Olho D'água do Borges/RN -

Corregedoria do TRE-RN recomenda que diplomação de eleitos seja virtual ou com limitação de público seguindo protocolos sanitários

 

O Corregedor Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, Desembargador Claudio Santos, emitiu a Recomendação 02/2020 aos juízes eleitorais, que trata da expedição da diplomação dos eleitos no pleito de 2020. O documento recomenda que, em função da pandemia decretada pela Organização Mundial de Saúde, as cerimônias de diplomação ocorram em um desses dois formatos: ou por videoconferência; ou presencialmente mas sem a presença de convidados, limitando-se a participação às autoridades municipais, candidatos eleitos e apenas um familiar destes últimos.

A Recomendação leva em consideração “o avanço da doença Covid-19 no Estado do Rio Grande do Norte e seus eventuais impactos no funcionamento da Justiça Eleitoral potiguar e na saúde dos magistrados, servidores, colaboradores, eleitores e do público em geral”.

Tradicionalmente, as cerimônias de diplomação vinham sendo marcadas, ano a ano, pelo tom festivo e comemorativo da vitória dos diplomados. No entanto, com a pandemia, a Justiça Eleitoral está promovendo ajustes para propiciar a melhor segurança sanitária possível a todos os participantes do processo eleitoral.

A decisão sobre o formato da solenidade de diplomação dos eleitos, de acordo com a Recomendação, ficará a cargo do presidente da Junta Eleitoral, cargo ocupado pelo juiz de cada zona eleitoral. Caso seja por vídeoconferência, recomenda-se que sejam convidados os eleitos e demais autoridades. Se for realizada presencialmente, deve adotar todas as medidas de segurança sanitária determinadas pelos órgãos competentes e limitar a participação do público.

A recomendação prevê que para as zonas eleitorais que optarem pelo formato de solenidade virtual, os diplomas assinados serão disponibilizados no site do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte na data designada para a diplomação, até o final da sessão de videoconferência, podendo ainda ser disponibilizado o diploma em meio físico, impresso no papel apropriado, nas respectivas zonas eleitorais – desde que posteriormente à diplomação.

Na hipótese da solenidade virtual, os diplomas deverão ser gerados no Cartório Eleitoral, nele constando o código validador para verificação de sua autenticidade no site do TSE e, após, deverão ser assinados digitalmente pelo juiz Presidente da Junta e enviados à Secretaria de Tecnologia da Informação e Eleições do TRE-RN para que sejam incorporados, em página específica, a ser criada no portal do Tribunal para a disponibilização dos documentos via internet.

Já no caso da solenidade presencial, a disponibilização dos diplomas se dará em meio físico, sendo entregue aos eleitos para os cargos de prefeito ou vereador durante a própria solenidade.

PT se junta a partidos da base e assina manifesto anti-reeleição no Congresso

Para desgosto de Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia, do DEM, o PT e Podemos assinaram o manifesto que se posiciona contra a reeleição de presidentes da Câmara e Senado na mesma legislatura.

Agora, são 13 os partidos contra a reeleição. Nesta terça-feira, dez partidos — PP, PL, PSD, Avante, Patriota, Solidariedade, PSC, PSB, Rede e Cidadania, publicaram uma Carta à Nação e ao STF contra a possibilidade de reeleição dos chefes das duas Casas do Congresso.

Um Congresso Nacional forte é aquele que respeita os ideais da temporalidade dos mandatos e do revezamento da direção da suas respectivas Casas. Mudar este curso histórico fere o princípio constitucional da vedação ao retrocesso democrático”, afirmou o documento.

Além dos 12, o PSOL também se disse contra a reeleição, mas não assinou o manifesto pelo temor de afastar outros partidos signatários.

A soma do PT leva o grupo para mais de 250 deputados o que não significa, necessariamente, votos numa disputa com o candidato de Rodrigo Maia, por exemplo.

Mas significa que na briga pela reeleição que o DEM lidera agora, a base do Governo Bolsonaro está aliada do PT.

Fonte: Territorio Livre.

Fátima Bezerra sem adversário e sem oposição

O PT da governadora Fátima Bezerra nunca esteve tão fraco no Rio Grande do Norte. Elegeu apenas três Prefeitos na última eleição nas cidades de: Currais Novos (RN), Afonso Bezerra (RN) e Sítio Novo (RN). São 167 municípios potiguares. Nunca um governo teve tanta desaprovação como o de Fátima Bezerra. Ganhou dos ex-governadores Robinson Faria e Rosalba Ciarlini.

Robinson ainda teve coragem de se candidatar. Foi um fiasco. Rosalba foi barrada pelo DEM de José Agripino.

As perguntas são: Ela terá coragem de ser candidata à reeleição em 2022 com esse histórico? Terá tempo para reverter o quadro? Algum partido deseja se aliar ao PT depois da catástrofe do segundo turno? A Reforma da Previdência não foi um xeque-mate para Fátima? Os salários atrasados?

Nem tudo está perdido. Porque? Por que Fátima ainda não tem adversário e nem oposição. Só.

 Fonte: Robinson Pires

Petrobras anuncia aumento de 5% no preço do gás de cozinha

 

O preço médio da estatal será equivalente a R$ 33,89 por botijão de 13 quilos. No acumulado do ano, houve aumento de 21,9%, ou R$ 6,08. O novo valor entra em vigor nesta quinta-feira (3/12)

No mesmo dia em que divulgou redução de 2% no preço da gasolina, a Petrobras anunciou aumento de 5% no preço médio do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), o gás de cozinha. Com a elevação, que entra em vigor nesta quinta-feira (3/12), o preço médio da estatal será equivalente a R$ 33,89 por botijão de 13 quilos (kg). No acumulado do ano, houve alta de 21,9% ou de R$ 6,08 por botijão.

Dados atestam que eleição provocou alta da covid

 

Os números não mentem e comprovam que as eleições foram a causa principal da súbita alta nos casos de covid no Brasil. Dia 6 de novembro, a média de casos era de 16,1 mil, a menor desde maio, mas disparou na reta final da campanha até atingir no dia 17, dois dias depois do 1º turno, a marca de 30,1 mil, alta de 87%. Depois de se estabilizar e até cair por alguns dias, a média voltou a subir e fechou no dia 30, logo depois do 2º turno em cidades populosas, em 35,5 mil, alta de 120,5% desde o início.

