Olho D'água do Borges/RN -

Projeto de reeleição de Maria Helena e Antonimar continua crescendo e semana promete muitas adesões.

O projeto político de reeleição da pré-candidata Maria Helena e seu vice Antonimar, segue crescendo a todo vapor no município de Olho D’água do Borges. Neste início de semana dezenas de famílias já oficializaram apoio político às suas pré-candidaturas, que só cresce a cada dia. Maria Helena e Antonimar não param de receber chamados de famílias que querem aderir à sua campanha de reeleição por entenderem, que o bom trabalho desenvolvido pela atual gestão, deve continuar

Didi Moto Taxi e família que sempre votaram no MDB, declaram apoio a Maria Helena e Antonimar.

Família de Leonardo Paiva do Conjunto Alfredo Xavier, também declaram apoio a reeleição de Maria Helena e Antonimar.

Irmã de Leonardo Paiva do Conjunto Alfredo Xavier, também declara apoio a reeleição de Maria Helena e Antonimar.

Esposa de Caboclinho e seu Pedroca  da Cajazeira, tradicionais eleitores do MDB, declararam ontem apoio a Maria Helena
Cesimar de Molica esse ano também está com Maria Helena e Antonimar.
 
Fatima de Omar e família também está com Maria Helena e Antonimar esse ano.

Os amigos Jair da Besta, Israel do posto e familia tambem formalizaram apoio a Maria Helena e Antonimar. A onda de adesões não para.

Luzia do Conjunto Alfredo Xavier e família, esse ano está com Maria Helena e Antonimar.

Presidente do TSE defende trabalho da imprensa no combate à desinformação e fake news

 

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, disse que o país e o mundo nunca precisaram tanto da imprensa profissional e de qualidade, capaz de separar, com profissionalismo, fato de opinião, como agora. Em um evento restrito a jornalistas sexta-feira (18/09/2020), o magistrado pediu amplo apoio à imprensa no combate à desinformação, na checagem de fatos e no compromisso com a verdade no período eleitoral. 

Talvez, a pior consequência das campanhas de desinformação seja precisamente essa deterioração do debate público e a formação de enclaves de pessoas que só falam para si mesmas e, quando têm interlocução com as outras, é para agredir e desqualificar. Nós, que defendemos a democracia, contamos mais do que nunca com o trabalho da imprensa de qualidade”, afirmou.

Para o ministro, é preciso haver um filtro adequado para a grande quantidade de desinformação e de inverdades que circulam pelas redes sociais. “As redes sociais têm um lado positivo, mas vêm sendo palco para pessoas totalmente pervertidas difundirem mentiras deliberadas, campanhas de ódio e de difamação. Precisamos enfrentar isso. As instituições democráticas vêm sofrendo um ataque massivo de milícias digitais e de terroristas verbais que fazem muito mal a todos nós. Não só pelo possível impacto no resultado das eleições, mas pela deterioração do debate público de uma maneira geral”, disse.

As eleições municipais deste ano, que concentrarão as redes sociais, serão tóxicas, desrespeitosas, agressivas, mas serão, também, apenas consequência do país das Fake News.

A máxima de que o veículo e o jornalista têm compromisso com a notícia, muito mais do que com a verdade, acaba reforçando a via de escoamento do “boato” como se fosse notícia.

O fato é que as novas tecnologias chegaram para impactar a vida das pessoas de forma positiva, mas também trouxeram o lado ruim. E, a escolha de um dos lados é do caráter de cada um. Profissionais da comunicação, ou não.

Governo do RN e Oposição se acertam e Reforma da Previdência pode ser votada esta semana

 

Finalmente a reforma estadual da previdência vai sair. Governo e oposição fecharam acordo. O governo aceitou aumentar a faixa de isenção para aposentados e pensionistas de R$ 3.050,53 para R$ 3.500,00. Também foram criadas novas faixas de contribuição progressiva: 

Para ativos que ganham até R$ 3.500,00 ficou em 11%.

Para a faixa de ativos e inativos que ganham de R$ 3.501,00 até R$ 6.101,06 ficou em 14%.

Para a faixa de ativos e inativos que ganham de R$ 6.101,00 até 15.000,00 ficou em 15%.

Para quem ganha de R$ 15.000,00 até R$ 25 mil em 16%

Acima de R$ 25 mil, a contribuição será de 18%. 

A reforma é necessária, porém não vai resolver o problema. Logo terá que ser feita outra. 

TSE testará sistemas de votação pela internet para futuras eleições

 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pretende testar, nas eleições municipais em novembro, sistemas para votação pela internet. Seria uma maneira de permitir a eleitores que votassem em casa, além de tornar a votação presencial mais ágil e mais barata, desde que com a mesma segurança. O teste, no entanto, não terá nenhuma relação com o pleito municipal de 2020. O voto presencial permanece obrigatório este ano.

