para aposentadoria e o tempo de contribuição. Foi mantido também o abono de permanência.

Hoje, todos os servidores estaduais contribuem para a Previdência com 11% dos salários. A reforma proposta pelo governo institui alíquotas progressivas, com taxas variando de 12% a 16%, de acordo com a remuneração.

A reforma amplia, ainda, a contribuição dos inativos. Atualmente, quem recebe benefícios abaixo do teto (R$ 6.101,05) não contribui. Com a reforma, a isenção valerá apenas para quem ganha menos de R$ 2,5 mil.

A idade mínima ficou definida em 65 anos, para os homens, e 60, para as mulheres, com modulações para categorias como professores, policiais e quem trabalha com insalubridade. A aposentadoria compulsória ficou definida em 75 anos de idade.

As regras só valem para novos servidores. Para os funcionários que entraram antes da reforma, a reforma propõe duas regras de transição.

Fonte: Agora RN

Governo Fátima começa transferência de pacientes do Rui Pereira após o Carnaval

A Secretaria de Estado da Saúde Pública iniciou o plano de ação para transferência dos serviços hospitalares do Rui Pereira para outras unidades do Rio Grande do Norte. Os trabalhos iniciaram logo após a decisão judicial, resultado do acordo entre a Sesap, Ministério Público Estadual e Federal e Conselho Regional de Medicina, na última semana. O processo de transferência deverá ser concluído até o final de março.

A primeira etapa, que já está sendo realizada, é a transferência do ambulatório e do serviço de ortopedia para o Hospital da Polícia. Entre as atividades desempenhadas estão avaliação de pacientes com fixador externo, ambulatório de egressos e turnos cirúrgicos.

Em seguida, os pacientes clínicos vasculares do Rui Pereira serão transferidos para o Hospital João Machado, que servirá como hospital de retaguarda para o da Polícia, e contará com 30 leitos.

A etapa seguinte é a transferência da UTI e do Centro Cirúrgico para o Hospital da Polícia. Logo após, os pacientes com cirurgias marcadas começarão a ser levados a essa unidade. Essas três etapas estão previstas para ocorrer só após o Carnaval. A Sesap garante que não haverá descontinuidade da assistência prestada à população durante o desenvolvimento desse processo.

Paralelo a esses procedimentos, a Sesap realizará a publicação de um edital de credenciamento para cirurgias eletivas, que possibilitará que as atividades realizadas de forma concentrada no Hospital Rui Pereira sejam promovidas na região metropolitana e nas demais regiões de saúde, com o propósito de levar aos pacientes o atendimento próximo dos locais em que residem.

A Sesap ressalta que a decisão de realizar a transferência dos serviços tomou por base a estrutura precária que o espaço possui, comprovada a partir de laudos técnicos do Corpo de Bombeiros e da Vigilância Sanitária – sendo a responsabilidade financeira para reformar o local do proprietário do imóvel.

Já os recursos destinados para o Rui Pereira serão redirecionados para outras unidades hospitalares, os servidores lotados neste hospital serão encaminhados para o Hospital da Polícia e o número de leitos abertos é o mesmo que já estava em funcionamento: 70 leitos, sendo 10 de UTI, 40 para o Hospital da Polícia e 30 para o João Machado.


Fonte: Portal Grande Ponto

MARKETING POLÍTICO. A pré-campanha é tão importante quanto a campanha

Tenho recebido na agência e conversado com alguns pré-candidatos a prefeito de algumas cidades do Rio Grande do Norte. E em quase todas as conversas, tenho a mesma sensação: os pré-candidatos ainda pensam que campanha eleitoral continua do jeito que era antes, ou seja, que só precisa se preocupar com ela quando chegar o período eleitoral. 

Estão redondamente enganados. Com o atual cenário digital, com as redes sociais construindo e desconstruindo reputações a todo instante, a pré-campanha é tão ou mais importante do que a campanha. Antigamente, a maioria do eleitorado só ia conhecer de verdade os candidatos quando a campanha começava. Hoje em dia, não.

Todos os dias os cidadãos e eleitores, acompanham, discutem, questionam e interagem em tempo real, participam ativamente do processo político-eleitoral. E passam a conhecer os pré candidatos logo agora, meses antes da eleição. 