Os epidemiologistas explicam que o resultado das atitudes tomadas hoje só é sentido de 10 a 15 dias depois. Exatamente o que ocorreu no Brasil.

João Gabbardo, coordenador do combate à covid em SP e ex-número 2 do Ministério da Saúde, vê a campanha como principal causador da alta.

O ímpeto diminuiu na campanha do 2º turno por envolver apenas 57 cidades, mas com mais de 200 mil eleitores, entre as maiores do país.

O Imperial College de Londres se preocupou com a taxa de contágio de 1,3 na campanha, mas mostrou alívio com a queda para os atuais 1,03.

Fonte: Claudio Humberto

Governo Bolsonaro publica portaria que zera reajuste do Piso do Magistério em 2021

 

À base do canetaço o governo genocida e ultraliberal de Bolsonaro reduziu em 8,7% o valor anual estimado por aluno da rede pública em 2020.

Como o cálculo é diretamente relacionado ao índice do Piso Nacional, a portaria efetivamente zera o reajuste previsto para 2021. Outro grave impacto é a redução da complementação a Estados e Municípios, o que pode levar ao colapso de redes de ensino no próximo ano.

Com o valor anterior, o reajuste calculado pelo Dieese a partir de janeiro deveria ser de 5,9%. A medida conta com o apoio de Eduardo Leite (PSDB), que por mais de uma vez foi a Brasília para tentar mudar a forma de cálculo do Piso.

Junto com outras medidas de arrocho fiscal, como a LC  173, que congela salários e carreiras até 2022, a manobra autoritária projeta a desestruturação da educação pública.

Trata-se de uma tentativa de se vingar da derrota sofrida na aprovação do Fundeb permanente, com mais recursos e novos parâmetros.

O governo Bolsonaro também contingenciou mais de 90% do orçamento do MEC destinado à educação básica em 2020 – excetuados os recursos do Fundeb – e propôs a supressão de outros R$ 5 bilhões da pasta para 2021.

Por fim, vetou dispositivos da Lei 14.040 que destinavam recursos do “orçamento de guerra” da União para financiar a rede de educação durante e após a pandemia da Covid-19.

A CNTE destaca, em relação aos efeitos práticos da Portaria Interministerial n° 3/2020, dois pontos cruciais:

1. Todos os municípios brasileiros que recebem complementação estadual do Fundeb e os entes públicos (estados e municípios) que recebem complementação federal terão que devolver parte dos recursos recebidos desde janeiro de 2020. Embora o lapso temporal seja contestável à luz de princípios do direito financeiro e de legislações orçamentárias, o prejuízo será inevitável e poderá gerar colapso em várias redes de ensino. Nem mesmo a expectativa de ganho com o percentual extra de 2% da complementação da União para 2021 será capaz de suprir as perdas com a presente redução de 8,7% no custo aluno ano do Fundeb 2020. E soma-se a esse cenário trágico a redução das receitas tributárias nos estados, DF e municípios e a relutância da União em repassar recursos extras para financiar a educação em todo o território nacional. Ou seja: ao invés de ajudar os entes subnacionais no momento da pandemia, o governo federal impõe mais uma grave restrição orçamentária às administrações públicas, que certamente não conseguirão reabrir as escolas, quiçá honrar os compromissos salariais com seus servidores públicos. Trata-se de uma conjuntura de caos fiscal e social motivada pela ingerência da União sobre o Fundeb, especialmente por não ter observado os prazos e condições previstos no art. 6º c/c art. 4º da Lei 11.494, fato que enseja gravíssimo crime de responsabilidade!

2. O piso salarial do magistério, que tinha atualização prevista na ordem de 5,9% para 2021, agora terá reajuste zero no ano que vem. E essa tendência de anular os ganhos salariais dos/as professores/as brasileiros/as segue na mesma direção da LC 173/2019. Caso a referida Portaria não seja revogada ou o Congresso não reveja a política de reajuste do Piso (fixando, por exemplo, o INPC + percentual de ganho real), será a primeira vez na história do Fundeb que os docentes da educação básica pública ficarão sem acréscimos em seus vencimentos, historicamente defasados sobretudo em comparação a outras profissões ou mesmo a docentes de outros países, conforme apontam as pesquisas da OCDE.

Diante da gravidade desse cenário irresponsável criado pelo governo Bolsonaro, o CPERS, a CNTE e suas entidades filiadas requerem do parlamento brasileiro a aprovação de medidas que sustem imediatamente os efeitos da Portaria nº 3/2020, impedindo que maiores absurdos sejam cometidos contra a educação brasileira e seus profissionais. É preciso assegurar os recursos públicos suficientes para garantir educação de qualidade a todos(as), especialmente aos filhos e filhas da classe trabalhadora e aos próprios trabalhadores(as).

Outra ação urgente que compete ao parlamento refere-se à aprovação da lei de regulamentação do Fundeb permanente, que precisa assegurar expressamente a recepção da Lei 11.738 (piso salarial do magistério) até que outro dispositivo de valorização seja assegurado aos profissionais da educação. Essa medida é essencial para evitar quaisquer manobras com vistas a colocar em dúvida a vigência da Lei do Piso, em 2021, e/ou atrasar sua execução que deve ser perene.

A educação e seus profissionais precisam ser respeitados. Sem educador(a) valorizado não se constrói educação de qualidade!

Fonte: cpers.com.br

Reestimativa do Fundeb 2020 foi publicada; valor mínimo por aluno é de R$ 3.349,56

Nova estimativa da receita do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) foi publicada na sexta-feira, 27 de novembro, por meio da Portaria Interministerial 3/2020 dos Ministérios da Educação e da Economia (MEC/ME), de 25/11/2020. A portaria estabelece o valor mínimo nacional por aluno/ano em R$ 3.349,56 para 2020, conforme previsto nas Portarias Interministeriais 2 e 4/2020.

A nova estimativa de receita para 2020 totaliza R$ 162,4 bilhão, o que representa redução de 6,5% em relação ao montante de R$ 173,7 bilhão anteriormente estimado pela Portaria 4/2019. Do total da nova receita para 2020, R$ 147,6 bilhão correspondem ao total das contribuições de Estados, Distrito Federal e Municípios e R$ 14,8 bilhão são relativos à complementação da União ao Fundo.

A nova estimativa reflete a queda da arrecadação dos principais impostos que compõem o Fundeb – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e os Fundos de Participação dos Estados e dos Municípios (FPE e FPM) – causada pela pandemia da Covid-19.