Durante os testes, o TSE usará candidatos fictícios nas bancas de voto pela internet.

O TSE publicou um edital de chamamento público e empresas de tecnologia interessadas precisam se manifestar junto ao tribunal entre 28 de setembro e 1º de outubro. Os participantes apresentarão alternativas de sistemas que poderiam permitir a votação via internet com segurança e possibilidade de auditoria. Em nota, o tribunal avisa que “empresas interessadas poderão demonstrar gratuitamente sua proposta no dia 15 de novembro – data do primeiro turno das Eleições Municipais de 2020 –, nas cidades de Curitiba, Valparaíso de Goiás (GO) e São Paulo.

O projeto, batizado de “Eleições do Futuro”, busca soluções tecnológicas para modernizar o processo eleitoral, mantendo a segurança e a inviolabilidade do voto e transparência nas eleições. O sistema remoto não substituiria a votação presencial, mas poderia beneficiar as regiões mais distantes do país, além de, em caso de pandemia, garantir a segurança e o direito democrático de idosos e pessoas com comorbidade. Além disso, o TSE permanecerá com o controle total da Justiça Eleitoral.

As empresas envolvidas precisam apresentar sistemas que possibilitem identificar o eleitor e contabilizar corretamente o voto. Além disso, os participantes terão que propor soluções, também, que garantam a votação da parcela da população que não tem acesso a smartphones ou internet.

Veja mais aqui

 

Mais de 42% dos MEIs potiguares poderão receber o auxílio residual

Os Microempreendedores Individuais (MEI), cujos negócios foram afetados pela pandemia, terão acesso ao auxílio emergencial residual para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do coronavírus (covid-19). 

O decreto 10.488 com a Medida Provisória 1.000, que institui o benefício, foi publicado no último dia 16 e estabelece o pagamento de até quatro parcelas de R$ 300, e de R$ 600 no caso de mães solteiras, para aqueles beneficiários que já vinham recebendo o dinheiro.

No Rio Grande do Norte, 57.381 MEIs já tiveram acesso ao auxílio emergencial concedido pelo governo, de acordo com dados do Ministério da Economia, e que poderão obter as novas parcelas residuais. O número representa 42,6% de todos os MEIs registrados no estado, que chegam hoje ao total de 134.512 negócios formalizados nessa categoria jurídica.

Como a MP não prevê a reabertura de inscrições para o programa, só devem receber as parcelas de R$ 300 esse quantitativo que já foi aprovado para receber as parcelas de R$ 600. O pagamento se dará independentemente de requerimento e acontecerá de forma subsequente a última parcela do auxílio emergencial recebida, desde que o beneficiário atenda aos requisitos estabelecidos na norma.

A maior parte do benefício cedido aos MEIs potiguares ficou em Natal. Na capital potiguar, 23,6 mil autônomos formalizados como microempreendedor receberam os recursos. Parnamirim foi o segundo município onde mais empreendedores tiveram acesso ao auxílio, com 5.543 concessões. Em Mossoró, o número de beneficiados foi de 4.824, enquanto São Gonçalo do Amarante e Caicó receberam 2.047 e 1.413 empreendedores respectivamente.

Nos últimos seis meses, houve um crescimento no número de microempreendedores individuais no RN. De acordo com informações da Receita Federal, entre março e agosto, o Rio Grande do Norte teve 9.230 novos registros de empresas na categoria de MEI . O número representa um avanço, considerando principalmente o cenário de retração do consumo devido ao fechamento dos estabelecimentos e o índice de abertura desse mesmo tipo de empresa em intervalo semelhante no ano passado, quando o estado formalizou 7.921 MEIs entre março e até o final de julho.

Fonte: Sebrae

Primavera começa nesta terça-feira com influência do La Niña no RN, diz Emparn

 

A estação primavera 2020 chega, nesta terça-feira (22) às no hemisfério sul do planeta. De acordo com as análises da equipe da Unidade Instrumental de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), o potiguar vai sentir, com o passar dos dias, a elevação da temperatura que deve variar entre 29°C a 31°C, a partir do mês de outubro e possibilidade de ocorrência de chuvas durante as madrugadas na faixa litorânea leste.

As análises apontam a ocorrência de resfriamento das águas superficiais do Oceano Pacífico Tropical, indicando a presença do Fenômeno La Niña. "A estação da primavera neste ano terá a circulação dos ventos mais intensificada, o que poderá manter as temperaturas com valores um pouco abaixo do normal e com mais possibilidades de ocorrência de pancadas de chuvas durante as madrugadas na faixa litorânea leste do RN devido a influência do sistema de brisa", explicou o chefe da Unidade, Gilmar Bristot.

No início da estação, que segue até 21 de dezembro, as temperaturas não serão muito elevadas pois as condições climáticas não apresentarão mudanças significativas aqui no RN. "Em todas as regiões do estado, a variável que define o clima, a chuva, praticamente estará ausente, uma vez, que esta época do ano é o período de estiagem", explicou o chefe da Unidade, Gilmar Bristot.