Portanto, caro candidato, se você pensa que vai conseguir construir sua reputação eleitoral e ajustar seu capital político só lá na frente, cuidado e atenção. Tem de fazer isso agora. E precisa de uma estratégia para isso. Se quiser saber mais, já estamos com nosso núcleo de marketing político estruturado, para cuidar da sua pré-campanha. Basta agendar pelo zap 99981-1112.

Por @pedroratts Publicitário - Via blog do BG. 

Calote milionário impede Governo Fátima de contrair financiamentos até dezembro

Por causa de dívidas não quitadas em 2019, o Rio Grande do Norte está proibido de contrair financiamentos com garantia do Tesouro até 20 de dezembro de 2020. A informação está no Relatório de Garantias Honradas pela União em Operações de Crédito, divulgado hoje (17) pela Secretaria do Tesouro Nacional.

Em 2019, já no Governo de Fátima Bezerra (PT), o Governo Federal pagou R$ 139,41 milhões em dívidas não honradas pelo Rio Grande do Norte, de acordo com o relatório.

UNIÃO
O Tesouro Nacional pagou, em janeiro, R$ 368,24 milhões em dívidas atrasadas de estados. Desse total, a maior parte, R$ 147,07 milhões, é relativa a atrasos de pagamento de Minas Gerais. Também foram pagos R$ 126,21 milhões do estado do Rio de Janeiro; R$ 78,22 milhões de Goiás e R$ 16,75 milhões do Amapá.

Diferentemente dos últimos meses, o Tesouro não honrou débitos em atraso de municípios em janeiro.

As garantias são executadas pelo governo federal quando um estado ou município fica inadimplente em alguma operação de crédito. Nesse caso, o Tesouro cobre o calote, mas retém repasses da União para o ente devedor até este quitar a diferença, cobrando multa e juros.

Apesar das dívidas, a União está impedida de executar as contragarantias dos Estados do Rio Grande do Norte, Goiás, Minas Gerais e do Amapá, que obtiveram liminares no Supremo Tribunal Federal (STF) ao longo de 2019 suspendendo a execução das referidas contragarantias.

As garantias honradas pelo Tesouro são descontadas dos repasses da União aos entes federados – como receitas dos fundos de participação e Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), dentre outros. Sobre as obrigações em atraso incidem juros, mora e outros custos operacionais referentes ao período entre o vencimento da dívida e a efetiva honra dos valores pela União.



Fonte: Portal Grande Ponto

RN será único estado do País com queda no PIB em 2020, destaca imprensa nacional

Um levantamento feito pela Tendências Consultoria Integrada aponta que o Rio Grande do Norte será o único estado da Federação a ter queda no PIB (Produto Interno Bruto) em 2020. A notícia também foi publicada pelo jornal Estado de S. Paulo e pelo portal da revista Exame, uma das principais publicações do jornalismo econômico brasileiro.

A previsão é de um avanço de cerca de 2% do PIB nacional neste ano, mas ainda dependendo das notícias vindas do mercado internacional. De acordo com a Tendências, os outros 26 Estados e o DF terão desempenho positivo nesse ano.

Além disso, apenas 12 estados e o Distrito Federal deverão terminar 2020 com o Produto Interno Bruto (PIB) acima do nível pré-crise. Apesar das expectativas de maior expansão da atividade econômica neste ano, os demais Estados ainda precisarão de mais tempo para recuperar o tamanho que sua economia tinha antes da recessão, em 2013 e 2014, segundo levantamento feito pela instituição. Nessa lenta recuperação, o PIB brasileiro ainda fechará 2020 1% abaixo do nível pré-crise.

O resultado reflete em boa medida a grave situação fiscal dos estados. Com despesas de pessoal elevadas e arrecadação ainda baixa, alguns estados – como é o caso do Rio Grande do Norte – cortaram investimentos para fechar a conta no azul – estratégia também observada na esfera federal. Sem investimento de peso, elevado desemprego e alto endividamento das famílias, a saída da crise tem sido mais demorada que em outros períodos.