Para o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, os desafios só aumentam nesse cenário nada alentador, pois os atuais gestores têm contado com menos recursos em 2020 do que os originalmente previstos em dezembro de 2019. Portanto, torna-se mais difícil assegurar as ações educacionais e sanitárias necessárias para a retomada das aulas presenciais, devido ao volume das perdas dos recursos destinados à manutenção e ao desenvolvimento do ensino.

Complementação 
A Portaria 3/2020 altera significativamente a estimativa de receita do Fundeb e, portanto, modifica também o valor da complementação da União, correspondente a 10% do total da contribuição dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios ao Fundo.

Dos Estados beneficiados com a complementação da União, cinco receberão menos recursos dessa complementação: Amazonas (-22%), Ceará (-3,0%), Maranhão (-4,2%), Pará (-13,4%) e Pernambuco (-14%). Amazonas, que é o mais afetado, ficará sem a complementação da União em novembro e dezembro.

Assim como ocorreu em 2019, além dos nove Estados que já vinham recebendo recursos da complementação da União ao Fundeb desde o início deste ano, o Estado e os Municípios do Rio de Janeiro também passaram a ser beneficiários desses recursos federais em 2020.

Reajuste do piso
De acordo com a Portaria Interministerial 3/2020, o valor mínimo nacional por aluno/ano dos anos iniciais do ensino fundamental urbano passa a ser de R$ 3.349,56, em substituição ao valor de R$ 3.643,16, que fora estimado na Portaria Interministerial 4/2019.

Segundo a Lei 11.738/2008, que instituiu o piso salarial nacional para os profissionais do magistério público da educação básica, o valor do piso é atualizado anualmente, no mês de janeiro, com o mesmo percentual de crescimento do valor anual mínimo por aluno dos anos iniciais do ensino fundamental urbano do Fundeb nos dois exercícios imediatamente anteriores.

Com a queda na receita do Fundeb, em 2021 não haverá reajuste do piso salarial nacional dos profissionais do magistério. A variação do crescimento do valor mínimo nacional estimado de 2019, de R$ 3.440,29, e o estimado para 2020, de R$ 3.349,56, foi negativa (-2,6%). Assim, o valor do piso salarial continuará R$ 2.886,24 no ano que vem, e é o vencimento inicial da carreira a ser pago aos profissionais com formação em nível médio, na modalidade normal, para a jornada de 40 horas semanais.

Fonte: CNM

Habilitações vencidas em 2020 terão um ano a mais de validade

 

Está em vigor, a partir de hoje (1º), a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que restabelece os prazos para a regularização das carteiras nacionais de Habilitação (CNHs) vencidas.

Segundo a nova resolução, os documentos de habilitação vencidos em 2020 ganharam mais um ano de validade. Com isso, a renovação das CNHs vencidas em 2020 ocorrerá de forma gradual, de acordo com um cronograma estabelecido no documento.

A medida inclui também a Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC) e a Permissão Para Dirigir (PPD), documento provisório utilizado no primeiro ano de habilitação do condutor. Pelo texto, a renovação ocorrerá com base no mês de vencimento do documento.

Ainda de acordo com a resolução, para fins de fiscalização, qualquer documento de habilitação vencido em 2020 deve ser aceito até o último dia do mês correspondente em 2021.

A medida, publicada no último dia 24, revogou uma portaria publicada em março pelo órgão, que suspendeu os prazos para a renovação das CNHs, aplicação de multas, transferência de veículo, registro e licenciamento de veículo novo, entre outros, em razão da pandemia do novo coronavírus.

Confira o Cronograma de renovação de CNHs aqui.

Covid 19 não é brincadeira, ele mata, precisamos controlar sua propagação. Faça sua parte também!

 

Os casos de Coronavírus no município de Olho D'água do Borges e região, estão aumentando rapidamente. Vencer o COVID-19 depende muito da atitude de cada um de nós. A população parece não acreditar no risco que a pandemia do coronavírus traz para o ser humano, e insiste em desrespeitar as recomendações dos órgãos de saúde.

Além do aumento do índice de transmissibilidade no pós-eleição, agora são as festas, reuniões festivas, aglomerações em bares e eventos públicos, como se o vírus não exista mais. E o pior de tudo, desrespeitam os próprios familiares e amigos que estão no grupo de pessoas mais vulneráveis ao Covid 19.

Para isto, é preciso manter o isolamento e o distanciamento social, ficar em casa para evitar a propagação do vírus, para proteger e preservar a vida dos idosos e das pessoas que tem doenças crônicas. É preciso a compreensão dos mais jovens e adultos, que devem evitar sair sem necessidade para não levar o vírus para dentro das casas. 

A Prefeitura Municipal de Olho D’água do Borges não tem medido esforços para proteger os seus munícipes deste vírus que tem causado milhares de mortes no Brasil e no mundo.

Mas para isso, é preciso que a população também faça seu papal, evitando festas e aglomerações, mantendo o distanciamento social e respeitando as recomendações dos órgãos de saúde para que, juntos, possamos controlar a propagação do vírus.

Fique em Casa, e se precisar de sair, use máscaras. Seja prudente e siga as recomendações da área de Saúde.

Prazo de adesão ao Super Refis no RN é prorrogado até 29 de dezembro


O governo do Rio Grande do Norte decidiu prorrogar a adesão ao Programa de Regularização Tributária (Super Refis 2020) até o dia 29 de dezembro. A medida foi anunciada nesta segunda-feira (30), quando terminaria o prazo inicial. A motivação foi o alto volume de pedidos na data final, além da instabilidade do sistema da Procuradoria Geral do Estado (PGE) durante todo o dia.

Para aderir ao refinanciamento dos débitos fiscais anteriores a julho deste ano, o contribuinte precisa acessar a página https://refis2020.set.rn.gov.br e clicar em uma das duas opções - "Débitos Fiscais" ou "Divida Ativa".

De acordo com o governo, até agora foram computadas cerca de 3 mil adesões, o que representa um volume negociado e parcelado da ordem de R$ 100 milhões, sendo cerca de R$ 20 milhões à vista, isto sem contabilizar as adesões efetivadas pela PGE, órgão encarregado da cobrança da dívida ativa e cujos débitos também são objetos do Refis e passíveis de refinanciamento.

 Veja mais aqui.