Como é característico da estação, os dias ficarão mais longos do que as noites, as temperaturas vão aumentar e o vento na costa leste do Nordeste tende a diminuir com o enfraquecimento do centro de Alta Pressão do Atlântico Sul.

Bristot, alerta que a umidade relativa do ar, nas regiões do interior apresentarão queda ficando em média abaixo de 50%. "Em determinados horários do dia, a umidade vai atingir concentrações ainda menores, por exemplo no interior do Estado, no período da tarde, onde a temperatura atinge valores máximos- sendo muito quente e seco durante o dia e a umidade do ar com valores mínimos", completou.

Fonte: Emparn.

Olho D’água do Borges merece continuar avançando e não retroceder. Em semana de agenda cheia, Maria Helena recebe novas adesões.

Durante os últimos dias, Maria Helena e Antonimar Amorim vem recebendo diversos novos apoiadores, que chegam de maneira espontânea, desejando a continuidade de um trabalho que vem dando certo. O povo de Olho D’água do Borges, vem reconhecendo todas as benfeitorias que Maria Helena e Antonimar já conseguiram para o município tanto na área de saúde, assistência social e na infraestrutura.

Com humildade, competência e credibilidade, Maria Helena simplesmente está disparada com larga vantagem para a disputa do pleito que se aproxima, graças a uma excelente gestão, que a credencia como franca favorita. É esperado que nos próximos dias mais pessoas digam sim a Maria Helena e Antonimar para que Olho D’água continue cada vez melhor.

Na foto acima temos a família de Angeluedo que decidiu votar esse ano com Maria Helena e Antonimar. 

A familia de seu Dé Brasiliano no sitio Silva tambem declararam apoio a reeleição de Maria Helena e Antonimar

Branca e família, Ivani Felix e família também estão esse ano com Maria Helena a Antonimar

Altemar da Caiçara e toda sua família, tradicionais eleitres do MDB desse município, estão fechados esse ano com Maria Helena e Antonimar esse ano
Leonardo e Círia também confirmaram a poio a Maria Helena e Antonimar
Van de Eutalio e esposa, do sitio Inveja também apoia Maria Helena e Antonimar esse ano.
O amigo Junior de Neném de Benvinda do Sitio Alivio, ele e toda sua família, tradicionais eleitores do MDB, esse ano estão todos com Maria Helena e Antonimar
Amigo Ricardo Turismo e família declarou apoio a candidatura de Maria Helena e Antonimar
Zenilson Lanches e toda sua família também aderiram ao projeto de reeleição de Maria Helena e Antonimar
Adriano e familia estão todos com Maria Helena e Antonimar 
A amiga tambem confirmou apoio a Maria Helena e Antonimar
Familia de Galego de Julimar esse também está fechada com Maria e Antonimar
Familia de Chico Penha esse ano vai de Maria Helena e Antonimar. Em time que está ganhando não se meche.
Familia de seu Antonio Ferreira declarou apoio a Maria
Gaguinho do conjunto também declarou apoio a Maria Helena e Antonimmar
Pessoal da familia de Dé Brasiliano no sitio Silva, fechado esse ano com Maria Helena
Familia de Sargento Monteiro estão todos com Maria Helena e Antonimar esse ano.
Adriana Cortez também está com Maria Helena e Antonimar esse ano
Todas as pessoas aqui mencionadas, votaram em 2016, no candidato do MDB, e esse ano estão fechados com o projeto de reeleição dos pré-candidatos Maria Helena e Antonimar.  É bom lembrar também, que este blog já mostrou em outras postagens, dezenas de fotos de famílias que já oficializaram suas adesões ao projeto de reeleição de Maria Helena. Confira as postagens anteriores, aqui e aqui.


TST concede reajuste a funcionários dos Correios e determina fim da greve

 

O Tribunal Superior do Trabalho decidiu em julgamento realizado nesta segunda-feira encerrar com a greve dos funcionários dos Correios, que acontece desde o dia 17 de agosto. De acordo com a decisão de ontem, os empregados devem voltar ao trabalho amanhã dessa terça 22, sob pena de multa de R$ 100 mil por dia.

A decisão de ontem representou também uma derrota parcial à estatal, já que ficou mantida a cláusula que prevê a Correção monetária de 2,6% dos salários. Os trabalhadores, no entanto, pediam uma reposição salarial de 5%.

Além do reajuste, a corte determinou que não houve abusividade no movimento grevista.

Por outro lado, os ministros decidiram seguir a jurisprudência trabalhista e haverá um desconto salarial referente a metade dos dias de greve e nos demais dias haverá compensação.

Cláusulas sociais mantidas

O principal imbróglio do julgamento foi em relação à manutenção dos benefícios. A estatal pretendia retirar mais de 70 itens concedidos historicamente aos funcionários.