Entre 2014 e 2016, o PIB nacional encolheu 6,7% enquanto que entre 2017 e 2018 a taxa média de crescimento foi de 1,3%, destaca o economista da Tendências, Lucas Assis, responsável pelo trabalho: “O ano de 2019 foi decepcionante do ponto de vista econômico, com a frustração das expectativas de crescimento”.

Fonte: Portal Grande Ponto


Corredores lotados do Hospital Walfredo Gurgel: veja vídeo

O vídeo ao final do texto comprova o cenário de caos que o Governo do Estado jogou a saúde pública do Rio Grande do Norte.

Os corredores superlotados são do Hospital Walfredo Gurgel, em Natal. Dezenas de pacientes em macas, com familiares disputando espaço, aguardando atendimento.
O final de semana foi de desespero.

A situação não é de agora, mas vem se agravando nos últimos meses, revelando que o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde (SESAP-RN), não tem a mínima aptidão para amenizar o caos na saúde pública.

Na semana anterior, o cenário era o mesmo. Segundo levantamento feito pela diretoria do Sindicato dos Servidores da Saúde (SINDSAÚDE), mais de 100 pacientes estavam nos corredores do Walfredo Gurgel. Do lado de fora, 16 ambulâncias do SAMU “presas” aguardando a liberação das macas.

Dirigentes do Sindsaúde acusaram o governo de tentar “maquiar” a situação, quando transfere pacientes para unidades sem estrutura, como forma de desafogar os corredores do Walfredo Gurgel.

Em Mossoró, o Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) vive igual situação, ou pior, ou uma vez que a direção do hospital decidiu dificultar a transferência de pacientes que dão entrada nas UPAs do município para mostrar que os corredores estão “limpos”.

Por gravidade, pessoas estão morrendo por falta de transferência das UPAs para o Tarcísio Maia, principalmente idosos, conforme foi denunciado por um cidadão que perdeu o pai e o avô em 16 dias (VEJA AQUI).

Famílias de pacientes pedem que o Ministério Público Estadual (MPRN) ou Federal (MPF-RN) sintam-se provocados e “entrem” no caso para, pelo menos, pressionar o governo a adotar medidas.

Veja vídeo aqui.

Antropólogo bolsonarista tenta impedir trabalho do Ibama em terra indígena e é preso

Fiscais do Ibama detiveram neste domingo (16) o antropólogo e militante bolsonarista Edward Luz. Segundo os agentes, Luz estava tentando impedir uma fiscalização dentro da Terra Indígena Ituna Itatá, na região de Altamira (PA). As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

O momento da abordagem foi gravado por Edward Luz, que afirmou que estava no local para “cumprir a ordem ministerial, do senhor ministro Ricardo Salles”. De acordo com Luz, o ministro teria concordado, em uma reunião no última dia 11 na 4ª Câmara – Meio Ambiente e Patrimônio Cultural do Ministério Público Federal, “que nenhum patrimônio de população em situação de fragilidade será destruído”.

No vídeo, publicado nas redes sociais, o comandante da operação, Roberto Cabral, exige que Luz se retire do local, sob a pena de ser preso em flagrante por estar dentro de uma terra indígena. Diante da recusa, o antropólogo é algemado.

Ainda segundo a Folha, após ser solto, Luz distribuiu um áudio incentivando os invasores da terra indígena a resistir às autoridades: “Quem está com a casa ameaçada, permaneça”.

Procurado pela reportagem do jornal, o procurador Daniel Azeredo, da 4ª Câmara desmentiu Luz: “O antropólogo está sem qualquer razão. A operação do Ibama se desenrola dentro da lei, e ele não pode interferir ou atrapalhar”, afirmou.

Pelo Twitter, após a publicação da reportagem da Folha, Luz afirmou que não tentou impedir a atuação dos fiscais do Ibama e alegou que a região de Ituna-Itatá “não é terra indígena”.

Segundo dados do monitoramento satelital da ONG Imazon, Ituna Itatá é a terra indígena mais desmatada em janeiro. O Ibama mantém presença permanente na área há cerca de um mês.


Veja vídeo aqui.

 
Copyright © 2010-2013 Blog do Gilberto Dias | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento » RONNYdesing | ronnykliver@live.com - (84)9666-7179