Dezembro terá fenômeno astronômico que não ocorre desde a Idade Média; entenda

 

Um fenômeno astronômico que não acontece desde a Idade Média poderá ser observado no dia 21 de dezembro, logo após o pôr do Sol: a proximidade entre Júpiter e Saturno fará com que esses dois corpos celestes pareçam um planeta duplo.

A proximidade entre os dois planetas já está ocorrendo e, entre os dias 16 e 25 de dezembro, a percepção será de que eles estarão separados por menos do que um diâmetro de lua cheia. “Na noite de maior aproximação, em 21 de dezembro, eles se parecerão com um planeta duplo, separados por apenas um quinto do diâmetro da lua cheia”, explica o astrônomo da Rice University, Patrick Hartigan.

Embora as melhores condições de visualização sejam próximas ao Equador, o fenômeno poderá ser observado em qualquer lugar da Terra, se o clima permitir. Hartigan explica que a dupla planetária aparecerá baixo no céu ocidental por cerca de uma hora após o pôr do sol todas as noites. “Para a maioria dos observadores do telescópio, cada planeta e várias de suas maiores luas estarão visíveis no mesmo campo de naquela noite”, acrescentou.

Segundo o astrônomo, alinhamentos entre esses dois planetas são bastante raros, ocorrendo uma vez a cada 20 anos ou mais. “No entanto, esta conjunção é excepcionalmente rara por causa da maior proximidade entre eles. Você teria que voltar até um pouco antes do amanhecer de 4 de março de 1226 para observar um alinhamento mais próximo entre esses objetos visíveis no céu noturno”, complementou.

A próxima vez que esse vento ocorrerá será no dia 15 de março de 2080. Depois, só depois do ano 2400.

Com informações da Rice University/ Portal Grande Ponto

IDIARN prorroga vacinação da segunda etapa da campanha contra febre aftosa para 15 de dezembro.

 

O Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN (IDIARN) prorrogou o período da segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa. A orientação veio por meio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, em atendimento  ao pleito dos estados do Brasil.

Com a prorrogação, o produtor potiguar terá até o dia 15 de dezembro para adquirir a vacina e até 15 de janeiro para declarar o rebanho e, com os novos prazos, terá mais tempo para imunizar seus animais. Nesta etapa, a vacinação é obrigatória apenas para os animais de 0 a 24 meses.

O produtor cadastrado junto ao IDIARN deve adquirir a vacina em uma das lojas autorizadas. Em seguida, vacinar os animais e declarar o rebanho até o prazo estendido de 15 de janeiro em um dos escritórios do IDIARN, EMATER ou secretarias municipais de agricultura. 

‘Mapa que sai das urnas não tem, nas capitais, nenhum bolsonarista ou petista’

 

Dois anos depois, o eleitor do Brasil mostra ter virado a página da polarização que levou ao segundo turno entre Jair Bolsonaro e o PT, em 2018. O mapa que sai das urnas não tem, no comando das capitais, nenhum bolsonarista-raiz e nenhum petista, e isso não é pouca coisa, nem é incidental. Tanto o presidente quanto Lula e o PT acharam que bastava manter o script de dois anos atrás que os resultados se repetiriam.

Lula e o PT acharam que 2020 seria a forra de 2016 e 2018. Finalmente o eleitorado reconheceria que a Lava Jato foi uma farsa, o impeachment de Dilma Rousseff, um golpe, e a condenação e prisão de Lula uma jogada para dar vitória a Bolsonaro, com a cumplicidade da imprensa. Ficou falando sozinho e foi superado por outras legendas de esquerda, que já saem das urnas avisando: não vai dar para querer cantar de galo hegemônico para 2022.

Bolsonaro fez pouco caso da necessidade de um partido organizado e escolheu a esmo candidatos para chamar de seus em todo o País. Usou e abusou da internet para bombá-los. Não deu resultado. Foi fragorosamente derrotado.

E se esses foram os grandes derrotados, quem vence? Os grandes partidos de centro e centro-direita, aquele mainstream humilhado nas urnas em 2018, curiosamente. DEMPSDB e PSD tiveram importantes vitórias nas capitais mais relevantes, e o MDB deu uma boa desidratada, mas manteve sua capilaridade nacional e agora vê o Progressistas lhe fazer sombra nas cidades pequenas e médias.

Na direita, a implosão do PSL e o envelhecimento precoce do Novo deram espaço a siglas como o Patriota, que será disputado entre bolsonaristas e MBL. E a esquerda pós-Lula? Viverá discreta corrida entre Ciro Gomes e Guilherme Boulos pelo protagonismo. O primeiro construiu boas alianças com PSB e até o DEM e fincou bandeira no Nordeste. O segundo é a ave mais vistosa da esquerda, case de sucesso em renovação de discurso e identificação com os jovens, tendo mostrado caminho exitoso nas pautas sociais sem precisar passar pano na corrupção petista nem pagar tributo a Lula.

O certo é que, com a derrota dos candidatos apoiados por Jair Bolsonaro desde o 1º turno, a eleição de 2020 vai se caracterizando como um pleito em que o Centro venceu. Os radicais de esquerda e direita saem em declínio das urnas. 

Por Vera Magalhães

Governo deve pagar salários atrasados com juros e correção monetária, além de construir políticas públicas para amenizar impacto financeiro na vida dos servidores

 

Estamos chegando no último mês de 2020, e é inaceitável que as folhas salariais de dezembro e 13° de 2018 ainda não foram pagas pelo governo do Estado do Rio Grande do Norte para mais de 100 mil servidores públicos. A falta desse pagamento fez com que milhares de trabalhadores se endividassem com empréstimos. Sejam eles da ativa, aposentados ou pensionistas.

A situação é delicadíssima e seu impacto ainda é sentido pelos trabalhadores e deve reverberar ainda durante muito tempo. Isso porque os juros altíssimos dos bancos vão a cada dia empobrecendo mais cada um desses servidores que tiveram de dar um jeito para cumprir com seus compromissos e ter algum dinheiro para sua alimentação, para seus medicamentos, e para manter suas vidas. Ou seja, tiveram de consertar um problema criado pelo governo do Estado.

Por esse motivo, o Fórum Estadual dos Servidores entende que apenas o pagamento das duas folhas salariais atrasadas não é suficiente para resolver o grande problema ocasionado pelo Estado. Além de cumprir com o dever de pagar os salários dos trabalhadores, o governo tem de construir uma política pública para amenizar ou extinguir os efeitos severos criados a partir dos atrasos salariais.