A relatora do caso, ministra Kátia Arruda, votou para que todos os benefícios fossem mantidos. Mas acabou vencida.

Prevaleceu a tese divergente apresentada pelo ministro Ives Gandra Filho, que conta com a simpatia do presidente Jair Bolsonaro. O fim da greve era defendido pelo ministro das Comunicações Fabio Faria e pelo presidente dos Correios, Floriano Peixoto. Ambos afirmaram que a retirada dos benefícios era necessária para manter a sustentabilidade da empresa.

Em um voto com mais de 100 páginas, a ministra destacou ainda que em anos de corte trabalhista essa foi a primeira vez que viu uma empresa propor retirar todas as cláusulas e direitos.

Guararapes vai abrir 1369 vagas de emprego no RN

 

O grupo Guararapes vai abrir 1.369 vagas de emprego no Rio Grande do Norte, de acordo com anúncio do superintendente executivo do Grupo Guararapes, Jairo Amorim, no lançamento do Plano RN Cresce Mais, nesta segunda-feira (21). Em média 30% das contratações na área industrial se tratam de readmissões.

Para Amorim, o segmento moda e varejo estão entre os que mais sofreram durante a pandemia. “Agora, é muito importante abrirmos agora estes postos de trabalho para atender essa nova demanda que vem após um período tão difícil que foram os efeitos econômicos e sociais durante a pandemia”, afirmou.

O Guararapes Confecções S.A é um dos maiores grupos empresariais brasileiros, e em julho demitiu 320 funcionários da fábrica de Extremoz, na grande Natal. Na época, a organização divulgou nota afirmando que estava em readequação devido à pandemia.

Fonte: Tribuna do Norte.

Apodi produz 95% do arroz vermelho consumido no RN e vira alternativa para potiguares

 

A cidade de Apodi, na região Oeste, produz sozinha 95,27% do arroz vermelho consumido no Rio Grande do Norte. Segundo os agricultores, o tipo tem mais saída do que o arroz branco que, recentemente, passou por alta considerável nas regiões sul e sudeste do país. Além disso, o arroz vermelho chega a ter um preço de 10% a 15% menor do que o tradicional arroz branco, mas a produção local ainda não tem grande alcance e é comercializada no mercado interno e exportada para alguns estados da região nordeste como Paraíba, Pernambuco e Bahia.

Atualmente, cerca de 300 famílias, direta ou indiretamente, vivem do cultivo do cereal. E apesar da alta no preço do arroz branco, por enquanto, não há mudança nos preços do arroz vermelho praticados por aqui. O que pode ser uma alternativa interessante para o consumidor preocupado em manter a qualidade da alimentação e economizar.

Nós ainda estamos vendendo o arroz vermelho ao mesmo preço. O que tem influenciado tem sido o aumento dos insumos como energia, transporte e o material usado na plantação. Mas, mesmo assim, esses custos não foram repassados para o consumidor ainda. Ninguém sabe como vai ser na próxima safra”, explica Edjarles Fernandes, que é produtor do município.

Atualmente, o preço do arroz vermelho não beneficiado, ainda com a casca, fica em torno de R$150 e R$ 160, cada 115 quilos. No caso do produto já beneficiado, o consumidor final paga entre R$ 4 e R$ 6 pelo quilo. Mas, apesar do cenário potencialmente positivo, as safras têm caído ao longo dos últimos anos, segundo a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf). Em 2016 foram colhidas 3.000 toneladas, já em 2017 a produção baixou para 1.651 toneladas, contando ainda com o cultivo do Alto Oeste, Seridó e Sertão Central, além do município de Apodi. Em 2019, a produção foi de 863 toneladas. Para 2021, com a expectativa de um bom período chuvoso, a estimativa é de melhores resultados.

Os produtores afirmam que, apesar do baixo preço praticado no mercado e interno, o arroz ainda tem uma boa rentabilidade e corresponde a cerca de 10% do PIB de Apodi, o equivalente a algo em torno de R$ 27 a R$ 30 milhões. Durante o período de estiagem, no segundo semestre, os agricultores trabalham outras culturas como a do milheto e a extração do pó da palha de carnaúba. Só este ano, o Programa Estadual de Compras Governamentais da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Pecafes) comprou 200 toneladas de arroz vermelho ao preço médio de R$ 5,13/kg. O arroz faz parte das cestas básicas distribuídas aos alunos da rede estadual de ensino, além de populações quilombolas e em situação de vulnerabilidade social, diante da pandemia do novo Coronavírus. Estimular a agricultura entre os pequenos produtores foi a forma que o Governo encontrou de incentivar a economia de uma forma mais sustentável e solidária.