Mecanismos para amenizar impacto financeiro

É obrigação do governo criar mecanismos sociais para esses servidores brutalmente atingidos pelo atraso salarial, como pagamento da folha com respeito a correção monetária, pois há defasagem econômica dos valores por causa da inflação acumulada em dois anos; pagamento de juros como forma de compensação; incentivos fiscais, entrando em acordo com instituições financeiras para renegociação dos empréstimos realizados após os atrasos salariais; ou também incentivo a empréstimos bancárias com juros subsidiados pelo Estado.

Essas ações são necessárias para que o servidor consiga se estabilizar financeiramente após dois anos sem ter acesso a dois salários atrasados. Além do pagamento, é urgente que o Estado construa junto ao servidor movimentos para desfazer todo o embaralho econômico ocasionado pela irresponsabilidade do governo.

Estudo comprova a grave situação dos servidores

“Mensuração do endividamento e prejuízos financeiros dos servidores públicos estaduais provocados pelos sucessivos atrasos salariais promovidos pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte nos anos 2016, 2017 e 2018” é um estudo dos professores do curso de Ciências Contábeis da UERN, Auris Martins e Rosânegela Queiroz, junto a estudante Brena Samara de Paula. Nele foi apresentado a triste realidade de como os atrasos salariais afetam a vida dos servidores públicos do Estado do RN.

A pesquisa fez um recorte entre os trabalhadores e entrevistou 361 servidores. Desses, 84% estavam na ativa, 72% não tinham nenhuma outra fonte de renda além do serviço público, e a maioria estava há mais de 30 anos trabalhando para o Estado.
 
Apenas 40% dos servidores tinha alguma reserva financeira quando os atrasos tiveram início, e 25% deles foram obrigados a mexer imediatamente nas suas poupanças. 43% dos servidões adoeceram após os atrasos do governo. As queixas principais foram de doenças psicológicas, como depressão. 65% fizeram empréstimos, e 27% fizeram consignados especialmente para pagar dívidas iniciadas após o não recebimento dos seus salários. Outros 38% dos servidores se viram obrigados a vender bens pessoais para ter algum dinheiro para manutenção de suas vidas. E mais da metade deles, 56%, utilizaram o cheque especial, como escapatória para a situação.

O Fórum Estadual dos Servidores está aberto para diálogo e construção de uma política para auxiliar os trabalhadores do Estado. Representamos todos os servidores do RN e exigimos respeito!

FÓRUM ESTADUAL DOS SERVIDORES/SINSP 

Prefeitura confirma suspensão do Carnaval de Salvador em 2021

 

O carnaval de Salvador está oficialmente suspenso e ainda não tem data prevista para ocorrer em 2021, segundo anunciou o prefeito ACM Neto, na nessa sexta-feira (27), durante coletiva de imprensa.

“Está cancelado o evento em fevereiro e, por ora, só podemos informar o cancelamento. Não há como especular o carnaval em outra época do ano. A possibilidade do carnaval acontecer em outro momento de 2021 está condicionada a existência de uma vacina acessível a todos. Caso exista vacina, os prefeitos das maiores cidades do Brasil se unam para um eventual calendário. Agora, nem eu, nem Bruno prefeito eleito de Salvador, nem ninguém pode estabelecer uma data, porque essa data dependerá da vacina”, disse o prefeito.

A festa momesca da capital baiana, que tradicionalmente ocorre entre os meses de fevereiro e março, foi adiada por causa da pandemia do coronavírus. O prefeito eleito Bruno Reis também esteve na coletiva e falou sobre a suspensão de um dos principais eventos de rua do país.

Além do carnaval, o prefeito ACM neto reforçou que as festas de largo, tradicionalmente iniciadas em dezembro e só finalizadas em março do ano seguinte, também estão suspensas.

A suspensão da festa foi pauta do Jornal das Seis, da 96 FM, nessa sexta-feira (27)

 Fonte: Blog do Dina

Covid-19: RN tem 60 cidades com taxa de transmissibilidade em 'zona de perigo'

 

No Rio Grande do Norte, 60 municípios estão com taxa de transmissibilidade da covid-19 enquadrada em "zona de perigo" (indicador maior que 2). Estatiscamente, o índice mostra a quantidade de pessoas que um infectado contaminará. Um total de 36 cidados do RN estão em zona segura (abaixo 1) e 67 estão em área de risco (entre 1,03 e 2). Na zona neutra (entre 1 e 1,03), estão 4 municípios. Os dados são da Plataforma Coronavírus RN, gerida pelo Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/UFRN).

Estão seguras quanto à transmissibiidade, as regiões de Saúde de Mossoró, Caicó e Paus dos Ferros. Já a Região Metropolitana, Açu, João Câmara, Santa Cruz e São José de Mipibu estão classificadas como em zona de risco.

No boletim mais recente, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) apontou 92.647 casos de covid-19 confirmados no RN, 38.431 casos suspeitos e 223.706 casos descartados. O número de mortes no estado está em 2.678. Outros 382 óbitos estão sendo investigados e 709 estão descartados.

Segundo a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesap, Alessandra Lucchesi, o aumento na quantidade de confirmados e descartados ocorre pelo aumento da capacidade de testagem e dadisponibilização de materiais aos municípios, além da mudança nos critérios para a população elegível para fazer os testes.

"Em sua grande maioria, são de pacientes testados por sorologia, que identifica se o paciente teve contato com o vírus ao longo da pandemia, ou seja, nem todos são pacientes ativos", afirmou Lucchesi.

Fonte: Tribuna do Norte

Desemprego no RN vai a 17,3% no 3º trimestre

 

O desemprego no Rio Grande do Norte chegou a 17,3% no trimestre de julho a setembro de 2020. O dado é da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta sexta-feira (27). Esse resultado significa uma alta de 1,7 pontos percentuais em comparação com o período de abril e junho deste ano.

Nacionalmente, a desocupação ficou em 14,6% no 3º trimestre, atingindo 14,092 milhões de pessoas. A taxa ficou um pouco abaixo da mediana das expectativas dos analistas, que era de 14,8%, e dentro do intervalo de previsões, que ficava entre 14,3% e 16,1%. No 3º trimestre do ano passado, a Pnad Contínua apontou taxa de desemprego de 11,8%. Já no trimestre móvel até agosto de 2020, ela ficou em 14,4%.