Ainda para este ano está prevista a compra de mais cerca de 105 toneladas de arroz vermelho através do PECAFES. Outra iniciativa é o reforço da assistência técnica aos agricultores e agricultoras familiares através da EMATER e da organização de chamadas públicas para fomentar a produção agroecológica desta cultura. Ainda nesse contexto, o Governo do Estado está articulando a ampliação do acesso ao crédito rural. Além de assistência técnica e do acesso a mercados com aquisições via PECAFES”, detalha Emerson Cenzi, Coordenador de Acesso à Mercados, Agroindústria e Cooperativismo da Sedraf.

Fonte: Saiba Mais


 

Oposição de Olho D’água do Borges começa a receber ''não'' da população. E tentativa de empolgar as bases, começa a se frustrar,

 

Na semana passada, a oposição do município Olho D’água do Borges, “homologou” a chapa para a disputa das eleições de 15 de novembro. O grupo tentou mostrar algo diferente, mas foi uma das coisas mais estranha e ridícula que já si viu na política desse município, e porque não dizer, um fracasso total. Uma convenção feita às escondidas, sem que a população soubesse o local exato do evento. Estranho!

Outro fato pra lá de desanimador. Nas caminhadas realizadas pelo grupo na tentativa de buscar apoios político, o grupo recebe diariamente o ''não'' da população de Olho D’água do Borges, que mostra claramente, o desejo de ver o município continuar avançando com Maria Helena e Antonimar Amorim.

O grupo oposicionista tem encontrado resistência de todas as formas e em todos os lugares, o legado de desmandos do “líder” da oposição, quando foi gestor desse município (veja aqui), e o posicionamento político da sua pré-candidata adotado na eleição municipal de 2016, tem pesado decisivamente contra a ''trupe'' oposicionista.

Diante dos fatos, num ato de total desespero, os inexpressíveis porta-voz da oposição, partem para o ataque,  apelando para a politicagem de baixo nível, baixarias, ofensas pessoais e fakes News publicados em blogs totalmente desprovido de confiabilidade de seus conteúdos, que só lhes deixam cada vez mais, sem credibilidades perante a população de Olho D’água do Borges.

Plataforma do TSE permite acesso aos dados de cada candidato das eleições 2020

 

O prazo para pedidos de registro de candidaturas à Justiça Eleitoral para as eleições municipais de 2020 se encerram no próximo dia 26 de setembro. Até agora, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contabiliza 2.662 solicitações para concorrer ao cargo de prefeito, 2.624 para vice e 56.315 para vereador. Os dados constam no DivulgaCandContas, plataforma disponibilizada pelo TSE que permite o acesso às informações dos futuros concorrentes ao próximo pleito.

O site permite o acesso a informações detalhadas daqueles que pediram o registro à Justiça Eleitoral e sobre as contas eleitorais deles e dos respectivos partidos políticos. 

Qualquer cidadão interessado no assunto pode acessar a ferramenta e ver as informações que estão detalhadas por município ou de forma individualizada. Para isso, basta escolher o estado e clicar no mapa do Brasil que será aberta uma nova aba, onde estão relacionados os municípios. 

Ao clicar no município desejado, aparecem os nomes daqueles que já submeteram o pedido à Justiça Eleitoral e à situação individual de cada um. Por exemplo, até este domingo (20), somente três dos 14 pré-candidatos à prefeitura de Natal haviam emitido a solicitação. Porém, a plataforma é atualizada toda hora conforme vão sendo adicionados os pedidos realizados. 

Para saber da situação individual de cada candidato, basta clicar no nome dele e será possível conhecer a situação do registro, o CNPJ da candidatura, seu número, partido, coligação que o apoia, nome que usará na urna, grau de instrução, ocupação, site do candidato, limite de gasto de campanha, proposta de governo, descrição e valores dos bens declarados, além de eventuais registros criminais. Na página é possível acompanhar a situação do pedido de registro e eleições anteriores das quais o candidato tenha participado.

Na página também será possível consultar as doações recebidas pela candidatura conforme o calendário eleitoral vai permitindo. Dessa forma, será possibilitado acompanhar todo o processo eleitoral de cada candidato aos cargos de prefeito, vice e vereador até a validação do diploma, caso seja eleito.

 

Mais uma gigante têxtil vai firmar parceria com fábricas do Pró-Sertão

O grupo Coteminas resolveu fechar parceria permanente com o Pro-Sertão. A decisão aconteceu após projeto temporário para produção de máscaras de proteção facial durante a pandemia do coronavírus. A próxima colaboração já está em fase de teste para produzir roupa, lençóis e fronhas em programação permanente a partir de 2021. 

Para a empresa têxtil, o trabalho dos parceiros foram ainda melhores que o esperado. O diretor da Coteminas, João Lima, fez elogios à seriedade no negócio e à qualidade da mão de obra.

Fonte: Território Livre – Tribuna do Norte.