A renda média real do trabalhador no 3º trimestre foi de R$ 2.554, resultado que consiste em alta de 8,3% em relação ao mesmo trimestre de 2019. A massa de renda real habitual paga aos ocupados chegou R$ 205,3 bilhões no 3º trimestre, o que significa uma queda de 4,9% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Fonte: Agora RN

Prefeito eleito de Guamaré tem recurso negado no TRE-RN e município deverá ter nova eleição

 

O Tribunal Regional Eleitoral, TRE-RN, julgou nesta quinta-feira, 26, o recurso que discutia o registro de candidatura do candidato a prefeito de Guamaré Hélio de Mundinho (MDB), que foi o mais votado na eleição do último dia 15.

No julgamento de hoje, o TRE/RN manteve a sentença da juíza de primeira instância que indeferiu o registro de candidatura de Hélio, por compreender que se configuraria o quarto mandato do mesmo grupo familiar.

Muito embora o Tribunal não tenha proclamado novas eleições oralmente, advogados ouvidos pelo blog sustentam que o acórdão que vier a ser lavrado deverá trazer a determinação de nova eleição na cidade.

Recurso eleitoral n. 0600286-71.2020.6.20.0030.

Fonte: Justiça Potiguar

 

PoderData revela virada na avaliação de Bolsonaro: rejeição do governo vai a 48%

 

Pesquisa PoderData divulgada nesta 4ª feira (25.nov.2020) revela queda na aprovação do governo e do trabalho pessoal do presidente Jair Bolsonaro. O estudo confirma tendência captada 15 dias antes.

No levantamento feito de 2ª a 4ª feira (23 a 25.nov.2020), a desaprovação ao governo federal subiu de 43% para 48% em cerca de duas semanas. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. Foram entrevistadas 2.500 pessoas em 479 cidades nas 27 unidades da Federação.

A aprovação do governo oscilou de 45% para 42% em 15 dias – dentro da margem de erro. Os que acham a administração regular são 10% dos entrevistados.

O que se nota na evolução das pesquisas PoderData, realizadas nacionalmente a cada 15 dias, é que houve inversão das curvas. Agora, o percentual de rejeição está acima do de aprovação, depois de 3 meses (agosto, setembro e outubro) que foram positivos para Bolsonaro. 

Nordeste se mobiliza para o fórum de desenvolvimento do semiárido

 

O Fórum de Desenvolvimento do Semiárido 2020 desembarca em Mossoró (RN) nos dias 3 a 5 de dezembro e irá mobilizar a região Nordeste. O evento vai promover um amplo debate que irá fomentar o Plano de Desenvolvimento do Semiárido (PDS). A programação do evento conta com a participação de autoridades do país e palestrantes, especialistas e técnicos de todo o país. O vice-presidente, Hamilton Mourão, marcará presença na abertura do Fórum.

O evento irá promover dois dias de debates e discussões sobre os 13 Eixos Temáticos selecionados: Recursos Hídricos, Energia, Agronegócio, Mercado, Relações Exteriores (comércio), Recursos Minerais, Segurança – Jurídica e Fundiária, Educação – Capacitação, Turismo, Transporte e Logística, Novas tecnologias e Inovação, Comunicação -TI e Meio Ambiente

Além do Fórum, haverá um pavilhão com Feira de Exposição aberto ao público e seguindo os protocolos de segurança devido a pandemia causada pela Covid-19. O espaço terá apresentação de tecnologias de aproveitamento de resíduos sólidos urbanos, produção eólica e solar, produção agrícola em ambiente protegido, dessalinização, serviços e produtos ligados ao desenvolvimento do semiárido e shows culturais.

Para ter acesso a programação Clik aqui.

Mundo tem mais de 12 mil mortes por Covid-19 em 24 horas pela primeira vez

 

O mundo registrou um novo recorde diário de mortes por Covid, e o total de vítimas ultrapassou a marca de 1,4 milhão, aponta balanço da Universidade Johns Hopkins nesta quarta-feira (25).

Foram 12.785 óbitos na terça-feira (24), que superaram a marca anterior de 11.840 mortes registradas na sexta-feira (20).

O mundo teve por quatro dias seguidos mais de 11 mil vítimas do novo coronavírus na semana passada, segundo o balanço da universidade. Foram 200 mil novas mortes em 23 dias.

A universidade americana tem um painel em tempo real que monitora o avanço da pandemia em todo o mundo. Ele é abastecido com dados oficiais, que podem ser revisados e alterados.

Nos últimos dias, os Estados Unidos superaram as 250 mil mortes, o Brasil passou de 170 mil óbitos e o México se tornou o quarto país do mundo a ultrapassar a marca de 100 mil vítimas (o terceiro foi a Índia).

País mais afetado do mundo, os EUA registraram 2.146 novas mortes nas últimas 24 horas, o maior número desde 6 de maio. O maior número de vítimas (2.609) foi registrado em de 15 de abril.

Os países com mais óbitos são:

  1. Estados Unidos: 259 mil
  2. Brasil: 170 mil
  3. Índia: 134 mil
  4. México: 102 mil
  5. Reino Unido: 55,9 mil
  6. Itália: 51,3 mil
  7. França: 50,3 mil
  8. Irã: 45,7 mil
  9. Espanha: 43,6 mil
  10. Argentina: 37,3 mil

 Fonte: G1

Petrobras aumenta preço da gasolina em 4% e diesel em 5% nas refinarias

 

A Petrobras aumentará o preço da gasolina em suas refinarias em 4% em média a partir desta quinta-feira (26), enquanto o diesel terá elevação de 5%, informou a companhia, em movimento que leva as cotações dos combustíveis ao maior nível em três meses.

O aumento é o segundo aplicado pela estatal em novembro para os dois combustíveis, após reajuste realizado no dia 12, quando subiu o valor da gasolina em 6% e o do diesel em 5%.

Com o novo reajuste, o preço médio da gasolina nas refinarias da petroleira passa a ser de R$ 1,8237  por litro, segundo dados da Petrobras compilados pela Reuters, enquanto o litro do diesel passa a custar em média R$ 1,7304.

Ambos alcançam o maior nível desde o final de agosto. No acumulado de 2020, a cotação da gasolina ainda apura queda de cerca de 4,9%, e a do diesel registra baixa de 26,1%.

Durante o ano, porém, o litro da gasolina nas refinarias chegou a custar menos de R$ 1 e o do diesel caiu a cerca de R$ 1,30. As mínimas foram vistas entre abril e maio, quando as medidas de restrição por causa da pandemia do novo coronavírus atingiram seu ápice no Brasil.