Município de Olho D’água do Borges comemora hoje sem festa, 91 anos de sua fundação em meio à pandemia do coronavírus

 

Em um cenário impróprio para a realização de festas e outros tipos de aglomerações, o município de Olho D’água do Borges está comemorando hoje 91 anos de sua fundação, sem festa ou qualquer outro tipo de manifestação popular, devido às recomendações de isolamento e distanciamento social, propostos pelos órgãos de saúde, com o objetivo de conter o risco do contágio do novo coronavírus, causador da covid-19.

Nossa história começou no dia 20 de setembro de 1929, quando foi celebrada a primeira missa solene, pelo Padre Francisco Sohl, e inaugurada a primeira feira para os moradores da localidade, dando origem a esta bela terra, que em 30 de outubro de 1938 foi elevada à categoria de vila, e passou a pertencer ao vizinho município de Patu. 

Olho D'água do Borges, limita-se ao norte com o município de Caraúbas; ao sul, com o município de Rafael Godeiro, ao leste, com o município de Patu e ao oeste com o município de Umarizal.

São 91 anos de muitas conquistas, transformações e melhorias, ao longo desses anos de lutas. Me orgulho muito de ter nascido e crescido nessa terra, como muitos outros moradores, que juntos, construímos ao longo desses 91 anos, toda essa história de referência e sucesso de nossa querida e amada Olho D'água do Borges.

Esse ano a prefeitura municipal não realizará a tradicional festa que acontece todos os anos, como o desfile cívico e outras atrações, pois toda a programação alusiva às comemorações do dia 20 de setembro, foram canceladas, com o objetivo de conter o avanço do novo coronavirus.

“É verdade que nossa cidade merecia uma linda festa, mas, o momento nos exige cautela. Hoje vamos comemorar esse dia de maneira diferente, propagando palavras de fé, força e esperança de dias melhores para todos. Para esse povo forte e ordeiro, o aniversário de nossa cidade está entre as comemorações mais aguardadas do ano.

Parabéns Olho D’água do Borges! e invocamos ao nosso grandioso Deus, pela suade de todos nós, e dias melhores, para que no próximo ano, possamos todos estarmos com saúde e comemorarmos juntos, essa data tão significante para todos nós.

Governo do RN oficializa suspensão das aulas presenciais na rede pública em 2020

 

Com o encerramento do prazo estipulado em agosto pelo Decreto Estadual nº 29.928, o Governo do Estado publica neste sábado (19) a nova diretriz que suspende as aulas presenciais na rede pública estadual em 2020 e autoriza o retorno das atividades na rede privada de ensino e nas Instituições de Ensino Superior (IES) a partir do dia 5 de outubro no Rio Grande do Norte.

O documento, assinado pela governadora Fátima Bezerra e pelos secretários de Estado Cipriano Maia (Saúde Pública), Getúlio Marques (Educação) e Raimundo Alves (Gabinete Civil), regulamenta a decisão anunciada no dia 8 de setembro.

De acordo com o decreto, a suspensão das aulas presenciais na rede estadual “não poderá impor prejuízos ao calendário acadêmico dos estudantes, especialmente daqueles que estão cursando o último ano do ensino fundamental e do ensino médio, incluindo a educação de jovens e adultos”. A determinação do Governo é de que a carga horária deverá ser cumprida por meio de estratégias alternativas de ensino.

O decreto ainda aponta uma ressalva. A Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC), em conjunto com o Gabinete Civil, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e os conselhos estaduais de Educação e de Saúde, pode estabelecer atividades presenciais em situações excepcionais.

As eventuais atividades podem ser implementadas de maneira regional e individualizada, levando em consideração os dados epidemiológicos de cada região e as adequações estruturais das escolas.

 

O fracasso do governo Fátima Bezzera

 

A gestão da governadora Fátima Bezerra (PT) esticou para 2022 a meta de equilibrar as contas públicas do Rio Grande do Norte. Consta no projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) protocolado pelo governo na Assembleia Legislativa no início desta semana, com o DNA de Aldemir Freire, o titular do Planejamento e Finanças.

O documento, que estima receita e fixa a despesa do Estado para o próximo exercício financeiro, crava uma previsão de déficit em 2021 de R$ 920 milhões, mais do que o dobro dos R$ 450 milhões previsto no orçamento 2020.

Aldemir Freire, em fala oficial, diz que as previsões negativas são “melhores” do que as previstas no início da pandemia do novo coronavírus e ressalta que as previsões de déficit em 2020 e 2021 são inferiores ao recebido da gestão do ex-governador Robinson Faria (PSD), estimado em R$ 1,87 bilhão em 2019.

Beleza.

Mas, tirando o desconto da pandemia, o que o governo Fátima fez mesmo nesses 21 meses de gestão para recuperar a saúde fiscal/financeira do RN?

Jogar a conta no colo da pandemia é a mesma coisa de não assumir a responsabilidade do dever de casa não realizado. A gestão Fátima fez pouco ou quase nada para tirar o estado do buraco em que se encontra. Ela pegou uma máquina pesada, cheia de vícios, e continua com a mesma máquina, que aumenta o “rombo” das contas públicas todos os meses.

O governo deveria ter feito a reforma da previdência estadual em 2019. Não o fez para sustentar as críticas ao governo Bolsonaro que estava reformando a previdência federal naquele momento. Só agora, em 2020, é que a governadora mandou a proposta para a Assembleia Legislativa, com a intenção clara de aprová-la a toque de caixa. Não conseguiu. Por gravidade, o “rombo” vai aumentando.

A gestão Fátima também se negou a cortar o grande número de cargos comissionados e de terceirizados (são mais de 11 mil) e fez distribuição da máquina entre companheiros de sempre e amigos da hora. É claro que a conta iria aumentar, como de fato aumentou.

O que chama a atenção, e isso o governo procura esconder, é que o primeiro ano de gestão bateu recordes de arrecadação extra. O RN recebeu recursos da cessão onerosa do pré-sal, da venda antecipada de royalties de petróleo e gás e da venda da conta-salário dos servidores a uma instituição bancária. Os recursos extras também estão “bombando” em 2020, com transferências feitas pelo Governo Federal em razão da pandemia. O socorro financeiro colocou na conta do Governo do RN quase R$ 600 milhões extras, sem contabilizar os recursos enviados pelo Ministério da Saúde.

Pois bem.

A fala de Aldemir Freire se agarrando na pandemia da Covid-19 para justificar o fracasso do governo em não promover a recuperação fiscal do Estado é o atestado da incompetência. Mais do que isso, tira do cidadão potiguar o mínimo de confiança e/ou esperança de que a gestão Fátima Bezerra conseguirá, em seu último ano de mandato, equilibrar as contas públicas do Rio Grande do Norte.

Pior para o cidadão que vai continuar sofrendo com os serviços públicos sucateados; pior para o servidor público que vai continuar com os salários atrasados; pior para o RN que vai continuar parado no tempo.

Fonte: Cesar Santos 

Melão potiguar começa a ser exportado para a China Fonte: Portal Grande Ponto

 
Após acordo bilateral resultante de longa negociação, o Brasil enviou a primeira carga de melões para a China. A remessa de três toneladas e meia de frutas produzidas na região de Mossoró chegoi ao aeroporto de Xangai nesta sexta-feira (18). 
O acordo para exportar melão brasileiro foi firmado em novembro de 2019, em reunião bilateral entre Jair Bolsonaro e o presidente chinês Xi Jinping na XI Cúpula do BRICS, ocorrida em Brasília.

A autorização para que empresa potiguar pudesse exportar para o país asiático foi realizada em janeiro deste ano, após visita de técnicos da da Administração Geral de Aduana da a fazendas no Rio Grande do Norte e Ceará, maiores estados produtores de melão.

Para o presidente da Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas), Guilherme Coelho, é importante ressaltar o potencial desse acordo para a abertura de vagas de trabalho. "O melão é uma das frutas que mais gera emprego, ao exportarmos para China crescerá ainda mais este número", disse.

A ministra da agricultura, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, destacou a importância do sucesso da negociação, tendo em vista que que a China é a maior produtora e consumidora de melões. “É um marco importante para o Brasil. É a primeira fruta fresca importada pela China e o primeiro país do mundo a exportar melão para China”, afirmou.

Fonte: Portal Grande Ponto

RN é o 3° do Nordeste mais afetado pela fome; total de potiguares afetados chega a 282 mil

 

A insegurança alimentar – seja ela leve, moderada ou grave – atinge 59% da população do Rio Grande do Norte. Em números absolutos, dos 3,5 milhões de habitantes do Estado, pelo menos 2 milhões convivem com a fome. Conforme dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2017-2018: Análise da Segurança Alimentar do Brasil, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (17), o Rio Grande do Norte é o terceiro Estado nordestino com o maior índice de domicílios em situação de insegurança alimentar grave, com 7,6%. Esse nível é o comumente chamado por “passar fome” e afeta diretamente, pelo menos, 282 mil pessoas no território potiguar.

O quantitativo de lares com pessoas passando fome no Estado cresceu a partir de 2013 e chegou ao número de 81 mil em 2018, segundo a POF 2017-2018/IBGE. No Nordeste, o Rio Grande do Norte só tem menos residências inseridas nesse contexto do que Alagoas, com 7,7%, e o Maranhão, com 12,3%. A média nacional ficou em 4,6%.

Conforme a pesquisa, a proporção de domicílios onde pelo menos uma pessoa teve fome cresceu 2,5 pontos percentuais entre 2013 e 2018 no Rio Grande do Norte. Em 2013, eram 53 mil domicílios nessa situação, o que equivalia a 5,1% do total do Estado.

Veja matria completa aqui.

 

Justiça autoriza convênio entre Detran e cartórios para facilitar trâmite de documentação na compra e venda de automóveis

 

Uma alteração que vai mexer na relação do judiciário com os cartórios.