O repasse dos reajustes nas refinarias aos consumidores finais nos postos não é garantido e depende de uma série de questões, como margem da distribuição e revenda, impostos e adição obrigatória de etanol anidro e biodiesel.

CNN Brasil

 

Cadê nossos salários atrasados Governadora Fátima?

 

O Governo do Rio Grande do Norte ainda acumula dívida com os servidores públicos estaduais ativos, aposentados e pensionistas de duas folhas salariais, referentes ao mês de dezembro e 13º de 2018. No início da gestão, a governadora Fátima Bezerra prometeu esforços na busca de recursos extras para pagar a dívida, no entanto, quase dois ano depois, não há sequer calendário definido sobre o pagamento dos atrasados e os trabalhadores seguem acumulando dívidas.

A falta desse pagamento fez com que milhares de trabalhadores se endividassem com empréstimos e tantos outros tivessem que se desfazer de algum de seus bens adquiridos após anos de trabalho. A situação é delicadíssima e seu impacto ainda é sentido pelos trabalhadores e deve reverberar durante muito tempo. Isso porque os juros altíssimos dos bancos vão a cada dia empobrecendo mais cada um desses servidores que tiveram de dar um jeito para cumprir com seus compromissos e ter algum dinheiro para sua alimentação, para seus medicamentos, e para manter suas vidas. Ou seja, tiveram de dar um jeito num problema criado pelo governo do Estado.

Apenas o pagamento das duas folhas salariais atrasadas não é suficiente para resolver o grande problema ocasionado pelo Estado. Além de cumprir com o dever de pagar os salários dos trabalhadores, o governo tem de construir uma política pública para amenizar ou extinguir os efeitos severos criados a partir dos atrasos salariais.

Além disso, o SINSP insiste em um posicionamento do Governo do RN sobre o calendário de pagamento dos atrasados, uma vez que a dívida não é da gestão passada e sim do Estado. É, ainda, a cobrança de um direito do servidor, que contribuiu para a máquina pública estadual e deve, por direito, receber o salário que lhe é atribuído e cuja ausência causa o acúmulo de dívidas até hoje. 

 Fonte:SINSP/RN.

Governadora anuncia concurso para Polícia Civil

 

A governadora Fátima Bezerra anunciou na tarde desta terça-feira(24) a confirmação do concurso público da Polícia Civil do Rio Grande do Norte.

Segundo a governadora, serão 301 vagas para a Polícia Civil distribuídas entre delegados, agentes e escrivães. O Edital para o concurso será publicado, nesta quarta-feira (25), no Diário Oficial do Estado (DOE), assim anunciou a governadora Fátima Bezerra (PT) em uma live em sua conta no Instagram, na tarde desta terça-feira (24), juntamente com a comissão organizadora do concurso.

Há 12 anos, o Rio Grande do Norte não realiza concurso público para Polícia Civil, estando, portanto, com defasagem no quadro efetivo de servidores. 

Estiveram presentes no evento, os representantes das categorias envolvidas, a Associação dos Escrivães da Policia Civil do RN (ASSESP), Associação dos Delegados dos Delegados de Polícia Civil do RN (Adepol) entre outros. "Nesse ato quem cresce e ganha é a sociedade e quem mais uma vez sai derrotada é a criminialidade", disse a Delegada Paolla, representando Ana Cláudia Saraiva, delegada geral da Polícia Civil do estado.

Na ocasião não foi falado ainda em datas das provas. Mas a governadora alertou no final da live para que os interessados estudem e se preparem aí para o concurso. 

Henrique Alves vira réu por corrupção, lavagem de dinheiro e caixa dois eleitoral

 

O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, o empresário Joesley Batista e o ex-executivo da J&F Ricardo Saud viraram réus por corrupção, lavagem de dinheiro e caixa dois eleitoral — no caso que veio à tona em 2017, após a delação premiada de Saud.

A Justiça Eleitoral no Rio Grande do Norte recebeu a denúncia apresentada pelo Ministério Público Eleitoral no último dia 23 de outubro. A decisão é da juíza eleitoral Hadja Holanda de Alencar, da 2ª Zona Eleitoral de Natal.

Segundo a denúncia, o ex-deputado federal solicitou à empresa dos irmãos Batista o pagamento de vantagens indevidas para custeio de sua campanha eleitoral ao governo do Rio Grande do Norte em 2014, tendo recebido 2.936.000,00 milhões de reais.

Nas palavras da promotora eleitoral Iara Pinheiro de Albuquerque, que assina o documento, os crimes foram cometidos por Henrique Eduardo Alves “motivado pela ganância de se ver eleito governador do estado do Rio Grande do Norte”.

 Fonte:  Radar/Veja

 

Senado aprova projeto do deputado João Maia, já aprovado na Câmara, que vai massificar o acesso à internet no Brasil

 

O Senado aprovou essa semana, projeto de lei do deputado João Maia, aprovado na Câmara em dezembro do ano passado.

O projeto prevê a liberação dos recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (FUST) para ampliação de infraestrutura de acesso à Internet no Brasil.

“Caso vire lei, o projeto garante a massificação do acesso à internet no país”, comemorou o parlamentar do Rio Grande do Norte.

Grande parte do texto do Projeto de Lei de João Maia foi preservado pelo Senado para elaboração da nova lei.

O deputado João Maia destaca duas contribuições relevantes do seu projeto para a nova regra de acesso à internet.

“Uma é a aplicação dos recursos na massificação do acesso à internet de alta velocidade, e a outra o financiamento de pequenos provedores de banda larga, para levar o acesso à internet às pequenas localidades”, destacou João Maia, concluindo que a criação de um Conselho Gestor do FUST, vinculado ao Ministério das Comunicações, será de grande importância.

O deputado tem tido conversas frequentes com o ministro das Comunicações, Fábio Faria, que assim como João, é deputado, é potiguar e é seu vizinho de porta no prédio onde mora em Brasília.

Oxford poderá começar a ser aplicada em janeiro

Está prevista uma reunião de representantes de Oxford e AstraZeneca com o Ministério da Saúde, Anvisa e Fundação Oswaldo Cruz, na qual os desenvolvedores da vacina comprada pelo governo federal devem pedir a aprovação do uso emergencial do imunizante no Brasil.