O Provimento N° 216, que dispõe sobre a possibilidade de comunicação eletrônica de venda de veículos ao Detran RN, pelas serventias extrajudiciais.

Traduzindo: fica permitida a assinatura de um convênio com o Detran, para que os cartórios de notas façam, facultativamente, por opção do usuário, comunicação de venda ao Detran.

“Às vezes a pessoa vende um carro e assina o recibo de transferência, mas o comprador não transfere logo o veículo. Com essa comunicação, quem vendeu fica resguardado civil e criminalmente, evitando multas no nome de quem vendeu, pontos na carteira, risco de responsabilidade civil e criminal em razão, por exemplo, de acidentes de trânsito”, explicou Sérgio Procópio.

Fonte: Thaisa Galvão

Governo autoriza reabertura dos bancos no RN

 

O Governo do Estado autoriza o retorno do funcionamento pleno das instituições financeiras e bancárias no Rio Grande do Norte a partir do próximo dia 28. A portaria conjunta será publicada nesta sexta-feira (18) no Diário Oficial do Estado, regulamentando as medidas necessárias para a retomada dos serviços.

O prazo dado pelo Governo é voltado para que as instituições apliquem os protocolos e façam as adaptações necessárias ao retorno do funcionamento e atendimento ao público.

Esta nova etapa de reabertura dos serviços segue a condição de manutenção da queda dos indicadores da pandemia no RN, como a taxa de transmissão do vírus e ocupação de leitos.

Para garantir a saúde de quem frequenta os locais, as instituições terão que seguir uma série de regras. A portaria conjunta nº 24/2020, que teve em sua construção a participação de representantes dos trabalhadores bancários, lista uma série de 20 medidas de biossegurança necessárias para garantir a saúde dos clientes e dos servidores das instituições bancárias e financeiras.

O documento orienta que as instituições devem dar prioridade ao atendimento por meio de agendamento, reservando as duas horas finais de funcionamento somente para quem agendar e, preferencialmente, que seja do grupo de risco. A lotação máxima dos locais deve ser de uma pessoa a cada 5 m², com marcações no piso para distanciamento de 1,5 m entre os clientes, assim como um distanciamento de cadeiras e estações de trabalho.

Será permitida a entrada apenas para quem estiver usando máscara e após medição de temperatura. Os trabalhadores deverão ter sempre à disposição todos os EPIs, assim como a garantia de que os lavatórios estarão equipados com material de limpeza e com oferta de álcool em gel para todos que estiverem no local, seja a trabalho ou em busca de atendimento.

Os locais que não seguirem as normas da portaria, assim como as demais determinações do Plano de Retomada Gradual da Atividade Econômica no RN, estão sujeitos à interdição até a adequação, bem como eventual responsabilização penal, civil, administrativa e trabalhista em casos de descumprimento das regras.

Os horários de funcionamento deverão seguir as orientações do Banco Central, instituição responsável por regulamentar as instituições bancárias e financeiras do país.

A portaria conjunta é assinada pelo secretário-chefe do Gabinete Civil do Estado, Raimundo Alves, os secretários de Estado da Saúde Pública (Sesap), Cipriano Maia, e do Desenvolvimento Econômico (Sedec), Jaime Calado.

Fonte: Portal Grande Ponto

RN lanterninha na Educação

Nessa terça-feira (15), foi divulgado o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação, referente ao ano de 2019.

O Rio Grande do Norte atingiu 3,2 pontos, não atingindo a meta e ficando entre as piores notas do país.

Medido a cada dois anos, o Ideb é o principal indicador de qualidade da educação brasileira. O índice é calculado a partir dos dados sobre aprovação, obtidos no Censo Escolar, e dos resultados do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb). O índice final varia de 0 a 10.

Para ter um bom resultado no Ideb, é preciso ter baixas taxas de reprovação e de abandono de estudos e bons resultados no Saeb. As escolas, municípios e estados têm suas metas individuais, calculadas a partir de cada realidade socioeconômica.

O péssimo resultado mostra a deficiência atual no setor de educação do Rio Grande do Norte.

 

Vai ter campanha política com ou sem Pandemia

 

Não adianta ignorar. Diante do “retrato” que se viu nas convenções partidárias com um grande número de aglomerações, carreatas, passeatas e até festas… não tem jeito. Vai ter campanha política à moda antiga. Não ficará limitada as Redes Sociais, como se pensava. Os candidatos vão às ruas. Vão sair de casa em casa pedindo o voto do eleitor. Vai aparecer de tudo. O medo da Pandemia acabou, pelo que se viu e pelo que estamos vendo. E outra coisa. A abstenção que se imaginava fosse ter… vai ter não!

Quem não botou o bloco na rua é porque estava com medo de não juntar gente e pronto!!

 
Copyright © 2010-2013 Blog do Gilberto Dias | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento » RONNYdesing | ronnykliver@live.com - (84)9666-7179