Se a aprovação for dada pela Anvisa, é possível que a vacina comece a ser aplicada no Brasil em janeiro do ano que vem.

De acordo com os dados divulgados pela AstraZeneca, a vacina obteve 90% de eficácia em quem recebeu uma dose e meia e 70% nos voluntários que receberam uma única dose. São ótimos índices. No início dos testes, a expetativa é que a vacina fosse apenas 50% eficaz.

 Fonte: Robinson Pires

RN foi o estado com maior aumento da área com seca relativa em outubro

 

O Rio Grande no Norte foi o estado brasileiro com o maior aumento na área com seca relativa quando comparado ao mês de setembro. Ao todo, sete estados tiveram piora. A informação é do mapa do Monitor de Secas da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA).

No RN, o aumento da área com seca chegou a 50%. Com isso, o estado passou a ter 83% do seu território sob influência do fenômeno. A climatologia da precipitação é baixa no estado em outubro e as chuvas ficaram torno do normal, o que levou a uma piora dos indicadores de seca, sobretudo devido às altas temperaturas observadas no período.

Entre os 19 estados analisados, também foi detectado aumento da seca em Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Sul e Sergipe.

Por outro lado, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais e Rio de Janeiro tiveram melhora no quadro. Os demais estão em condição semelhante à do mês anterior.

Segundo a ANA, o “desaparecimento” da seca em 100% do Distrito Federal foi o destaque de outubro.

Fonte: Portal Grande Ponto com informações do Poder 360

 

Pai e filha são eleitos prefeitos no Rio Grande do Norte

 

Duas cidades vizinhas, no Estado do Rio Grande do Norte, terão gestões de pai e filha. O engenheiro Eugênio Pacelli Araújo Souto (MDB), foi eleito prefeito em São Paulo do Potengi (RN), com 62,43% dos votos válidos e a sua filha Andrezza Brasil Souto (PT), venceu em Sítio Novo (RN), com 51,88% dos sufrágios na eleição de 15 de novembro de 2020.

Fonte: Robison Pires. 

Segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa 2020, encerra segunda-feira, dia 30.

Informamos aos pecuarista do município de Olho D’água do Borges, que a segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa encerra-se segunda-feira, dia 30 de novembro. 

Nesta etapa, a vacinação é obrigatória apenas para os animais de 0 a 24 meses, correspondendo a 30% do rebanho atual, porém, todos os animais deverão ser declarados. 

A febre aftosa é uma doença causada por vírus que provoca febre e aftas, principalmente na boca e entre os cascos dos animais, causando enorme perda na produção de leite e carnes. 

O produtor deve adquirir sua vacina em uma das lojas autorizadas a comercialização e, após isso, vacinar os animais e declarar o rebanho até o dia 15 de dezembro, em um dos escritórios do IDIARN, Emater ou na Secretaria Municipal de Agricultura.

Aulas presenciais da rede estadual de ensino retornam dia 1º de fevereiro de 2021

 

As aulas presenciais da rede estadual de ensino retornarão no dia 1º de fevereiro de 2021.

O Governo do Estado, Ministério Público (MPRN) e a Defensoria Pública do Estado (DPE/RN) firmaram um termo de acordo para tratar do assunto.

O documento que será assinado nesta segunda-feira (23), visa ajustar as medidas necessárias na rede estadual dentro dos próximos meses. 

Arroz integral ou arroz branco. Afinal, qual é o mais saudável?

 

O arroz vem em várias cores, formatos e tamanhos, mas os mais populares são o branco e o integral. O arroz branco é o tipo mais consumido, mas o arroz integral é amplamente reconhecido como uma opção mais saudável.

Mas quais são as grandes diferenças?

O arroz integral fornece fibras e várias vitaminas e minerais. O arroz branco é um grão refinado que teve essas partes nutritivas removidas.

Comer arroz integral pode ajudar a diminuir os níveis de açúcar no sangue e reduzir o risco de diabetes tipo 2. O arroz branco, por outro lado, pode realmente aumentar o risco de diabetes tipo 2.

Comer arroz integral pode ajudar ainda a aumentar os níveis de antioxidantes no sangue e reduzir o risco de doenças cardíacas e obesidade.

Dito isto, qualquer tipo de arroz pode fazer parte de uma dieta saudável e não há nada de errado em comer um pouco de arroz branco de vez em quando.

 

O partido da governadora Fátima Bezerra, PT, elege apenas 3 prefeitos no RN

 

O partido da governadora Fátima Bezerra, PT, termina às Eleições 2020 elegendo apenas três prefeitos nos municípios do RN.

As vitórias aconteceram em Currais Novos, Sítio Novo e Afonso Bezerra. Foi a menor quantidade de prefeitos eleitos, alcançada por um governador nas eleições municipais.

O resultado mostra que a governadora terá que começar a se empenhar para começar a montar as estratégias políticas para 2022 .

Para disputarem o Governo do Estado, nas suas épocas, os ex-governadores do Rio Grande do Norte: Jose Agripino, Garibaldi Alves, Wilma de Faria, Rosalba Ciarlini e Robinson Faria, fortaleceram suas bases eleitoral com a eleição de vários prefeitos no Estado através de suas legendas.

É com esse cacife eleitoral que ela pensa em concorrer à reeleição em 2022? 

TSE alerta sobre mensagens falsas de anulação das eleições

 

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou ontem (20) que circulam nas redes sociais mensagens falsas sobre a anulação das eleições em alguns municípios por suspeita de fraude na urna eletrônica.

Segundo o TSE, desde a implantação da votação por meio eletrônico, em 1996, nunca houve constatação de fraude no sistema de votação.

Em nota, o tribunal reafirmou que o dispositivo tem 30 camadas de segurança para dificultar fraudes, os dados são transmitidos por uma rede privada, sem conexão à internet ou bluetooth, e lacres de segurança alertam sobre qualquer tentativa de violação dos dados.

Além disso, o resultado da votação pode ser conferido pelos partidos políticos por meio dos boletins de urna, o relatório impresso que indica os votos dados pelo eleitor para cada candidato. O documento é fixado na porta da seção eleitoral ao final do dia de votação. 

O segundo turno das eleições será realizado em 29 de novembro. O pleito ocorrerá em 57 cidades espalhadas pelo país, das quais 18 são capitais.

Fonte: Agência Brasil.

 
Copyright © 2010-2013 Blog do Gilberto Dias | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento » RONNYdesing | ronnykliver@live.com - (84)9666-7179